TV Record Paraíba adota solução Aviwest | DMNG PRO 180

24 nov

A TV Correio, do Sistema Correio e  afiliada da TV Record na Paraíba, adotou o Aviwest, DMNG PRO 180, equipamento para trabalho remoto com tecnologia LTE (Long Term Evolution). A solução foi implantada na área de Operações e Jornalismo para atender um público interno de 80 colaboradores e, assim, levar mais qualidade para cerca de 4 milhões pessoas.

aviwest-panasonic-1

Todo o estado da Paraíba é coberto pelo Sistema Correio e seus veículos de comunicação: TV Correio, Jornais Correio da Paraíba e Já, Rede Correio Sat de rádios, Mix FM, Jovem Pan SAT AM, RCTV – NET Digital, Portal Correio e revistas.  Entre os benefícios da adoção da plataforma está a ampliação da cobertura jornalística na Região Metropolitana de João Pessoa e no interior e também uma nova forma de contar a história, de maneira rápida, factual e no momento em que a notícia acontece.

Para tanto, a plataforma DMNG contribui com vídeo ao vivo a partir da captura e transmissão de ivo em HD ou SD, sejam quais forem às redes sem fio disponíveis: 3G/4G, WIFI, Ethernet e por satélite (BGAN, THURAYA, KA Band). A plataforma pode ser facilmente conectada a qualquer câmera profissional (SD/HD, SDI, analógico (BNC) e HDMI in). Leve, com cerca de 1 kg, sem bateria, é silenciosa e conta com entrada de áudio RCA, WiMax ou Wifi, Satélite, Ethernet, com baixo consumo de energia.

A presença de dois Encoders dentro do DMNG PRO 180 permite a transmissão com uma qualidade da imagem adaptada à disponibilidade da rede, enquanto uma cópia está sendo gravada em alta resolução dentro da memória interna para posterior utilização. Outro destaque da plataforma é o sistema integrado de intercomunicação de até 16 canais e a saída para Taly. Estes recursos são de grandíssima utilidade do ponto de vista operacional para a equipe que opera na rua; ambos, operacional e equipe de externa, utilizam a mesma rede de transmissão do vídeo.

AVIWEST-DMNG_PRO180-RA-web

Suporte

Niedson Almeida Lemos, CTO do Sistema Correio, conta que durante o processo de testes, várias vezes o suporte precisou ser acionado e o atendimento foi sempre muito dedicado e prestativo, explica Lemos.

O Sistema Correio já utilizava um produto semelhante, de outro fornecedor  e de outro fabricante, mas que causava algum desconforto e com a chegada do Aviwest, as dúvidas e/ou problemas operacionais foram bastante amenizados. Entre as preocupações, Lemos destaca o uso da solução em cidades do interior, mesmo sem cobertura 4G. “O equipamento se comportou de maneira muito boa e abriu um leque de opções operativas, como por exemplo, utilização de Ethernet+Wifi como link agregador de banda, o que não é possível com os outros equipamentos. Neste sentido, a operação melhorou muito”, ressalta Lemos.

Screen Shot 2014-10-04 at 09.46.57

Fonte: Panorama Audiovisual

Ursa da Blackmagic grava a 80 fps

24 nov

Blackmagic Design lançou a Câmera 1.9.9, uma atualização que inclui funções inovadoras para a câmera cinematográfica digital Ursa, fabricada pela companhia. Esta nova versão se desenvolveu com colaboração de cineastas que atuam em todo mundo e utilizam este modelo para realizar produções de destaque.

Screen Shot 2014-11-24 at 19.15.52

Dentre as funcionalidades mais avançadas se destaca o novo menu que permite selecionar diferentes frequências de imagem com uma opção de velocidade maior para os modelos Ursa. Isso é o mesmo que dizer que se aumenta o ritmo de filmagem a 80 fotogramas por segundo, o que melhora a captura de imagens em câmera lenta e a fluidez das tomadas.

A configuração da frequência de imagem na câmera Ursa se modificou, de forma que o ajuste selecionado para gravação não está limitado pela velocidade de reprodução. Como resultado, os usuários podem escolher a velocidade de fotogramas que será realizada no projeto – por exemplo, 24 fps para a rodagem de um longa metragem -, e estabelece de forma independente a frequência da imagem para gravação com opções de 5 até 80 fps.

A vantagem esta função é que podem ser captadas tomadas em câmera lenta ou rápida, uma vez que todos os arquivos gravados se ajustam à frequência de imagem para vídeo, e pode se apreciar a velocidade do movimento ao se ver os conteúdos. Deste modo, é possível reproduzir clipes desde a câmera projetando o mesmo aspecto que se obteria na linha do tempo de um programa de edição profissional.

Ao se filmar altas frequências para longas metragens ou anúncios televisivos, onde a qualidade da imagem é crucial, esta atualização oferece um novo formato RAW CinemaDNG de 12 bits comprimido em uma relação de 3:1. Esta nova prestação permite gravar arquivos RAW que ocupam um terço do espaço que requerem os arquivos do mesmo tipo sem compressão, trazendo, deste modo, o dobro da capacidade de armazenamento em um cartão CFast de igual tamanho.

O formato RAW com compressão 3:1 admite a captura de um maior número de fotogramas por segundo em cartões CFast aproveitando todas as vantagens deste tipo de arquivos que permitem acessar à máxima qualidade das imagens captadas pelo sensor da câmera ao processá-las em programas de edição tais como DaVinci Resolve.

BMD_logo

Screen Shot 2014-10-04 at 09.46.57

Fonte: Panorama Audiovisual

Aplicativo da Dejero faz transmissão ao vivo

21 nov

A Dejero anuncia o lançamento do aplicativo LIVE+ Mobile para iOS, versão 3.0., ideal para jornalistas em externas e colaboradores de vídeo, o LIVE+ Mobile App para iOS transformar um iPhone ou iPad em um poderoso portal de notícias ou ferramenta de evento ao vivo para transmissão de vídeo ao vivo, conteúdo de gravação para transmissão posterior, ou características para levar versatilidade e conectividade com o uso de pouca banda, como o aumento do manuseio da latência, links Wi-Fi para sistemas de Internet por satélite, e a habilidade de assinatura de feeds ao vivo para diferentes destinos de servidores.

Screen Shot 2014-11-21 at 11.54.34 AM

“Hoje as organizações de mídia estão procurando por cada vantagem competitiva que podem encontrar, e o que significa ter certeza que eles eram os primeiros a ir ao ar ao vivo e com as breaking news sempre que elas aparecerem”, diz Brian Cram, CEO da Dejero. “Uma vez que o nosso LIVE+ Mobile App é fácil de usar, qualquer um com um iPhone ou iPad pode se tornar um jornalista em campo e contribuir com vídeo quando ele encontrar uma história surpreendente. Broadcasters podem expandir suas funções de transmissão garantindo que todos na organização estejam com o app.”

O aplicativo móvel LIVE+ é usado diariamente por broadcasters para cobrir notícias no momento em que elas acontecem, transmitir eventos ao vivo e conduzir entrevistas em muitas situações que não são práticas para os equipamentos broadcast tradicionais. Emissoras inovadoras têm feito cobertura ao vivo e up-close de incêndios, inundações no Reino Unido, e severas tempestades de inverno. Os repórteres de esportes têm usado seus fones no campo depois de um jogo para conduzir entrevistas ao vivo com técnicos e jogadores e fora dos estádios em conversas com os fãs. O aplicativo pode transmitir ao vivo ou vídeo gravado usando a câmera frontal ou de trás no telefone ou tablet, habilitando os repórteres a cobrir e gravar histórias para o breaking news sem a necessidade de um caminhão de transmissão convencional ou operador de câmera.

A nova versão 3.0 do LIVE+ Mobile App possibilita que os dispositivos estejam conectados via Wi-Fi a sistemas de transmissão de satélite como terminais BGAN para, especialmente, localidades remotas. O modo de otimização da latência possibilita o mais rápido uso da latência possível dentro das condições de rede oferecidas, e o aplicativo faz o transporte de baixas resoluções para acomodar conexões trafegando em pouca banda.

A versão 3.0 do aplicativo LIVE+ Mobile está disponível na Apple App Store. Uma licença é requerida para enviar feeds ao vivo e gravá-los ou editar arquivos para servidores. Mais informações sobre Dejero e sua completa plataforma LIVE+ está disponível no site.

Screen Shot 2014-10-04 at 09.46.57

Fonte: Panorama Audiovisual

 

Lei desonera folha de pagamento da radiodifusão

19 nov

A desoneração da folha de pagamentos para o setor de radiodifusão agora é permanente segundo a Lei de nº 13.043/2014, publicada no Diário Oficial da sexta-feira, 14. Com a desoneração da folha, empresas de rádio e TV podem substituir a contribuição de 20% ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) por uma alíquota de 1% do faturamento.

Screen Shot 2014-11-19 at 1.30.48 PM

Para Daniel Slaviero, presidente da Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e TV (Abert), comemorou a medida. “A redução dos tributos incidentes sobre os salários dos trabalhadores vai melhorar a competitividade e fortalecer as empresas do setor, permitindo-lhes dar continuidade aos importantes investimentos em atualização tecnológica, com ênfase para a digitalização da televisão aberta no país e para a migração do rádio AM”, disse ele.

Screen Shot 2014-10-04 at 09.46.57

Fonte: Panorama Audiovisual

 

Beek Geeks’s Stuff | Os geeks de plantão irão adorar este post!

19 nov

Você, colecionador ou amante de itens voltados para o mundo geek, tem que ir correndo para a loja on-line e conhecer o Beek Geek’s Stuff.
logo
BeeK Geek’s Stuff é um site brasileiro que comercializa produtos voltados para o público geek. Daí o nome BeeK, que é a junção de Brazilian e geek.

Na loja, você encontra produtos DC Comics, Star Wars, Marvel, Star Trek, Séries TV, Angry Birds, games, além de gadgets, colecionáveis, bonecos, decoração, etc.

Screen Shot 2014-06-27 at 17.46.26
São eles quem foram os primeiros a oferecer no mercado as famosas Luminárias 3D Light FX, que são luminárias em formato de super-heróis, carros, esportes e outros.
TODOS
Vale a pena conhecer a loja e seus produtos, acesse www.beek.com.br

Factory293 | Making Of

17 nov

Perth, Austrália, verão, talvez esse não seja o cenário ideal para um grupo de cineastas criarem um filme que se passa em um período de guerra em 1940 no inverno.

Screen Shot 2014-11-17 at 19.04.19

De qualquer maneira, foi exatamente isso que Roderick MacKay e sua equipe realizaram com Factory293, um curta-metragem financiado por crowdfunding, que tem um nível de produção e efeitos visuais raramente visto em curtas.

Roderick e sua equipe também reuniram alguns takes de por trás das câmeras e efeitos visuais para acompanhar o lançamento do filme.

Como quase todos os filmes, Factory293 não é perfeito, mas serve como um excelente exemplo de como uma narrativa cinematográfica colaborativa pode ser. Muitos departamentos criativos, do diretor de arte ao especialista em efeitos visuais, tiveram de disparar sua memória a fim de atingir, e narrar, a história. Além do sincronismo astronômico da equipe, Factory293 serve como exemplo do que pode ser feito quando cineastas sonham alto. A maioria das pessoas estaria inclinada a dizer que você estaria louco por tentar criar uma obra de época sobre uma nevasca em 1940 na Rússia soviética em pleno verão australiano. No entanto, com uma equipe incrível de colaboradores e com um bom financiamento de quem acredita no seu projeto (crowfunding), Roderick e sua equipe tornou isto real e em grande estilo.

Fonte: Produccine
Texto original: No Film School

Merlin Cursos | Oeditor.com

17 nov

Investir em conhecimento é essencial para se destacar no mercado profissional, a Merlin Cursos é especializada em treinamentos, cursos e workshop aos profissionais que buscam agregar valor, conhecimento e criatividade ou apenas atualizar-se em seu conteúdo profissional.

Com professores experientes e cursos certificados pelos maiores fabricantes mundiais, a Merlin Cursos oferece diversos cursos especializados nas áreas de fotografia, vídeo e produção audiovisual.

O interesse em cursos profissionais vem aumentando expressivamente a cada ano, o que comprova o sucesso e a importância dos cursos para o mercado de foto e vídeo. Estudar na Merlin Cursos é garantia de alta qualidade nas produções e oportunidade de novos negócios!

Screen Shot 2014-11-17 at 16.48.00

Screen Shot 2014-11-17 at 16.48.48Screen Shot 2014-11-17 at 16.48.25

Screen Shot 2014-11-17 at 16.49.10

Oeditor Office | Blackmagic UltraStudio SDI

15 nov

Conheça a Blackmagic UltraStudio SDI, uma super placa de captura da Blackmagic Design.
Assista:

UltraStudio SDI da Blackmagic Design é um dispositivo USB 3.0 de captura HD-SDI compatível com Windows/Mac.

Captura de Tela 2014-11-15 às 10.21.04

O belo e compacto dispositivo usinado em alumínio recebe alimentação por meio de uma conexão USB 3.0. O UltraStudio SDI inclui todos os softwares e drives de captura/reprodução necessários, o que faz com que a instalação seja moleza.

O dispositivo captura vídeos 4:2:2 YUV sem compressão de 10 bits de qualquer deck, roteador de transmissão ou câmera de vídeo com saída SDI e os reproduz para monitores SDI com qualidade de transmissão. A conexão USB é compatível com velozes taxas de dados de até 4.8 Gb/s, rápidas o bastante para efetuar uma conexão direta de alta velocidade com o processamento de efeitos em tempo real de seu software de edição de vídeo.

O UltraStudio SDI também possui uma saída HDMI 1.4 para monitoramento por meio de uma televisão, monitor de computador ou projetor com HDMI. O controle de deck RS-422 está incluso, para controle de HDCAM SR, Betacam Digital, HDCAM, D5, DVCPRO HD e outros VTRs. Para genlock, o dispositivo aceita um sinal de referência blackburst e de sincronismo de 3 níveis.

Captura de Tela 2014-11-15 às 10.41.27

Todos os arquivos do UltraStudio SDI são de formato aberto padrão AVI, DPX e QuickTime para que você possa editar com praticamente qualquer software, incluindo Sony Vegas, The Foundry’s Nuke, eyeon Fusion, Digidesign Pro Tools e Adobe Premiere Pro, Photoshop e After Effects. Embora ele seja um dispositivo baseado em Windows, o UltraStudio é qualificado pela Apple para compatibilidade com o Final Cut Pro; portanto, você pode capturar em lote de decks e reproduzir linhas do tempo FCP com efeitos em tempo real RT Extreme. Outros recursos do Final Cut Pro suportados incluem renderização de 10 bits, áudio de 16 canais, controle de deck e suporte para JPEG, DV, DVCPRO, DVCPRO HD e vídeos sem compressão de 8 e 10 bits.

Conexões de alta qualidade
O UltraStudio SDI inclui as conexões SDI da mais alta qualidade e de baixo “jitter”, que alternam instantaneamente entre todos os formatos de vídeo SD e HD. Conecte-o com decks como Digital Betacam, HDCAM, HDCAM-SR, Panasonic D5, DVCPRO HD, Sony PMW-F3 e outros. O UltraStudio SDI inclui saída HDMI 1.4; portanto, você pode utilizar qualquer televisão como um monitor de transmissão, reduzindo sensivelmente o custo total de sistemas de edição. A saída HDMI até permite que você conecte-o a projetores de vídeo para um ambiente de sala de exibição no estilo cinema. O UltraStudio SDI inclui controle de deck, genlock e total alimentação via USB 3.0.
Vídeo de incrível qualidade
Com o UltraStudio SDI, você tem captura e reprodução de vídeo com e sem compressão na mais alta qualidade de 4:2:2 YUV de 10 bits. Apenas o vídeo sem compressão captura cada parte de todos os pixels na conexão de vídeo SDI, para uma imagem exatamente de captura e reprodução. Essa é a mais alta qualidade possível da especificação SDI.
USB 3.0
Para um design preparado para o futuro, o UltraStudio SDI possui USB 3.0 integrado, para uma conexão de alta velocidade de 4.8 Gb/s que é até 10 vezes mais rápida que USB 2.0 ou FireWire. O USB 3.0 é integrado nos computadores mais recentes e é mais de 3 vezes mais rápido que vídeos HD. Isso significa que você tem uma conexão direta de alta velocidade com o processamento de efeitos em tempo real de seu software de edição. Você não precisará desperdiçar tempo de CPU comprimindo vídeos simplesmente para reproduzi-los, o que dá a você mais efeitos HD em tempo real do que produtos sem tal conexão de alta velocidade. Diferentemente dos mais antigos USB 2.0 e FireWire, você não está restrito a um único formato de vídeo comprimido e de renderização lenta. Escolha formatos de vídeo com ou sem compressão com base no que você está fazendo.
Ampla Compatibilidade
A BlackMagic Design é a maior fabricante de placas de captura do mundo; portanto, você tem a mais ampla compatibilidade com software de terceiros. Utilize software DirectShow e QuickTime e edite em seu software NLE favorito, como o Adobe Premiere Pro e o Sony Vegas. Para o design de composição e transmissão, o UltraStudio SDI é compatível com After Effects, Nuke, Fusion e Photoshop. Engenheiros de áudio vão adorar utilizar o UltraStudio SDI com o Avid Pro Tools e o Steinberg Nuendo. Todos os arquivos UltraStudio SDI são de formato aberto padrão AVI, DPX e QuickTime, sendo, portanto, compatíveis com qualquer software. O UltraStudio SDI inclui até um SDK de desenvolvedor, para que você possa desenvolver suas próprias soluções personalizadas.
Inclui software, drivers e plug-ins
O UltraStudio SDI inclui tudo que você precisa para design de edição, pintura ou transmissão. Há um conjunto completo de drivers para captura e reprodução com efeitos em tempo real no Premiere Pro. Há, também, um conjunto de utilitários da Blackmagic: Disk Speed Test, LiveKey, e o codec de software Blackmagic. Também incluso está o software Media Express para captura e saída em lote para fita com controle de deck com precisão de quadros utilizando arquivos AVI, QuickTime e DPX. O Media Express permite que você utilize praticamente qualquer software para trabalho com vídeos. O Adobe Photoshop é o padrão internacional para design de pintura e imagem, e o UltraStudio SDI inclui plug-ins para Photoshop que permitem que você capture quadros da entrada de vídeo ou envie quadros para a saída de vídeo – diretamente de dentro do próprio Photoshop. O UltraStudio SDI também é compatível com visualização RAM em tempo real no Adobe After Effects.

Captura de Tela 2014-11-15 às 10.22.49

Utilitários Blackmagic
O LiveKey permite que você insira logos e outros gráficos em tempo real utilizando saídas SDI transformando o UltraStudio SDI em uma placa keyer de definição padrão. O Disk Speed Test verifica seu array de disco e dá a você um teste de velocidade de fácil compreensão com os resultados em quadros de vídeo por segundo. O mundialmente famoso Codec Blackmagic permite a mais alta qualidade de renderização em intensidade e, diferentemente de outros produtos, somente o Codec Blackmagic possui filtragem de cores 4:2:2 de suavização correta, de forma que gráficos RGB sejam convertidos em espaço de vídeo 4:2:2 YUV correto sem problemas de “aliasing”.

Conheça mais acesse:
www.blackmagicdesign.com

BMD_logo

Entenda o que faz o profissional da colorização | Blackmagic Design

14 nov

O cinema nasceu preto e branco mas em 1901 ganhou cores. Duas foram as principais tendências nas pesquisas do cinema colorido: a colorização posterior às filmagens e a captação das “cores naturais” durante as filmagens. A princípio, elas causavam deslumbre e foram usadas à exaustão. A colorização nasceu da necessidade de corrigir “imperfeições” da captação, incluindo white balance, erros de exposição, condições variáveis de luz.

Não demorou muito tempo para que produtores e admiradores da sétima arte entenderem que, além da antiga limitação técnica, a ausência ou presença de cores alterava a narrativa de um filme, incorporando-se à linguagem tanto quanto a fotografia, o figurino ou a arte.

Desde então, com objetivos técnicos e artísticos, a correção ou gradação de cores faz parte das escolhas de um diretor para contar uma história.

Um exemplo das motivações artísticas são dois filmes do mesmo diretor, cujas cores são totalmente distintas, como o alaranjado Abril Despedaçado (2001) e o acinzentado Diários de Motocicleta (2004), de Walter Salles.

systems

Outra evidência é que, mesmo com a tecnologia a cores estando disponível a um custo baixo, ainda hoje se fazem filmes em preto e branco, como O Artista (2011), de Michel Hazanavicius e Blacanieves (2012), de Pablo Berger.

Hoje em dia a colorização como técnica de linguagem evolui das telas do cinema para a televisão e hoje está presente em seriados, novelas e documentários. Vale lembrar a recente produção da Rede Globo, a mini-novela O Rebu, que destacava a melancolia dos personagens com uma cor predominantemente azul.

Por definição “Color Grading” é o processo de alterar ou realçar as cores de um filme (em película) ou de uma imagem digital. Este processo pode ser eletrônico, fotoquímico ou digital. O processo fotoquímico é em geral, realizado em um laboratório fotográfico. Atualmente, a correção de cor tanto para cinema, quanto para TV é feita quase totalmente de maneira digital.

hero

Se você ainda não está convencido da importância da colorização, pense que fazer ajustes e efeitos de colorização na pós-produção pode diminuir muito o tempo de filmagem e por consequência diminuir os custos de produção. Algumas situações de luz e cor são demasiado complexas no mundo real, e seria muito caro e demorado realizá-las num set de gravação.

Quase todos os sistemas atuais de correção de cor digital são baseados em poderosos computadores, com grande poder de processamento e armazenagem de dados, aliados a softwares complexos, monitores de vídeo com calibração ajustável e dispositivos de controle e entrada de dados.

No Brasil a colorização é abordada nos cursos de audiovisual como parte das outras disciplinas de “finalização”, por isso, a especialização na área acaba acontecendo no mercado de trabalho.

davinci-hero

Bruno Fraga, da Guaiamum Videos, conta que uma opção é fazer cursos do software como o Davinci Resolve, da Blackmagic Design, faça download da versão free do software clicando aqui.

Outra dica é a leitura de dois livros que tratam dos fundamentos da correção de cor e color grading: The Color CorrectionHandbook: Professional Techniques for Videoand Cinema, do Alexis Van Hurkman e The ArtandTechniqueof Digital Color Correction, do Steve Hullfish.

Screen Shot 2014-11-14 at 17.08.00

Esses livros não são específicos para nenhum programa. Paralelamente é fundamental tornar-se um observador crítico de como as cores fazem parte da narrativa no audiovisual.

Fonte: Redação TelaBr

BMD_logo

Interstellar | Making Of

13 nov

Interstellar é um filme de ficção científica dirigido por Christopher Nolan e estrelado por Matthew McConaughey, Anne Hathaway, Jessica Chastain, Bill Irwin, Ellen Burstyn e Michael Caine.

Ele conta a história de um grupo de exploradores espaciais que viajam através de um buraco de minhoca. Nolan combina suas próprias ideias com um roteiro já existente desenvolvido em 2007 por seu irmão Jonathan Nolan para a Paramount Pictures e a produtora Lynda Obst.
INTERSTELLAR

A Warner Bros., que distribuiu os filmes anteriores de Nolan, negociou com sua tradicional rival Paramount para ter uma parcela financeira em Interstellar. A Legendary Pictures, que antigamente era parceira da Warner, também procurou uma porção. Os três estúdios financiaram o filme que está sendo produzido pela Syncopy Films e a Lynda Obst Productions.

cdn.indiewire.com

Nolan contratou o diretor de fotografia Hoyte van Hoytema já que seu tradicional colaborador Wally Pfister estava ocupando trabalhando em Transcendence, seu primeiro filme como diretor. Interstellar foi filmado combinando os formatos anamórfico 35mm e IMAX. As filmagens começaram em agosto de 2013 em Alberta, Canadá, indo depois para a Islândia e por fim Los Angeles, Califórnia.

Assista o Making Of:

Rede Século 21 realiza curso presencial de Comunicação

13 nov

Teve início, na última quarta-feira, 12, o Curso Presencial de “Produção de Vídeo e Assessoria de Imprensa”, organizado pela Rede Século 21 e Educação a Distância Século 21. Comunicadores de várias cidades do país participam das aulas presenciais, após terem realizado cursos online de “Introdução à Produção de Vídeo” e “Introdução à Assessoria de Imprensa”.

curso2

“O conteúdo é ‘Rei’! Usamos todos os meios para transmitir a Boa Notícia, seja TV, internet, cursos a distância, impresso… queremos criar ‘redes’ de comunicação e ajudar a todos a desenvolverem seus projetos de Pascom nas paróquias e Dioceses”, afirmou o Idealizador da Rede Século 21, Pe. Eduardo Dougherty,sj.

curso5

Durante os três dias de curso, os comunicadores terão aulas sobre: “Conceitos de linguagem de TV”; “Pré-produção e produção de vídeo”; “Preparação de estúdios para gravação”; “Edição e finalização de vídeo”; “Assessoria de imprensa”; “Conteúdo Online”. Para colocar em prática todo aprendizado, serão realizadas experiências de gravações em estúdio e externa, para um vídeo de conclusão do curso.

curso4

Estão presentes representantes de: Sorocaba SP, Várzea Paulista SP, São João da Boa Vista SP, Campinas SP e Curitiba PR.

 

Cursos gratuitos de comunicação online

Os cursos “Introdução à Produção de Vídeo” e “Introdução à Assessoria de Imprensa” estão disponíveis gratuitamente de forma online, no site www.rs21.com.br/ead.

Screen Shot 2014-11-13 at 11.16.49 AM

O curso “Introdução à produção de vídeo” aborda noções gerais sobre vídeo, luz, edição, câmera e gravações. O segundo curso é “Introdução à assessoria de imprensa”, com conteúdo informativo sobre produção de texto, atuação do profissional da Assessoria e os diferentes produtos elaborados por ele.

O curso online conta com diferentes módulos explicativos, com aulas em vídeo e apostilas. O aluno que concluir todo o curso, e alcançar média nas avaliações, receberá certificado emitido pela EAD Século 21.

Já o módulo presencial será realizado nos estúdios da Rede Século 21, em Valinhos SP. O aluno deverá se inscrever no site da EAD, clicar em “promoções”, e realizar sua pré-inscrição. O curso presencial é direcionado para comunicadores engajados em suas Dioceses. As datas e turmas presenciais serão divulgadas de acordo com as inscrições.

Ross Video | Sixty

12 nov

Ross Video acaba de fechar uma aliança com a agência criativa norueguesa Sixty, responsável por branding e grafismo on-air em numerosos canais nos últimos 12 anos.

470260136_640

Sixty é resultado da fusão entre o estúdio de desenho Gosu e os desenvolvedores de soluções digitais para mídia Kamikaze. Depois de haver trabalhado no desenho para ambientes broadcast durante mais de uma década, Sixty tem uma ampla experiência em software e os melhores motores gráficos para emissão.

Isto faz da Sixty um sócio-estratégico atrativo para muitas companhias de mídia de todo o mundo, unindo um vínculo natural conteúdo, distribuição e tecnologia.

-ross-video-fecha-com-sixty-12-11-2014-11-47-25-174

Como reconhece Alexander Oksenberg, diretor de Vendas e Marketing da Sixty “os broadcasters tradicionais estão tendo cada vez mais um custo cauteloso devido a feroz competição de OTT e streaming. Cremos que a ampla gama de soluções de software e hardware avançado da Ross Video não é somente superior quanto ao preço, senão que seu verdadeiro fator decisivo é seu enfoque contínuo para incorporar valor à indústria dos meios através da inovação, uma ISP aberta e seu enfoque é a criação de relações a longo prazo com sócios como conosco mesmos. Temos utilizado uma série de soluções gráficas dos principais fabricantes nos últimos anos e podemos dizer com segurança que Xpression nos permite gerar uma qualidade em gráficos que se encontra entre as melhores do mundo”.

Screen Shot 2014-10-04 at 09.46.57

Fonte: Panorama Audiovisual

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.446 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: