CAPES disponibiliza revista National Geographic para todos os brasileiros

25 mar

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) oferece, gratuitamente, pelo Portal de Periódicos, acesso à revista National Geographic. O periódico está disponível ao público desde a primeira edição, de 1888, até o ano corrente. Por meio do acordo da CAPES com a editora responsável pela publicação, todo IP brasileiro terá acesso ao conteúdo.

Com quase 130 anos de história, a publicação é reconhecida pela qualidade em fotojornalismo e cartografia, oferecendo cobertura aprofundada de ciência, tecnologia, geografia, culturas, vida animal, meio ambiente e ecologia. Devido à variedade de temas, o título beneficia professores, estudantes, pesquisadores e outros profissionais que têm curiosidade acadêmica e gostam de ampliar seus conhecimentos.

Na página da revista, os usuários também têm acesso a edições da National Geographic Brasil, além de materiais de áudio e vídeo originais produzidos pelas expedições da National Geographic Society – entidade norte-americana responsável pela editoração do conteúdo.

National Geographic é mensal e divulgada em vários países. Possui visibilidade internacional devido à sua qualidade editorial e está indexada em uma plataforma de busca de fácil acesso, que permite navegação rápida pelos assuntos de interesse. O periódico é publicado em mais de 30 idiomas, incluindo português, grego, polonês, coreano, hebraico, tcheco e romeno.

A pesquisa pode ser feita por meio de qualquer computador ligado à internet – em casa, na escola, no trabalho ou onde o usuário se sentir confortável para navegar e explorar o conteúdo disponível. Além de visualizar na íntegra os artigos, é possível armazenar as informações de interesse em uma conta pessoal ou ainda imprimir o material para posterior leitura.

O acesso pode ser realizado a partir do banner localizado na página inicial do Portal – área “Parceiros” – ou no link buscar base. Há ainda a possibilidade de pesquisa pelo campo buscar periódico, onde o usuário encontrará as opções National Geographic AdventureNational Geographic Explorer e National Geographic Traveler.

Portal de Periódicos
Portal de Periódicos da CAPES é uma biblioteca virtual que reúne e disponibiliza a instituições de ensino e pesquisa no Brasil o melhor da produção científica internacional. Com um acervo de mais de 38 mil títulos com texto completo, 134 bases referenciais, 11 bases dedicadas exclusivamente a patentes, além de livros, enciclopédias e obras de referência, normas técnicas, estatísticas e conteúdo audiovisual.

Criado para ampliar o acesso das bibliotecas brasileiras à informação científica internacional, o Portal é considerado um modelo de consórcio de bibliotecas único no mundo, pois é inteiramente financiado pelo governo brasileiro. Devido a sua abrangência nacional o Portal é a iniciativa do gênero com o maior alcance no planeta.

Fonte: CCS/CAPES

Anúncios

Gorilla Group Implementa DaVinci Resolve Studio para Entrega UltraHD 4K HDR

20 mar

Desenvolvido pela Jigsaw24, o sistema inclui uma estação de trabalho HP Z8 operando Linux e Windows, além de um gabinete externo com três placas de vídeo NVIDIA Titan V 12GB, 12 compartimentos SSD para armazenamento local e Ethernet 40GB. A suíte também conta com monitores de referência Sony BVM-X300 e Dolby PRM 4200.

“Resolvemos montar o sistema depois que nos pediram para colorizar uma série dramática de 6 episódios para o Channel 4 e a Netflix, em colaboração com a colorista Jet Omoshebi da Goldcrest Post”, contou Richard Moss, diretor executivo do Gorilla Group. “‘Traitors’ foi o nosso primeiro projeto em Dolby Vision, então tentamos replicar a configuração utilizada pela Jet na Goldcrest, a fim de facilitar o processo o máximo possível. Desde que montamos o gabinete, ele também se tornou a nossa caixa transcodificadora para entrega em IMF.”

“Realizar a entrega através do fluxo de trabalho IMF da Netflix é uma curva de aprendizado significativa, então trabalhamos com as equipes de ciência de cores da Dolby e da própria Netflix para implementar uma linha de produção de cores ACES”, contou Richard.

O fato do DaVinci Resolve contar com um editor não-linear (NLE) completo, assim como ferramentas padrão da indústria, foi um elemento determinante na escolha do Gorilla Group.

“Primeiramente, tínhamos que produzir uma gradação Dolby Vision para a Netflix e, em seguida, uma versão SDR para o Channel 4, onde a série seria lançada”, explicou. “O Channel 4 tem intervalos comerciais, enquanto que a Netflix requer vídeos ininterruptos. Também tínhamos que lidar com entregas internacionais, além de masters com e sem gradação para o acervo. Com o DaVinci Resolve, conseguimos integrar tudo isso.

“Considerando o número elevado de entregas; as indas e vindas em diferentes suítes de gradação e finalização e a inclusão de efeitos visuais, é fundamental que os dois sistemas operem paralelamente. Conseguimos simplificar tudo isso permanecendo no DaVinci Resolve ao longo de todo o processo.”

Segundo Richard, no fim das contas, contar com um fluxo de trabalho descomplicado é fundamental. “Quando você está trabalhando em 60 episódios de um programa, é preciso usar bom senso e encontrar a solução mais prática. A quantidade de editores e coloristas que sabem trabalhar com DaVinci Resolve é enorme, o que facilitou bastante a nossa decisão de implementá-lo. Na verdade, recentemente tivemos que abrir uma segunda suíte Resolve para atender novas demandas de clientes.”

Membro adicional indicado para a Diretoria Executiva do Grupo ARRI

20 mar

O Conselho de Supervisão do Grupo ARRI, em sua reunião de ontem, decidiu nomear um novo membro para a Diretoria Executiva do Grupo ARRI, formado atualmente pelo Dr. Joerg Pohlman e Dr. Michael Neuhaeuser.
Com vigência a partir de 1o de abril de 2019, Markus Zeiler, até o momento chefe da Unidade de Negócios de Iluminação da ARRI, será membro da Diretoria Executiva do Grupo ARRI. Sua nova área de responsabilidade dentro do Conselho Executivo será a gestão de negócio global do aluguel de equipamentos da ARRI.

O Professor Dr. Hans-Joerg Bullinger, Presidente do Conselho de Supervisão do Grupo ARRI, sobre a nomeação de Markus Zeiler, comenta: “O negócio de aluguel é de grande importância para a ARRI. Os fundadores da empresa, August Arnold e Robert Richter, não apenas construíram equipamentos de tecnologia de filme a partir de 1917, mas também promoveram o negócio de aluguel.” Além disso: “O desenvolvimento de negócios da ARRI Rental é bom, mas muito diferente em todo o mundo. A América do Norte, como o mais importante mercado de cinema e TV, oferece à ARRI Rental oportunidades especiais, mas também desafios. Markus Zeiler certamente se dedicará a essa tarefa com a mesma paixão que ele trouxe para administrar e expandir com sucesso os negócios de iluminação na ARRI nos últimos seis anos.”

Markus Zeiler é um físico graduado da Universidade de Regensburg, na Alemanha e da Universidade de Reading, no Reino Unido. Em 2000, iniciou sua carreira profissional na OSRAM Opto Semiconductors como engenheiro de desenvolvimento de LED e tecnologia de sensores. Após 10 anos, Markus Zeiler aceitou o cargo de Gerente Geral na start-up Optogan GmbH, para construir seus negócios internacionais. Em janeiro de 2013, a ARRI trouxe Markus Zeiler para Stephanskirchen, na Alemanha, para se juntar à divisão de Iluminação, que ele conseguiu administrar com sucesso junto com Markus Lampier.

Os produtos de iluminação ARRI e soluções de estúdio são apreciados em todo o mundo e são conhecidos por seu alto poder inovador, confiabilidade e facilidade de uso nas áreas de cinema, TV, fotografia, teatro e eventos ao vivo.
Markus Zeiler foi responsável pela expansão da tecnologia digital LED e pela introdução bem-sucedida da plataforma SkyPanel na ARRI.

EDITOR PACK | Mais de 64.000 mil itens para você!

18 mar

EDITOR PACK! MAIS DE 64 MIL ITENS PARA VOCÊ!
https://www.editorpack.com/​

São mais de 64.000 MIL ARQUIVOS em 1 PACK, por R$ 49,00.

Ganhe um tempo precioso! Torne-se mais produtivo, aproveite e baixe agora: Valor final: R$ 450,00, valor com desconto, R$ 49,00.

O que vem no EDITOR PACK:

– 470 LUTS DE COR

– 1625 EFEITOS ÁUDIO

– 34000 IMAGENS PNG

– 27000 FONTS DE TEXTO

– 220 EFEITOS VÍDEO

– 83 EFEITOS DE TRANSIÇÃO

– 75 TEMPLATES LETTERBOX

– 68 EFEITOS DE TEXTO PREMIERE

– 06 PRESETS EXPORT ADOBE PREMIERE

– 12 PRESETS DE COR SONY VEGAS

– 15 PARTICULAS 20 TARJAS LOWER THIRDS

– 150 ICONES

– 500 LAYOUTS PSD EDITÁVEIS

– PROJETO PADRÃO XML EMISSORAS DE TV (Premiere)

#audiovisual #editorskeys #isetups #apple #adobepremiere #trello #geniodesk #audiovisual #filmmaker #edicaodevideo #blackmagic #adobebrasil #duplicvideo #producaodevideo #produçãodevídeo #filmmaking #filmmaker #filmmaker #joboftheday #diretordefotografia #directorofphotography #jobdodia #videographer #photography #photographer

Tello | O divertido drone projetado para iniciantes

18 mar
O Com recursos de primeira linha, o Tello é perfeito para usuários amadores na pilotagem de veículos aéreos não tripulados. Leve e compacto, o modelo possui funcionalidades proprietárias para facilitar a aprendizagem do novo piloto. Confira abaixo alguns dos recursos especiais do drone, fabricado pela Ryze Tech com tecnologia DJI:
Aplicativo proprietário
Você nunca pilotou um drone? Sem problemas! O Tello foi criado com o intuito de tornar a experiência de novos pilotos mais fácil já que o sistema de controle do drone é muito intuitivo. Se você se interessou, basta baixar o aplicativo Tello em seu smartphone e realizar manobras impressionantes com apenas um toque na tela.Programável
Com a funcionalidade Throw & Go, por exemplo,  é possível executar acrobacias durante o voo e realizar oito flips diferentes por meio da tela do celular! Além disso, outro recurso mais aprimorados do Tello é a capacidade de programação usando o Scratch, um sistema de codificação desenvolvido pelo MIT na qual é possível programar padrões de voo próprios.

Compatibilidade com dispositivos
Devido a tecnologia EZ Shots, é possível voar rapidamente em três padrões específicos: Círculo, 360 e Up & Away enquanto grava vídeos curtos, tudo em um movimento suave graças ao potente processador da Intel e à estabilização eletrônica de imagem, transmite fotos e vídeos ao  vivo  em  HD  (720p)  por  meio  da  câmera integrada de 5 megapixels. Todo o conteúdo pode ser compartilhado nas redes sociais em tempo real diretamente do smartphone. O drone possui compatibilidade com headsets de realidade virtual possibilitando que o voo seja visto em 360 graus e em tempo real.

Extremamente leve e portátil
Com apenas 80g (hélices e bateria incluídas), o Tello pode voar por até 13 minutos a uma velocidade de 28,8 km/h, dentro de um raio de até 100 metros de distância. Além disso, seu design durável combinado com as tecnologias de voo da DJI, garante confiança na hora do voo. Portátil, o modelo pode ser levado para diversos lugares e, ainda, é super seguro para voar dentro de ambientes fechados graças as suas proteções de software e hardware, com um único toque é possível decolar e aterrizar automaticamente; seu sistema de posicionamento de visão facilita a flutuação precisa; quando a bateria fica fraca, os alertas se apagam. Além disso, mesmo que a conexão se perca, o Tello ainda pode pousar com segurança graças à sua proteção à prova de falhas.

Você sabia que a AIC também tem cursos online?

13 mar

Pensando que no Brasil, o acesso à educação audiovisual ainda é, de certa forma, concentrado no eixo Rio-São, lançamos a AIC Online, há pouco mais de um ano. Assim, a AIC abre seus horizontes e estende a mesma experiência e qualidade dos cursos presenciais a todo o Brasil.Seguindo a mesma filosofia dos cursos presenciais, os cursos online seguem uma metodologia própria, onde teoria, criatividade e prática andam juntos.
Agora em março três novos cursos integrarão o catálogo e serão lançados com preços promocionais: Cinema Online, Direção de Fotografia Online e Criação de Série de TV Online. Confira.

No mês da mulher o assunto é Mulheres no Cinema. Declare seu amor pelo cinema e concorra a bolsas de estudo para estudar na AIC.

13 mar

Mais do que nunca esse assunto está em pauta. Debatido na mídia internacional, em Hollywood, nos bastidores dos festivais, nos sets comerciais e no cinema independente: a contribuição das mulheres em todas as etapas da criação, produção e distribuição audiovisual. Como desafiar o sistema e gerar mais oportunidades e reconhecimento num setor historicamente masculino?

Pensando em formas de aquecer esse debate, neste Dia Internacional da Mulher a Academia Internacional de Cinema (AIC) lança um Concurso Criativo e recruta todas as mulheres a declararem seu amor pelo cinema. A ideia é simples: você faz um vídeo de até um minuto declarando seu amor pelo cinema, posta em suas redes sociais com as hashtags #AIC e #MulheresNaDireçãoAIC e preenche o formulário disponível no site. A data limite para inscrição é 31/03/2019. Os três melhores vídeos ganharão bolsas em nossos cursos de férias e online.

Leia o regulamento, participe e compartilhe!

Smash | Serviço GRÁTIS para envio de arquivo sem limite de tamanho

12 mar

Acabou o tempo em que precisávamos carregar CDs, DVDs e HDs para transferir arquivos de tamanho e quantidade grandes. Serviços de computação em nuvem, como o WeTransfer, passaram a oferecer serviços simples e gratuitos para isso. Agora, o Smash vem para se tornar uma alternativa ainda mais atraente, sem limite de tamanho e registro.

O atrativo do Smash é justamente ele oferecer uma plataforma que não tem restrições com relação a quantidade e tamanho de arquivos. O melhor, tudo feito direto do navegador e sem a necessidade de autenticação de credenciais.

Para usar o aplicativo basta arrastar os arquivo ou selecionar o ícone do Smash para adicionar o conteúdo. Você pode conferir toda a seleção em uma caixa com uma prévia e entre as opções de compartilhamento estão link, email e Slack — em todas o material fica disponível por uma semana.

versão Premium traz uns mimos interessantes, como poder guardar o conteúdo por um ano, prioridade na fila de transferência, histórico, relatórios e mais opções de customização. Os planos pagos saem por US$ 5 (R$ 18,61, sem taxas) por mês no plano anual ou US$ 10 (R$ 37,22).

ARRI anuncia pequeno receptor de vídeo WVR-1s e cooperação contínua com a Teradek

7 mar

Em novembro de 2018, a Vitec, com sua marca Teradek, líder de mercado em sistemas de transmissão de vídeo sem fio para a indústria cinematográfica, adquiriu a Amimon, fornecedora da tecnologia de transmissão de vídeo dentro do Teradek Bolt e do sistema de vídeo sem fio da ARRI (WVS). Em uma declaração conjunta com a ARRI, a Vitec declara seu compromisso contínuo com a linha de produtos ARRI WVS, que está sendo ampliada com sua mais recente adição, o ARRI WVR-1s, um receptor de vídeo sem fio compacto e leve.

O receptor de vídeo sem fio ARRI WVR-1s, foi projetado principalmente para permitir que foquistas e diretores monitorem remotamente as imagens à medida que são capturadas. Uma opção menor e mais leve ao WVR-1 de longo alcance da ARRI, o WVR-1s pode ser rapidamente emparelhado com o transmissor ARRI WVS e têm um alcance operacional de até 150 metros / 500 pés. O WVR-1s é construído de acordo com os altos padrões da ARRI, com um revestimento de alumínio fresado e robusto. Para aumentar a flexibilidade no uso portátil e reduzir o peso total, ele possui antenas integradas, adaptadores de bateria para micro baterias e uma saída de energia extra para um monitor. Com o apoio da rede global de centros de serviços da ARRI, qualquer tempo de inatividade será reduzido ao mínimo e, como o ARRI WVS é totalmente certificado, os operadores podem estar confiantes de que estão sempre em conformidade com os regulamentos locais de transmissão.

“Os recursos do sistema de vídeo sem fio da ARRI, baseiam-se em muitas conversas com profissionais da indústria”, afirma Marc Shipman-Mueller, gerente de produtos de sistemas de câmera da ARRI. “Respondendo a demanda do cliente, estamos agora dando o próximo passo lógico, de introduzir um pequeno receptor, o WVR-1s. Estamos fazendo isso em estreita coordenação com a Teradek, que fornece a tecnologia Amimon dentro do WVR-1s e está ansiosa por uma relação de trabalho positiva e contínua.”

Continue lendo

Introdução à Trilha Sonora – Leitmotiv (Tema)

6 mar

A expressão “leitmotiv” é uma palavra do idioma alemão que se traduzida significa “motivo condutor”. O “leitmotiv” refere-se à uma técnica que ficou conhecida através do compositor Richard Wagner e consiste em utilizar um ou mais temas para caracterizar personagens ou situações e com isso construir emoções com base na memória associativa.

Acompanhe todos os conteúdos gratuitos: https://www.filmecon.com.br/

Conheça o curso completo: https://www.avmakers.com.br

Blackmagic Design Anuncia a DeckLink Quad HDMI Recorder

6 mar

A Blackmagic Design anunciou hoje a DeckLink Quad HDMI Recorder, uma placa de captura PCIe totalmente nova, com 4 entradas HDMI 2.0b independentes para captura simultânea de qualquer combinação de SD, HD, Ultra HD, DCI 4K e até formato de vídeos para computadores.

A DeckLink Quad HDMI Recorder está disponível por US$545 através de revendedores Blackmagic Design no mundo todo.

A DeckLink Quad HDMI Recorder é placa de captura PCIe de alta performance e terceira geração com 8 vias capaz de transferir dados a até 32 Gb por segundo. Com 4 conexões de entrada HDMI 2.0b independentes para captura multicanal, a DeckLink Quad HDMI Recorder suporta 4 fluxos de vídeo diferentes a até 60 quadros por segundo. Todas as entradas HDMI podem captar padrões de vídeo ou sinais de entrada de computador totalmente diferentes, portanto é como se você adquirisse 4 placas de captura em uma.

A DeckLink Quad HDMI Recorder conecta-se através de um compartimento PCIe disponível e surge como 4 placas de captura separadas no seu computador. Utilizando o SDK gratuito Blackmagic Desktop Video, compatível com Mac, Windows e Linux, os desenvolvedores de software podem escolher canais HDMI diferentes para gravação. Aplicativos de software diferentes podem gravar fluxos de vídeo diferentes simultaneamente. Isto torna a DeckLink Quad HDMI Recorder ideal para soluções de streaming ao vivo, aplicativos de switchers de produção, servidores broadcast e muito mais.

Os clientes podem usar qualquer combinação de programas como vMix, Wirecast e OBS para gravações e streaming multicanal. Por exemplo, usuários do vMix podem gravar simultaneamente a entrada de duas câmeras, um computador e um console de videogame, com cortes e transmissão ao vivo pela internet. E o melhor de tudo, a DeckLink Quad HDMI Recorder foi desenvolvida para ocupar um único compartimento, sendo perfeita para uso em servidores com montagem em racks de perfil baixo, bastante utilizados em redações de telenoticiários, vans e centros de processamento de dados.

Continue lendo

Novidades Blackmagic

6 mar

Assista e saiba quais são as últimas novidades sobre as câmeras Blackmagic, o Blackmagic Duplicator 4K e as placas de captura e reprodução DeckLink.

 

CURSO DE HOJE! Gramática da edição audiovisual

27 fev

Quando um corte deve ser feito? Essa é a pergunta que todo editor consciente deve se fazer sempre que estiver com o software aberto e diante do material bruto de um projeto. Por isso, independentemente de qual software de edição o profissional escolha usar, entender as possibilidades criativas da edição é o fator crucial para a qualidade e o sucesso de um trabalho.

Em Gramática da Edição Audiovisual você faz um estudo através de diversas cenas consagradas no cinema e veremos ainda como o público é impactado pelo trabalho do editor.

#audiovisual #editorskeys #isetups #apple #adobepremiere #trello #geniodesk #audiovisual #filmmaker #edicaodevideo #blackmagic #adobebrasil #duplicvideo #producaodevideo #produçãodevídeo #filmmaking #filmmaker #filmmaker #joboftheday #diretordefotografia #directorofphotography #jobdodia #videographer #photography #photographer

http://www.gustavolopes.com.br
http://www.oeditor.com

E-mail: contato@oeditor.com
Whatsapp: (19) 99798-0204

Drones mapeiam e inspecionam áreas de mineração para garantir segurança dos mineradores

27 fev
Mineração é conhecida há muito tempo como uma das profissões mais perigosas do mundo. No subsolo profundo, os trabalhadores podem ser vítimas de desmoronamentos repentinos, inundações ou vazamentos de gases tóxicos. Atualmente, com o avanço tecnológico, drones atuam nessa frente contribuindo com os mineradores. A Emesent, uma startup de tecnologia australiana, criou uma solução chamada Hovermap que permite que os drones naveguem autonomamente por espaços escuros e apertados, mesmo quando não há GPS disponível.
Graças à tecnologia de sensoriamento remoto LIDAR (Light Detection and Ranging), que usa pulsos de laser rápidos para mapear a superfície da Terra e é útil para criar superfícies, modelos de terreno e elevações digitais de alta resolução ​​para várias aplicações de negócios, a Emesent mapeia os subsolos e cria modelos 3D ricos em dados que podem ser usados ​​posteriormente para rastrear a integridade estrutural dessas áreas.

Drone de rastreamento autônomo
Na mineração, as empresas costumam usar uma técnica chamada “parada” para extrair metais preciosos. Os vazios subterrâneos são criados por detonação do corpo de minério e extração da rocha fragmentada. As “paradas” precisam ser escaneadas para garantir que nenhum minério valioso tenha sido deixado no solo e para verificar se o material residual foi extraído por engano, diluindo a qualidade do minério.

A varredura das paradas é atualmente uma tarefa perigosa, pois os topógrafos precisam operar perto da entrada do estator, onde há um alto risco de queda de rochas. O envio de um drone  habilitado para realizar o Hovermap a uma distância segura previne que os avaliadores sejam colocados em risco.

O Hovermap permite que a indústria de mineração inspecione com segurança áreas inacessíveis de minas subterrâneas, enquanto melhora o tipo e a qualidade dos dados coletados para desbloquear novos horizontes”, disse o Dr. Stefan Hrabar, co-fundador e CEO da Emesent.

Continue lendo

Tudo o que você precisa para decolar sua carreira no audiovisual!

26 fev

O AvMakers é a maior escola online do Brasil com conteúdo técnico exclusivo para Filmmakers, Fotógrafos, Produtores, Editores, Diretores, Operadores de Som e Mixagem, Coloristas, Animadores, Motion Designers, Youtubers, Infoprodutores etc. Se você atua em alguma área do audiovisual, o AvMakers é para você!

  • 1 ano de acesso a todos os cursos
  • Cursos novos toda semana
  • Certificados digitais inclusos
  • Suporte direto com professores
  • Suporte com SLA de 4 horas úteis
  • Aplicativos para Android e iOS
  • Acesso offline através dos apps
  • Plano de carreira personalizado

São mais de 12 anos de história! Conheça as principais vantagens de estudar no AvMakers. Junte-se a 200.000+ alunos e aprenda de verdade com a empresa líder do segmento no Brasil!

Western Digital apresenta o mais rápido microSD™ 1TB UHS-I do mundo

25 fev

Com a crescente demanda dos consumidores por conteúdo de alta qualidade, a Western Digital Corp. (NASDAQ: WDC) irá proporcionar uma experiência maior e mais rápida com as novas soluções líderes da indústria, que oferecem a melhor combinação de desempenho e capacidade para que possam fazer mais com o conteúdo capturado. Durante a Mobile World Congress, a empresa vai apresentar o cartão de memória SanDisk Extreme® 1TB UHS-I microSDXC™ . O novo cartão apresenta muito mais velocidade e capacidade de captura e movimentação de grandes quantidades de fotos e vídeos de alta qualidade para smartphones, drones e câmeras de ação. Com mais espaço e velocidade, é possível criar conteúdos sem se preocupar com limitações de espaço ou longos tempos de transferência.

Os smartphones e as câmeras atuais permitem que os consumidores criem conteúdo de alta qualidade na palma de suas mãos, graças a recursos como várias lentes, modo Burst (para disparo contínuo de fotos) e resolução 4K. A Western Digital oferece as soluções mais avançadas para garantir que os consumidores possam capturar e compartilhar de forma confiável um momento especial ou criar conteúdo de vídeo para uso pessoal ou profissional.

“As pessoas confiam nos cartões da marca SanDisk para capturar e guardar seus momentos. Nosso objetivo é oferecer a melhor experiência possível para que os consumidores possam compartilhar o conteúdo que é importante para eles”, afirma Brian Pridgeon, diretor de marketing para produtos da marca SanDisk, da Western Digital, nos Estados Unidos.

Projetado para ajudar a movimentar vários conteúdos de alta qualidade mais rapidamente, o cartão microSD SanDisk Extreme UHS-I de 1TB atinge velocidades de até 160MB/s¹. Este novo cartão permite que os consumidores transfiram arquivos em quase metade do tempo em relação aos cartões microSD UHS-I padrão², vendidos atualmente no mercado. Os cartões atingem essas velocidades recordes ao aproveitar a tecnologia flash, proprietária da Western Digital. O produto também estará disponível com capacidade de 512GB* e contará com a  especificação³ A2 para iniciação e carregamento  de aplicativos em velocidades incríveis. Os cartões microSD SanDisk Extreme UHS-I de 1TB e 512GB estarão disponíveis nos EUA e Europa, nos principais varejistas, em abril de 2019. Os cartões terão preço de US$ 449,99 e US $199,99, respectivamente.

A Western Digital oferece o portfólio mais amplo de produtos e soluções do setor para ajudar as pessoas a capturar, preservar, acessar e transformar seu conteúdo pessoal. Para mais informações, visite nossos sites: SanDisk e Western Digital.

Blackmagic Design parabeniza filmes indicados aos Oscar 2019

25 fev

A Blackmagic Design gostaria de parabenizar os indicados ao Oscar 2019 e os profissionais de produção cuja dedicação e criatividade ajudaram a tornar esses filmes realidade. A Blackmagic Design está honrada que os seus produtos, como URSA Mini Pro, DaVinci Resolve Studio e Fusion Studio, tenham sido utilizados em filmes de grande sucesso, incluindo “Nasce uma Estrela”, “Bohemian Rhapsody” e “Vingadores: Guerra Infinita”, dos Estúdios Marvel.

  • “Vingadores: Guerra Infinita”, dos Estúdios Marvel utilizou DaVinci Resolve, UltraStudio, Smart Videohub 40×40, DeckLink Quad 2, DeckLink Mini Monitor e uma série de conversores para o trabalho no set pelo DIT Kyle Spicer;
  • “Bohemian Rhapsody”, colorizado com DaVinci Resolve Studio por Greg Fisher da Company 3;
  • “A Favorita”, colorizado com DaVinci Resolve Studio por Rob Pizzey da Goldcrest Post;
  • “RBG”, colorizado com DaVinci Resolve Studio por Ken Sirulnick da Glue Editing & Design, que também utilizou Fusion Studio no trabalho de estabilização;
  • “Vice”, colorizado com DaVinci Resolve Studio pela FotoKem.
  • “Hale County This Morning, This Evening” graded with DaVinci Resolve Studio by Dave Francis of Technicolor PostWorks;
  • “Minding the Gap” graded with DaVinci Resolve Studio by Tyler Roth of Company 3;
  • “A Quiet Place” graded with DaVinci Resolve Studio by Stefan Sonnenfeld at Company 3;
  • “RBG” graded with DaVinci Resolve Studio by Ken Sirulnick of Glue Editing & Design, along with using Fusion Studio for stabilizing work;
  • “Spider-Man: Into the Spider-Verse” graded with DaVinci Resolve Studio by Natasha Leonnet at EFILM;
  • “Solo: A Star Wars Story” graded with DaVinci Resolve Studio by Joe Gawler of Harbor Picture Company;
  • “A Star is Born” graded with DaVinci Resolve Studio by Stefan Sonnenfeld at Company 3; and
  • “Vice” graded with DaVinci Resolve Studio at FotoKem.

 

DJI: Drones voaram o equivalente a 149 viagens da Terra até a Lua em 2018

25 fev
O ano de 2018 foi marcado por grandes avanços no desenvolvimento tecnológico, e os drones continuaram a inspirar projetos criativos em todo o mundo. Pensando nisso, a DJI levantou os fatos e as ações mais executadas pelos pilotos de drones, elencando desde os DJI Intelligent Flight Modes usados ​​com mais frequência até o número total de países em que um drone DJI foi usado.
Dados de voo
Drones DJI foram utilizados em todos os seis continentes do planeta, durante 13.830.445 horas, o que equivale a 1.578 anos. Os equipamentos voaram 114.360.550 quilometros, distância aproximadamente igual a 149 viagens da Terra até a Lua. Além disso, a média anual de voos realizados por drones foi de 31 viagens, resultando em ao menos um voo a cada duas semanas.

Usuários de drones
Segundo as estatísticas da DJI, em 2018, foram criados 12 vídeos por minuto com drones. No mesmo período, os usuários editaram um total de 6.347.301 milhões de vídeos no app DJI Go  em todo mundo. Entre as curiosidades individuais, podemos destacar quatro pessoas que utilizaram drones em mais 24 países diferentes e um piloto de drone acumulou sozinho 18.409 quilometros de voo – o que equivale aproximadamente a 438 maratonas. O recorde de frequência ficou com um único usuário que operou um drone durante 310 dias do ano.

Modos de voo mais utilizados
O modo de voo mais utilizado foi o Active Track, que proporciona aos fotógrafos aéreos uma maneira mais fácil e segura de conseguir uma foto cinematográfica durante o vôo. Quando ativado, o ActiveTrack segue o alvo escolhido durante a cena. Outras aplicações muito utilizadas foram o Quickshot e o Tripod Mode, modo de voo inteligente bastante útil, usado principalmente para voar dentro de casa, em espaços apertados ou em locais com manobrabilidade limitada. O modo automático Hyperlase presente na série Mavic 2 foi a funcionalidade mais utilizada do modelo, criada com o objetivo de criar o efeito travelling enquanto o tempo está passando.

A DJI possui loja autorizada no Barra Shopping, na capital fluminense (RJ). A marca revende todos os produtos homologados pela Anatel nos maiores varejistas do País, como Kalunga, Magazine Luiza e Ponto Frio. A compra por meio de canais autorizados no Brasil conta com assistência técnica em todo o território nacional e atendimento ao cliente por e-mail support.br@dji.com e telefone 0800 880 9983.
* Os dados foram extraídos dos registros de voo compartilhados voluntariamente por meio da função “experiência do usuário” do DJI e do DJI GO 4.

“Blackmagic Design” faz parceria com Faculdade de Artes Cinematográficas

13 fev

A Blackmagic Design fez uma parceria estratégica com a Faculdade de Artes Cinematográficas da Universidade do Sul da Califórnia (USC) para fornecer hardware e software Blackmagic à faculdade por três anos. Os produtos serão usados pelos alunos estudando produção e pós-produção cinematográfica, e os alunos do curso de produção broadcast agora terão a oportunidade de trabalhar com Ultra HD na estação televisiva da faculdade, Trojan Vision.Durante a parceria, a Blackmagic Design fornecerá câmeras URSA Broadcast e URSA Mini Pro Cinema, switchers ATEM 4 M/E Broadcast Studio 4K, painéis ATEM Camera Control, gravadores HyperDeck Studio Pro e painéis Resolve Micro e Resolve Mini.

“A Blackmagic é conhecida por oferecer equipamentos de alta qualidade considerados bem acessíveis pelos cineastas e criadores de conteúdo”, disse Elizabeth Daley, diretora da Faculdade de Artes Cinematográficas. “Estamos muito animados por nossos alunos poderem usar ferramentas da Blackmagic Design, pois sabemos que eles estarão mais bem preparados para os ambientes de trabalho que encontrarão após a graduação.”

A parceria com a Blackmagic Design fornecerá um upgrade significante aos equipamentos usados pelos alunos da universidade que criam a programação da Trojan Vision, a estação televisiva premiada da Faculdade de Artes Cinematográficas transmitida online e aos moradores de Los Angeles.Greg Vannoy, que supervisiona a Trojan Vision, comentou: “Apesar de transmitirmos em HD, o upgrade nos dá a capacidade completa do Ultra HD, o que acreditamos criar um ambiente melhor de aprendizagem para nossos alunos.” O estúdio, que fica localizado no Robert Zemeckis Center for Digital Arts, agora contará com câmeras URSA Broadcast, switchers ATEM 4 M/E Broadcast Studio 4K, painéis ATEM 1 M/E Advanced e ATEM Camera Control, uma gama enorme de componentes de roteamento e gravadores HyperDeck Studio Pro, transformando a instalação em um ambiente de ensino moderno.

“Estamos empolgados, pois alguns dos criadores mais jovens e talentosos da indústria de mídia estarão consistentemente aprendendo e usando nossos produtos e estamos ansiosos para ver o que acabarão criando”, disse Grant Petty, diretor executivo da Blackmagic Design.

Além dos equipamentos broadcast, a parceria viabiliza painéis DaVinci Resolve Micro aos estudantes de tratamento de cor. Os alunos terão acesso ao DaVinci Resolve Studio e os instrutores terão os painéis DaVinci Resolve Mini para uso nas suas aulas. Várias câmeras URSA Mini Pro serão usadas para as produções dos alunos.

“É importante que nossos alunos aprendam em um ambiente bem semelhante ao da indústria”, disse Meri Weingarten, diretora da divisão de Tecnologia e Mídias Digitais na faculdade. “Sabemos que isto aprimorará as suas competências.”

“Mal podemos esperar para oferecer a URSA Mini Pro aos nossos alunos. A Blackmagic fez um trabalho excelente criando uma câmera compacta e multifuncional que capta imagens lindas”, disse Vannoy. “Estamos sempre interessados nas melhores e mais recentes ferramentas usadas na indústria e estamos animados para ver o que nossos alunos farão com a URSA Mini Pro.”

Cinegrafista Roy Wagner ASC filma “Stand!” somente com câmeras Blackmagic Design

5 fev

O enredo de “Stand!” é baseado na greve geral ocorrida em Winnipeg em 1919, um evento que inspirou movimentos atuais como o “Occupy” e inúmeras lutas sindicais ao longo da história. Dirigido por Robert Adetuyi (“O Poder do Ritmo”, “Febre Urbana”), o filme adota um formato musical para contar uma história de amor no estilo Romeu & Julieta, utilizando as manifestações violentas da época como pano de fundo. Estrelado por Gregg Henry (“Guardiões da Galáxia”), Laura Wiggins (“Shameless”), Marshall Williams (“Glee”) e Hayley Sales (“Deadpool 2”), “Stand!” estreia nos cinemas em 2019.

Slide

Para filmar em locação em Winnipeg, Roy precisava de um sistema de câmera confiável, capaz de lidar com as condições rigorosas inerentes às filmagens ao ar livre, mas que fosse fácil de usar. “Fiz vários testes com esta câmera e concluí que ela é extremamente competitiva quando comparada à maioria dos sistemas de câmera mais caros. A equipe de câmera nunca havia usado a URSA Mini Pro, e mesmo assim conseguiu tirá-la da caixa e deixá-la totalmente pronta para a ação em menos de três dias.”

O estilo de fotografia exigia um contraste na iluminação dinâmica, sombras bem detalhadas e realces brilhantes, portanto era necessário utilizar uma câmera com enorme latitude de exposição. “O que me surpreendeu ao filmar com a Blackmagic URSA Mini Pro foi que, apesar das condições de baixa luminosidade, conseguimos captar pretos densos e ricos. Optamos por um estilo bastante agressivo, e as imagens nos deram bastante flexibilidade para interpretação na pós-produção”, disse Adetuyi. Wagner ficou extremamente satisfeito com o nível de detalhes nas sombras. “A resolução, a nitidez e o alcance dinâmico irão agradar os cinegrafistas mais exigentes. Nós filmamos com gelo seco, filmamos por trás de camadas de renda e tecidos trançados, o que teria causado serrilhamento com outras câmeras.”

Ao longo de sua obra, Wagner desenvolveu um estilo singular, sem medo de contrastes, que abraça a trama e a fotografia. Ele foi responsável pelo visual de seriados diversificados e inovadores como “CSI”, “House” e “Elementar”. Vencedor de múltiplos prêmios Emmy, Wagner também é membro da Sociedade Americana de Cinegrafistas (ASC) e membro honorário da Real Sociedade de Fotografia do Reino Unido (RPS).

Além disso, ele testemunhou a transição do processo químico para digital e participou ativamente do desenvolvimento inicial das imagens em alta definição, fotografando o primeiro episódio de “Pasadena”, a primeira série televisiva de alta resolução. Embora seja um entusiasta de novas tecnologias, nem sempre fica satisfeito com os resultados. “Realizei vários testes com a URSA Mini Pro e notei que era possível deixar os realces superexpostos para atenuá-los posteriormente durante a pós-produção”, disse Wagner. “Pude controlar o contraste conforme fazia na época do processo químico de revelar negativos. Fiquei impressionado com a qualidade dos tons de pele. Não foi necessário usar filtro de gel Cosmetic Rouge na luz principal como tive que fazer com praticamente todas as outras câmeras digitais.”

A Christie tem a pré-visualização do Christie View no ISE 2019: uma maneira totalmente nova de ver conteúdo

5 fev
A Christie®líder na criação e fornecimento das melhores experiências visuais e de áudio do mundo, está oferecendo aos participantes do ISE 2019 a chance de ver uma prévia tecnológica do Christie View no estande 1-H70.
O Christie View representa uma maneira totalmente nova de ver o conteúdo, permitindo que até quatro usuários visualizem conteúdos diferentes na mesma tela ao mesmo tempo. O sistema exibe até quatro entradas de um único projetor simultaneamente, para que cada usuário possa ter uma experiência diferente. A olho nu, o display da Christie View parece confuso, mas cada saída é claramente visualizada por cada usuário através de óculos 3D ativos.

O Christie View é pré-visualizado com um projetor Christie Mirage 304K de alta performance, configurado para rodar a 240Hz e dividido em quatro entradas mono a 60Hz cada. Cada usuário visualiza uma única saída de 60Hz por meio de óculos 3D fechados que se conectam a um emissor e retornam ao projetor.
“O Christie View é uma nova maneira de visualizar quatro saídas de conteúdo 2K ou duas saídas de conteúdo 3D simultanamente”, diz Mike Garrido, gerente sênior de produtos da Christie. “Acreditamos que nossos clientes verão aplicações para o Christie View em avaliações de design de fabricação, atrações temáticas de entretenimento, legendas para museus ou cinemas e conteúdo interativo para várias pessoas, como videogames.”
O Christie View é compatível com projetores Christie 4K com a eletrônica Christie TruLife ™. A eletrônica TruLife é a base para a última geração de projetores capazes de fornecer vídeo com alta taxa de quadros e alta resolução com fidelidade de imagem sem precedentes. O Christie TruLife suporta um pipeline de processamento de vídeo de até 1.2 gigapixels por segundo, permitindo o primeiro 4K DLP comercial do mundo com desempenho de 120Hz. O Christie View é compatível com o Christie Mirage 304K, o Christie D4K40-RGB, o Mirage SST e um caminho de atualização está disponível para os projetores Christie Boxer 4K20 e Boxer 4K30.

Blackmagic Design Anuncia Atualização Blackmagic Cameras 6.1

5 fev

A Blackmagic Design anunciou hoje a nova atualização Blackmagic Cameras 6.1 para a Blackmagic Pocket Cinema Camera 4K. Esta versão inclui gravação de áudio mais silenciosa, um novo recurso de remapeamento de pixels, novas guias de enquadramento 2:1 para monitoramento, melhorias no desempenho da bateria e muito mais.

Slide

A atualização Blackmagic Cameras 6.1 está disponível agora como um download gratuito no site da Blackmagic Design.

A nova versão Blackmagic Cameras 6.1 melhora consideravelmente a gravação de áudio com os microfones internos da Blackmagic Pocket Cinema Camera 4K. O novo processamento agora analisa o sinal de áudio proveniente de ambos os microfones para diminuir o piso de ruído significativamente, resultando em gravações mais cristalinas do que nunca. Os usuários também dispõem de monitoramento de áudio com latência reduzida, sincronização de áudio e vídeo aprimorada e interface da seleção de entrada de áudio de 3.5 mm mais intuitiva, facilitando o uso da câmera.

A Blackmagic Cameras 6.1 também melhora o desempenho do foco automático, diminuindo o tempo de resposta e aumentando a precisão, de maneira que a lente se ajusta muito mais rapidamente quando a câmera foca em um objeto. Também há uma nova interface de formatação de mídia, que evita a formatação acidental de cartões de mídia. Uma vez que a câmera estiver atualizada, é necessário pressionar e manter pressionado o botão de confirmação durante 3 segundos para reformatar um cartão.

Slide

“A Blackmagic Pocket Cinema Camera 4K é um grande sucesso, e tem sido muito legal observar um número cada vez maior de usuários adotando fluxos de trabalho de cinema digital”, disse Grant Petty, diretor executivo da Blackmagic Design. “Esta atualização é interessante porque adiciona ainda mais recursos à câmera, e também é a nossa forma de agradecer aos clientes que adquiriram uma Blackmagic Pocket Cinema Camera 4K e se deram ao trabalho de trocar ideias sobre o futuro conosco. Mal podemos esperar para ver os novos projetos dos nossos clientes!”

Principais Novidades da Atualização Blackmagic Cameras 6.1

  • Adiciona suporte para calibração de pixels na câmera.
  • Aprimora o desempenho do foco automático.
  • Aprimora a relação sinal/ruído do microfone interno.
  • Aprimora o consumo de energia para estender a duração da bateria.
  • Adiciona guias de enquadramento 2:1 para monitoramento.
  • Aprimora a interface de formatação de mídia.
  • Aprimora a latência do monitoramento de áudio.
  • Aprimora a interface de seleção da entrada de áudio 3.5 mm.
  • Aprimora a sincronização AV.

A atualização Blackmagic Cameras 6.1 está disponível agora como um download gratuito para todos os usuários existentes da Blackmagic Pocket Cinema Camera 4K em http://www.blackmagicdesign.com/br/support

O Rock Horror in Rio Film Festival recebe inscrições até 1º de março

5 fev

Até 1º de março, o Rock Horror in Rio Film Festival recebe inscrições de curtas e longas para a edição 2019 nos gêneros: terror, suspense, sci-fi, fantasia e animação. O festival que reúne cinema com o mais puro rock & roll, acontece em dois eventos no ano, com a competição e a mostra agitando duas cidades: Niterói e São Paulo.

Para 2019, além dos filmes internacionais que já estão chegando de países como: Espanha, Estados Unidos, França, Irã, Israel, Japão, Suécia, Reino Unido, Emirados Árabes, Holanda e Rússia, entre outros, queremos filmes nacionais inéditos nesses gêneros para que a nossa seleção seja ainda mais eletrizante do que a anterior.

A competição conta com três sessões: Tardes Assustadoras, Anoitecer Sinistro e Gala de Terror. Cada uma com a exibição de pelo menos um curta fantástico, um curta de terror e um longa. O nível de medo é medido em soft rock, hard rock e heavy metal. Após as sessões, a audiência é convidada a aproveitar as noites embaladas com shows de rock em bares parceiros com a presença de artistas, diretores, profissionais de cinema e cinéfilos em geral.

Além disso, o público pode participar de mesas redondas como: Efeitos especiais e maquiagem com o foco em filmes de terror, roteiro e produção de thrillers com a participação de profissionais da indústria convidados a ministrar esses workshops. Esse ano, além dos troféus de melhores longas e curtas e menções de honrosas, o festival terá também dois prêmios especiais de apoio à produção com a locação de equipamentos oferecidos pela Ciario e o CTAV, exclusivamente, para filmes brasileiros.

Para se inscrever, acesse: www.rockhorrorinriofilmfestival.com

Novo Clipe de Steve Vai Totalmente Finalizado com DaVinci Resolve 15 e URSA Mini Pro

22 jan

A Blackmagic Design anunciou hoje que o videoclipe do novo single do guitarrista Steve Vai, “Dark Matter”, foi concluído utilizando uma linha de produção completa da Blackmagic Design, incluindo editorial, efeitos visuais e finalização no DaVinci Resolve 15. O vídeo foi filmado com a Blackmagic Design URSA Mini Pro.

Considerado um dos maiores guitarristas de rock, Steve Vai já ganhou três prêmios Grammy e trabalhou com artistas como Frank Zappa, David Lee Roth, Whitesnake, Ozzy Osbourne e vários outros. Para a produção do seu videoclipe mais recente, Steve queria fazer algo especial. “Queria criar algo que parecesse sobrenatural, mas que também fosse filmado de um jeito único.”

Steve se uniu à Moai Films para produzir o vídeo. O diretor Lukas Colombo optou por filmar o clipe todo em tela verde, algo que ele não estava acostumado. “A minha tendência natural é captar o máximo possível todas as ações e visuais na câmera”, disse Colombo. “Mas, por conta das restrições de tempo do Steve, e também devido aos conceitos diversos e ao cenário alienígena para o vídeo, fazia mais sentido filmar deste jeito.”

A Moai Films utilizou duas câmeras digitais cinematográficas URSA Mini Pro e montou uma ‘ilha’ com os monitores SmartView 4K e vários Video Assist 4K. “Usamos as câmeras URSA Mini Pro como nossas ferramentas de aquisição e uma delas ficou a maior parte do tempo em uma grua de 6 metros”, disse Colombo. “Nossa câmera B se movimentava pelo set.”

Steve queria captar cada membro da banda de um jeito único. “A minha ideia era filmar o baixista, Phillip Bynoe, tocando com o dobro da velocidade. Assim, quando a velocidade é normalizada, para quem está assistindo, é como se ele estivesse tocando em sintonia com a música, mas com os movimentos em câmera lenta”, disse ele. “Com o baterista, fizemos o oposto. A ideia era filmá-lo bem devagar, pois os bateristas são muito dinâmicos, principalmente o Jeremy Colson. Quando você traz velocidade, parece que ele está em sintonia com a música, mas as ações dão a impressão de que há algo interessante e bizarro acontecendo, algo que não parece normal.”

Para o Steve, ele escolheu a solução mais complexa. Ele achou que Steve deveria tocar sua música de trás para frente. “Na verdade, eu tive que aprender a letra de trás para frente na guitarra”, contou. “É uma tarefa bem complicada porque nunca é como você imagina. Você precisa espelhar completamente a sua perspectiva porque tudo fica no sentido inverso. Quando você dedilha, a tendência é dedilhar para baixo, mas acaba que fica parecendo que você está dedilhando para cima. Há todas essas complexidades, que tornam o desafio divertido, mas é praticamente como vestir uma camisa de força e tentar correr uma maratona com os olhos detrás da cabeça.”

A unidade de produção usou as câmeras URSA Mini Pro para filmar algumas taxas de quadro diferentes para obter os movimentos artificais e sobrenaturais dos membros da banda. Steve focou não apenas em tocar sua guitarra de forma invertida, mas também nos movimentos do seu corpo e dos seus braços, para que seguissem a mesma lógica. Steve Vai e Colombo assistiram às tomadas no set para garantir que estavam obtendo aquilo que precisavam e, no final, ambos ficaram satisfeitos. “Sabe quando você pensa, ‘Será que vai funcionar? Acho que vai…’ Você começa a imaginar, a dar o formato para aquilo na sua cabeça e, depois, acaba saindo melhor que o esperado, é um ‘yeah, baby!’”

Na pós-produção, a Moai Films trouxe os supervisores de efeitos visuais Bruce Jurgens e Nick Torres para ajudar no design. O conceito do vídeo era colocar os membros da banda em vários universos alienígenas, usando uma combinação de pintura fosca multiplanar e efeitos na página Fusion do Resolve. Torres gostou muito do layout baseado em nós do Fusion. “O fluxo de trabalho de nó proporcionou flexibilidade máxima para manipularmos as imagens. Diferentemente das abordagens baseadas em camadas, os nós são não destrutivos e oferecem muitas possibilidades, além de um fluxo de trabalho bem mais eficiente.”

Jurgens, supervisor veterano da Legion Entertainment, ficou responsável pelo trabalho extensivo de pintura fosca e pela execução do “Universo Glacial“ do vídeo. Com a ajuda da especialista em pintura fosca, Juliana Arrietty, eles conseguiram conectar o trabalho diretamente nos compostos do Fusion. “Manter um look consistente era funcional”, disse Jurgens. “O Resolve 15 passou com nota dez, com o perdão do trocadilho”. A equipe conseguiu fazer a pré-visualização das gradações de cores diretamente do Resolve, antes do composto, ajudando a manter um look integrado.

A equipe de efeitos visuais combinou elementos 2D e 3D para criar ambientes únicos. “Queríamos um ambiente completamente alienígena”, disse Torres, “com espirais altos como montanhas e um oceano espelhado com uma neblina se formando rapidamente por cima.” Os elementos 2D da Arrietty foram introduzidos ao Fusion para manipulação usando as ferramentas de composição 3D no Resolve. De lá, foi fácil visualizar imagens na edição, devido ao design multifuncional do Resolve. “O fluxo de trabalho facilitou muito o meu lado”, disse Colombo. “Não preciso gerenciar os arquivos em tantos aplicativos nem me preocupar com transcodificação ou consolidação. Funciona do jeito que você imagina. Ele coloca o recurso de vinculação dinâmica de outros aplicativos em um outro patamar!”

Torres gostou bastante das ferramentas de fosco e chaveamento no Resolve. “Foi necessário uma limpeza considerável. Nós criamos foscos com múltiplas UltraKeys mascaradas juntas e cada uma se ajustava de acordo com as suas respectivas áreas problemáticas. Os cabelos, por exemplo, tanto do Steve quanto do baixista Philip Bynoe, tiveram que ter suas próprias instâncias de ajustes para mantermos todos os detalhes. Também foi necessário muita rotoscopia para a bateria do Jeremy Colson, limpando todos os detalhes cromados do kit de bateria. Algumas imagens da banda apresentaram muito desfoque de movimento. Felizmente, com os nós do Fusion, pudemos simplesmente copiar as máscaras poligonais e os efeitos de um plano de imagem para outro.”

Steve Vai também reconhece o valor de tamanha ferramenta colaborativa. “Estou sempre para lá e para cá com a edição dos meus vídeos e ter que exportar e ajustar as imagens em vários programas leva muito tempo e é uma dor de cabeça. Mas, ter todas essas ferramentas avançadas reunidas no mesmo lugar é o caminho do futuro.”

O produto final, resultado de imensa criatividade, também é um exemplo de colaboração, tanto da equipe quanto do DaVinci Resolve 15. “Viemos de um outro pacote de edição, mas a mudança para o Resolve foi bem tranquila”, disse Colombo. “E, agora, com o Fusion incorporado ao Resolve, podemos ficar quase que exclusivamente dentro do Resolve 15. O software já é referência em cor na indústria, e espero que se torne o padrão para edição, som e efeitos visuais nos próximos anos, onde todos os projetos passarão pelo Resolve e ficarão no Resolve. Não vejo nada que impeça isso. Tudo que você precisa está ali.”

Alfredo Hisa | O designer brasileiro que dá vida a “Aranhaverso”

22 jan

O mundo de “Homem-Aranha no Aranhaverso” teve um toque brasileiro graças ao designer brasileiro Alfredo Hisa, que atualmente trabalha em outro projeto do herói: “Homem-Aranha: Longe de Casa”.

“Estou muito feliz com a reação do público, tem sido maravilhosa. Se contarmos a partir do anúncio oficial, o filme levou três anos e meio para ser feito”, diz o designer em entrevista ao UOL.

Alfredo cuidou da estrutura da animação que vemos nos cinemas. De forma simplificada, ele seleciona o ângulo da câmera que o expectador vai ver em uma determinada cena do filme e depois encaixa os personagens na tela, tudo para criar a sensação de fluidez.

O trabalho de Alfredo começa quando os diretores escolhem o formato do filme. A câmera, segundo ele, deve parecer como um “fantasma”, ou seja, não atrapalhar a movimentação dos personagens, encontrar ângulos criativos e ser precisa para contar a história.

A ideia é sempre respeitar a visão dos diretores, mas com liberdade para sugerir câmeras alternativas e cenas de luta. “As cenas da batalha final com certeza foram as mais difíceis de fazer. Foi um belo desafio planejar as cenas com diversos personagens e um cenário gigantesco e cheio de elementos que dá para você mexer” conta Alfredo.

O brasileiro era novo na Sony Pictures Imageworks, localizada em Vancouver, no Canadá, quando começou a trabalhar na animação do Homem-Aranha, por isso a maior pressão que recebeu foi interna, principalmente porque ele estava se adaptando ao inglês. “Apesar da pressão, gosto dessa fase do friozinho na barriga, é sinal que estou fora da zona de conforto. Me inspira a continuar aprendendo.”

A participação de Alfredo na animação do Cabeça de Teia chamou a atenção da Sony Pictures, que o escalou para trabalhar em “Homem-Aranha: Longe de Casa”.

Fonte/Texto: Uol

Veja como a criatividade impulsiona seus negócios

8 jan

Crie conteúdo profissional para empresas e forneça experiências de alta qualidade rapidamente com os melhores aplicativos e serviços de criação. Veja como é fácil criar logotipos atrativos, boletins informativos, vídeos para redes sociais, experiências para dispositivos móveis e muito mais com a Adobe Creative Cloud para equipes.

Assista o vídeo!

 

Ainda é tempo de presentear com os cursos de férias da Academia Internacional de Cinema (AIC)

4 jan

A escola, Academia Internacional de Cinema (AIC),  tem portfólio de cursos voltados especialmente para essa época do ano.

Os cursos de férias têm durabilidade que vão de uma semana a um mês, com aulas intensivas durante os meses de recesso escolar.

As aulas da maioria dos cursos começam dia 07 de janeiro e acontecem nas duas unidades da escola, Rio de Janeiro e São Paulo.

Na programação, são disponibilizados os seguintes cursos:

Cinema – Férias

Direção de Fotografia – Férias

Roteiro – Férias

Edição – Férias

Atuação para Cinema e TV – Férias

Assistência de Direção – Férias

Cinema Teens – Férias

Maquiagem Cinematográfica – Férias

Produção Executiva – Férias

Documentário – Férias

Direção de Arte – Férias

Estudos de Direção – Férias

Um dos cursos mais procurados é o Intensivo de Férias – CINEMA, que há 14 anos é oferecido. “É um dos cursos mais tradicionais da AIC – reúne pessoas criativas vindas de diversas partes do país e mesmo do exterior, que chegam com ideias e aqui colocam em prática, saem com um filme no currículo”, diz Flávia Rocha, Diretora de Comunicação.

O curso oferece uma imersão na realização cinematográfica, com aulas durante todo o dia, de segunda a sexta, durante todo o mês. O aluno aprende os principais aspectos da criação cinematográfica e experimenta cada passo do processo de produção de um filme, como roteiro, produção, direção, fotografia, som, direção de arte e edição. Trabalhando em equipes pequenas, os alunos assumem funções específicas dentro do set, e realizam um curta-metragem

Outro programa ofertado, que têm atraído bastante interesse, é o Intensivo de Férias – Cinema Teens. Voltado para adolescentes (13 a 17 anos) que tenham interesse por direção cinematográfica. Em duas semanas, o estudante vivencia a rotina de um set de cinema, passa por todas as etapas de produção de um filme, realiza um curta-metragem, faz novos amigos e contatos e, ainda, tem seu filme exibido em uma sessão especial para pais e convidados.

Feliz 2019 | 10 anos de Oeditor.com

18 dez

Feliz 2019!! Que este novo ano chegue primeiramente com muita saúde e coragem, pois assim já temos o suficiente para conseguirmos todo o resto. Que também nunca nos falte trabalho e que a nossa equipe continue por muito anos prezando sempre pela amizade!

A chegada de um novo ano pode nos trazer uma grande diversidade de sentimentos. Aos que tiveram um bom ano, o otimismo pode ganhar mais força, com a expectativa de que o próximo continue no mesmo caminho. Já os que atravessaram muitas dificuldades, recebem uma nova chance de deixar os problemas no passado e renovar a esperança para um futuro mais agradável.

Em 2019 faremos 10 anos juntos!

Isso mesmo, 10 anos! Foi em 2009 que Gustavo Lopes fundou o site Oeditor.com, que tem como público­alvo profissionais da área audiovisual que até então não encontravam em sites ou blogs assuntos direcionados especificamente a eles, além de networking direto entre público e marcas. A equipe do site cria e divulga matérias, vídeos, novidades sobre equipamentos, making of’s, tutoriais de softwares e demais conteúdos compartilhados por profissionais da área.

No decorrer dos anos, o Oeditor.com conquistou um número expressivo de seguidores diante de um público bastante segmentado. Atualmente o site é patrocinado e têm o apoio de empresas reconhecidas nos cenários nacional e internacional, como: Blackmagic, Autodesk, Foundry, Pond5, Duplic Vídeo, CenaZERO, Editors KeysFrame.io, Post Solutions, TreinaWeb, VFX Central, DRC Treinamentos, Q-Factory entre outras.Em 2016, Gustavo começou um projeto de visitar eventos reconhecidos, produtoras e emissoras do país, gerando conteúdo exclusivo para o Oeditor.com. Esse trabalho tem como produto matérias e reportagens audiovisuais sobre estrutura, bastidores e o workflow de empresas e profissionais.Esse novo projeto está alavancando a audiência da comunidade, que em 6 meses dobrou o número de visitas e aumentou em 60% o engajamento tanto no site como em sua página do Facebook.


O Oeditor.com é atualmente parceiro dos maiores eventos sobre audiovisual e artes do Brasil, como Anymotion, FilmeCon, Jornada Adobe/Gravando Bandas e Pixel Show, o maior festival de criatividade da América Latina.





Facebook: www.facebook.com.br/oeditorsite

Instagram: www.instagram.com/gustavolopes.com.br

E-mail: contato@oeditor.com

WhatsApp: +55 19 99798-0204

Skype: oeditorsite

®2016 CLUBEOEDITOR – Todos os direitos reservados para Oeditor.com

CLUBEOEDITOR e Oeditor.com são marcas e formatos registrados pelo AVCTORIS em mais de 172 países pela Convenção de Berna. O registro de direito autoral feito pelo portal AVCTORIS reúne as mais atuais tecnologias de comprovação jurídica, a praticidade da internet e os mais atuais conceitos de sustentabilidade.

CNPJ 27.325.217/0001-28 – Campinas/SP, Brasil

Blackmagic Design Impulsiona Streaming de Orbital Redux, Seriado de Sci-Fi do Project Alpha

13 dez

Orbital Redux foi criada pelo roteirista/diretor Steven Calcote do Butcher Bird Studios. Sua paixão pela ficção e fatos científicos o motivou a idealizar uma história que combinasse ambos. “Meu trabalho como diretor muitas vezes se concentrou na interseção entre a tecnologia de ponta e a humanidade”, disse Calcote. “No entanto, depois de uma década de telas planas interativas e sistemas pervasivos autônomos, comecei a questionar o que aconteceria se hackers e vírus de computador com inteligência artificial começassem a criar sistemas computadorizados nos quais não pudéssemos confiar.” “Orbital Redux” representa um retorno ao conceito das missões espaciais da época da Apollo: milhares de botões, controles e dials, tudo devido à falha da tecnologia de ponta. A história, contada em oito episódios interpretados e transmitidos ao vivo, gira em torno de dois pilotos encarregados de transportar um recurso crítico imprescindível da Lua até a Terra: Hélio-3. Apesar da falha da tecnologia, a Terra ainda necessita desse recurso que só pode ser obtido através de missões espaciais. “Orbital Redux” segue Zachery “Max” Levodolinksy, um ex-astronauta seguindo sua vida depois que a verba da NASA se esgota, colocando um ponto final em todos os projetos empolgantes e heróicos da agência. A história se desenvolve quando Max é encarregado de treinar um novo piloto do programa espacial. Depois de se estranharem em um primeiro momento, uma vez que o novato é contratado para substituir Max, os dois precisam unir forças para sobreviver mais tarde quando uma viagem de retorno à Terra dá errado.

No entanto, Calcote e seus colaboradores da Butcher Bird não queriam fazer um seriado de sci-fi comum. Eles se perguntaram: “de que maneira podemos diferenciar essa história de todas as outras séries de ficção científica por aí?” A resposta? Fazer ao vivo. Calcote, com apoio do produtor associado Griffin Davis, recorreu à Blackmagic Design para ajudar a solucionar praticamente todos os desafios técnicos envolvidos em um projeto como esse.

“Os equipamentos Blackmagic tiveram um papel fundamental na nossa produção. Sem eles, não conseguiríamos realizar o nosso programa”, disse Davis. “Usamos as câmeras Blackmagic URSA Mini, URSA Mini Pro e Micro Studio Camera, além de vários switchers ATEM. Com tantos equipamentos tecnológicos diferentes sendo roteados através da nossa central de controle, queríamos ter certeza de que a comunicação entre eles ocorreria de maneira fluida. Como vínhamos usando equipamentos Blackmagic Design no nosso programa ao vivo ‘Butcher Bird Presents’ desde o ano passado, a decisão de realizar ‘Orbital Redux’ somente com produtos Blackmagic Design veio naturalmente.”A produção usou dez câmeras, incluindo os modelos URSA Mini Pro, URSA Mini 4.6K e Micro Studio Camera, todas alimentando HyperDecks para gravar as alimentações isoladas, que depois eram roteadas via um ATEM 2 M/E Production Studio 4K para a edição ao vivo. Todas as câmeras eram controladas através do ATEM 1 M/E Advanced Panel. Um Blackmagic ATEM Television Studio Pro 4K adicional transmitia as alimentações aos monitores internos, para que os atores pudessem reagir no set e serem captados pelas câmeras ao vivo.

“Organizamos nosso controle de missão em termos de vídeo interno e vídeo externo”, disse Davis. “Quando dizemos vídeo interno, nos referimos às imagens do interior da nave, gerenciado pelo Adam Fair. O vídeo externo é aquele transmitido ao vivo para o público, pelo qual eu sou responsável. Adam também gerenciou dois HyperDeck Studio Mini carregados com centenas de gráficos que podiam ser utilizados para customizar as sobreposições exibidas nos monitores do set.”Para o cinegrafista Steven Moreno, o planejamento das posições de câmera foi um dos maiores desafios. O set foi desenvolvido de maneira criativa para acomodar ângulos de câmera opostos pelo cenário com ajuda de painéis, monitores e paredes que giravam silenciosamente, permitindo que os operadores posicionassem as câmeras para determinados ângulos no set e depois saíssem discretamente do campo de visão para outra câmera.

“Houve uma longa discussão sobre o posicionamento de câmera, pois tivemos que ensaiar as marcações de cada episódio no casco vazio da Tsiolkovsky (o cenário da nave) assim que ele começou a ser construído”, disse Moreno. “Conforme nos movimentávamos pelo cenário, determinamos de onde seria feita a cobertura de câmera e onde precisaríamos de portas e janelas para as câmeras. Os responsáveis pela construção da nave e o departamento de arte tiveram que encontrar uma maneira de esconder os painéis e projetar como eles abririam, fechariam e desapareceriam no cenário.”

Continue lendo

Curso Direção Cinematográfica Online | AIC

11 dez

Fala galera, tudo bem? Acabei de fazer minha inscrição no curso Direção Cinematográfica Online, uma ótima oportunidade de dominar as ferramentas básicas para pensar a direção de uma cena ou de um filme.

Através de análises e da feitura de exercícios práticos, você desenvolve e apreende a gramática do cinema clássico. Com aulas semanais ao vivo pela internet, o Curso de Direção Online da Academia Internacional de Cinema (AIC) traz as ferramentas básicas de direção cinematográfica para que o aluno aprenda a dirigir projetos a partir da linguagem cinematográfica clássica.

O aluno aprende as diferenças entre tipos de direção, trabalho de câmera, diferentes estilos e planos, trabalho de direção com os atores, além de aprender a planejar o seu trabalho desde o início do projeto audiovisual até a pós-produção. A dinâmica do curso passa por exercícios práticos semanais e analises de cenas. Ao todo são 8 aulas ao vivo pela internet, uma por semana, (caso não consiga comparecer na hora agendada, a aula fica gravada e disponível na plataforma para ser acessada depois), além de conteúdo textual, exercícios de engajamento para fixação do conteúdo e um exercício prático por semana. Ou seja, a dinâmica semanal de estudo no curso online é a mesma toda semana.

Começa com uma aula ao vivo, seguida da leitura de matérias complementares e exercícios de engajamento, download de materiais, vídeos e modelos, realização de parte do projeto final, envio da atividade para revisão e feedback do professor.

Próxima turma: Início 11 de Fevereiro de 2019.
48h | 8 semanas. Término previsto: 14/04/2019.
Aula ao vivo: Segundas-Feiras 21:00 às 22:00.
Entrega dos exercícios: Quinta até 21:00
Correção e devolutiva: Domingo até 21:00.