Arquivo | abril, 2011

Todd Alcott [ Televisão ]

28 abr

A inspiração deste vídeo vem do poema de Todd Alcott, Televisão.

Via Facebook: Max Röhrig Six
Fonte: http://movingpoems.com/2010/07/television-by-todd-alcott/

Anúncios

Divã [ Abertura ]

27 abr

Depois de passar pelo teatro e pelo cinema em adaptações bem-sucedidads feitas por Lília Cabral, o livro “Divã”, de Martha Medeiros, chega à tv pelas mãos da mesma atriz, que interpreta a protagonista Mercedes em todas as adaptações.

Como o nome pode sugerir, a série conta as experiências que Mercedes passa no divã de um psicanalista, contando sua vida de divorciada, mãe de dois meninos adolescentes, dona de casa e artista plástica.

A abertura traz essa experiência para apresentar o programa. No início bem rápido vemos uma caricatura da personagem caindo numa espécie de túnel com cara de medo, como se estivesse perdida em sua vida e seus dilemas, e vários objetos passam por ela, simbolizando as dificuldades de sua vida. Até que ela cai num divã e, na segurança que ele lhe dá, ela passeia por cenários fantásticos representando cada pedaço de sua vida como trânsito, homens e artes. Nessa viagem o semblante da personagem é mais tranquilo, dando-nos a impressão de que ela passa sem problemas por tudo, só de ter o divã como apoio.

A viagem termina com a personagem num cenário neutro e, como uma prancha de mistura de tintas, os elementos se fundem no logotipo da série, uma representação estilizada de um divã.

A abertura é muito interessante por usar um recurso lúdico – animação tradicional quadro a quadro em duas dimensões – para mostrar a vida de Mercedes ao invés de se ater a cenas captadas da própria atriz. É como se a viagem fosse feita na mente e nos sonhos da personagem, ambientes que nos dão liberdade para construir mundos a nosso bel-prazer. Segundo a ciência, os sonhos são uma maneira de o cérebro nos preparar para situações vindouras. É uma representação complexa que ganhou delicadeza na maneira com que foi apresentada.

A ressalva a ser feita está na simplicidade da animação da personagem, com poucas expressões e muito dura.

Fora isso, a abertura é carregada de conceitos e se encaixa bem na proposta da série.
Continue lendo

FACEBOOK – Campanha 300 seguidores [ RETA FINAL ]

27 abr

[ RETA FINAL ]

Pedimos ajuda a todos os leitores do Oeditor.com, para atingirmos a meta de 300 seguidores em nossa comunidade no FACEBOOK até dia 30/04.
A nossa Comunidade precisa de você!
Hoje somos a maior referência de conteúdo segmentado para editores de vídeo do Brasil.

Obrigado a todos os leitores.

PARA SEGUIR CLIQUE AQUI

Globo ‘A gente se liga em você’ [ 2011 ]

26 abr

A Rede Globo lançou neste domingo, durante o Fantástico, a sua nova assinatura: “A gente se liga em você”. Com criação da Central Globo de Comunicação (CGCOM), a assinatura pretende aumentar a proximidade entre o público e a emissora, reforçando o conceito de espaço democrático onde o brasileiro pode se conhecer e se integrar diariamente há 46 anos.

Filmes Genéricos [ Divulgação ]

25 abr

Olá, meu nome é Vinícius Túlio e estou montando um grupo de produção independente em Belo Horizonte.
A idéia deste grupo é fazer produtos audio visuais de baixo custo com qualidade e criatividade.
O nome deste grupo é “Filmes Genéricos”, que tem a mesma idéia do remédio: ser barato mas ter o mesmo efeito dos mais caros.
Bom, apresento também a produção mais recente deste grupo de produção:

Sobre a parte tecnica desta produção, ela foi filmada com um iPhone 4, montei um suporte para ele em um tripé manfroto, spots de luz com dispersores e captação de audio em dat externo. para editar usei o final cut, para a animação usei o after effects e illustrator, e para o tratamento de imagem usei o colors.

Bom, espero que gostem do meu trabalho!
Um grande abraço

Nome: Vinícius Túlio
Site: http://www.filmesgenericos.com.br

Tapas & Beijos [ Abertura ]

24 abr

Já há alguns anos a Globo tem investido em séries semanais com acabamento técnico mais apurado, talvez numa estratégia para conquistar um público que migrou para os canais da tv paga, em busca das elaboradas séries americanas ou britânicas, em detrimento das novelas e suas histórias quase sempre repetitivas.

Na semana passada a emissora promoveu a estreia de 4 novas séries, todas contando com atores de renome, textos ágeis e histórias diferentes. Como não poderia deixar de ser, houve um trabalho na abertura desses programas, mais uma maneira de promover esse formato.

Vamos falar, em primeiro lugar, da abertura de Tapas & Beijos, série que tem como protagonistas Sueli, interpretada por Andréa Beltrão, e Fátima, interpretada por Fernanda Torres. Ambas trabalham numa loja que aluga vestidos de noiva e é em torno desse universo que a abertura gira em torno.


Alguns pontos se destacam na abertura. Primeiro a tipografia usada na apresentação de elenco. Fica de fora a cansativa Globoface e entra uma tipografia serifada e em itálico, o que confere um ar mais delicado, e também ácido, à apresentação de nomes. Outro ponto, que com certeza é um dos que mais chamam a atenção, é a trilha sonora.

O único ponto negativo em toda a vinheta é a apresentação do logotipo da série. Talhado no bolo, ao lado do último casal, o título quase some, já que não há contraste de cor, apenas de luz e sombra. O recorte do logotipo, feito de massa de cobertura, deu um ar artesanal demais, poderia ter havido uma transição melhor e um destaque maior. A animação feita para evidenciar o fim da abertura e a presença do logotipo quase invisível também pecou. O zoom forçado quebrou o ritmo que existia na passagem lenta dos bonecos.

A abertura conseguiu ser engraçada e, mesmo mostrando vários “noivinhos”, ela não fica cansativa justamente porque nos surpreendemos com cada casal pitoresco.
Continue lendo

Bravia – Domino City

23 abr

Este comercial da Bravia foi veiculado apenas na Nova Zelândia e em alguns países próximos. Faz parte também da campanha “Colour Like No Other”. Foi gravado na India e apresenta belas imagens e cenários.
Não é tão impressionante quanto as outras campanhas, talvez até mesmo pelo fato de ter sido executado por uma agência local (BATES Singapore). Mas vale a pena conferir, principalmente o Making-Of.

Making-of


D.Miori

Bravia – Paint

22 abr

A campanha que ganhou o troféu de Ouro em Cannes em 2007, foi o comercial da Sony Bravia. Dirigido por Jonathan Glazer, utilizou milhares de galões de tintas e muitas bombas para construir esta bela obra de arte moderna.

Apreciem o comercial e o Making-of!

Making-Of

Comercial Editado com som original (sem trilha)

Continue lendo

Tutorial – After Effects

21 abr

Olá editores. Se vc não vai viajar no feriado, que tal aproveitar esse tempo pra treinar um pouco de After Effects.

Separei 4 tutoriais do Andrew Kramer, famoso pelo seu site:VideoCopilot.net. Um site cheio de dicas, plugins, dicas e tutoriais. Pra quem ainda não conhece o site, vale a pena!!!

Skin Displacement

Soul Removal

Lights Glow

Presets e Dicas

Boa Páscoa pra todos!!!

CURSO – 3D Directors TOTAL [ Promoção ]

20 abr

Luciano Augusto TREINAMENTOS PROFISSIONAIS
Treinamento destinado a todos os artistas 3D/2D com desejo em direção de produções cinematográficas em CG até direção de filmes LiveAction.

No curso 3D Directors Total você irá além do conceito técnico de produção 3D/2D. Assim como um cineasta precisa saber teoricamente, conceitualmente, sobre todo o processo de um grande projeto de um filme ou seriado, um diretor 3D, ou 2D, precisa entender mais do que a ferramenta para efetuar um bom trabalho, proposta esta também do curso XSI Total, voltado a especializações 3D, ou seja, artistas que desejam se especializar em alguma área específica do 3D.

A oferta do curso 3D Directors Total é justamente preparar e especializar o artista 3D/2D, principalmente o artista completo(generalista), para a direção de equipes e workflow de produção de um filme 3D/2D desde a pré-produção até a pós-produção. Você fazendo este curso estará preparado para dirigir todas as etapas de produção de uma grande produção CG e até mesmo LiveAction.

No curso também iremos aprender o básico de ferramentas como Maya, XSI, 3D Max e Blender, softwares que serão aprendidos conceitualmente e não somente tecnicamente. Estes serão necessários para qualquer produção cinematográfica em seu trabalho de pós-produção.

Qual é o objetivo deste treinamento?
O objetivo principal deste treinamento é fazer com que o artista genérico, que tenha um conhecimento razoável das áreas do 3D como modelagem, animação, iluminação e texturização, possa dirigir uma produção, desde shortfilms até grandes produções de longas metragens 3D/2D e até mesmo Liveacion.

Aproveite a promoção!
Se você é membro de outro treinamento da comunidade, tem 50% de desconto pagando à vista. Para obter o seu desconto de membro, e saber como proceder para fazer o pagamento escreva para: treinamentos@lucianoaugusto.com.br – diga que viu a promoção no Oeditor.com e sempre dizendo o nome deste treinamento, seu login e o primeiro curso que comprou na comunidade.
Caso não seja aluno e queira um EXCELENTE DESCONTO para entrar na comunidade a primeira vez, escreva no e-mail acima também.
VEJA MAIS
Luciano Augusto TREINAMENTOS PROFISSIONAIS

Bravia – Balls

20 abr

Segue mais um comercial da campanha da Sony Bravia : Balls.
Neste filme, mais de 250.000 bolas coloridas invadem as ruas de São Francisco.
Propaganda feita pela produtora Fallon.

Making-of

A equipe londrina Fallon inclui o diretor criativo Richard Flintham, redator / diretor de arte João Cabral e produtor Nicky Barnes.

A filmagem foi dirigida por Nicolai Fuglsig da MJZ com o produtor Neil Jordan, e diretor de fotografia Joaquin Baca-Asay.

Edição foi feita por Russell Icke no The Whitehouse, em Londres.

Pós-produção foi feito na The Mill, em Londres.

Produção de som foi feito no Wave Recording Studios, em Londres.

D.Miori

Novo Uno [ Chuva ]

20 abr

Confira os bastidores da campanha publicitária do Fiat Uno, criada pela agência Leo Burnett. A campanha é baseada nas cores do novo Uno, que segundo a agência, vieram para colorir a cidade. “A gente foi buscar uma leveza, do tomar banho de chuva quando criança, como colorir essa cidade de uma maneira mágica”, conta Tomas Correa, Redator da Leo Burnett.

Além das cores, o comercial traz também a questão do “quadrado redondo”, o carro que sempre foi quadrado, agora traz formas arredondadas. A partir disso a criação desenvolveu o filme e criou uma chuva colorida de “quadrados redondos” que se transformam no automóvel.

Colorido frame a frame para passar a sensação da chuva colorida, o filme é dirigido por Nando Cohen, da Vetor Zero, onde também foi realizado o trabalho de pós-produção. “Tudo que é preto e branco é filmado.

Toda a chuva é pós-produção e 50% dos carros são filmados, 50% é 3D”, conta Nando em entrevista ao Avesso. “O filme é muito lúdico, mas ao mesmo tempo é muito real, são personagens que vivem no centro de São Paulo”, explica João Ciaco, Diretor de Publicidade e Marketing da Fiat.

Outro elemento que chama atenção no filme é a trilha, desenvolvida pelo Diretor-Produtor Musical Waldo Denuzzo Jr., da Cream Studio. “Começamos a por muitos instrumentos que tinham a ver com chuva, e é uma chuva diferente, porque é colorida e não é tão água. Tinha que fazer o soundesign parecer uma chuva, mas não muito dura”, explica Denuzzo.

Fonte: Youtube e Programa Avesso

Conheça a tecnologia usada no filme de animação Rio

18 abr

Os personagens do filme Rio foram criados nos computadores da Blue Sky, nos EUA. A animação, dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanha, levou três anos para ser feita e contou com vários especialistas em computação gráfica. Veja o vídeo.

Fonte:G1

FINAL CUT por FRANCIS COPPOLA E WALTER MURCH

18 abr

O lendário cineasta Francis Ford Coppola e seu “fiel escudeiro”, o consagrado editor Walter Murch, falam sobre seu mais recente filme “Tetro” e sobre o processo de edição no Final Cut. Muito bom!

Este post incluindo seu texto foi retirado do site pessoal do colaborador Rafa Costa http://rafacosta.wordpress.com/, mas não foi publicado por ele no Oeditor.com, mas segue os devidos créditos.

Fonte: Rafa Costa

Intervozes – Levante sua voz

15 abr

Curta esse curta!!! É excelente e todos que trabalham com comunicação social deveriam assistir!!!

Vídeo produzido pelo Intervozes Coletivo Brasil de Comunicação Social com o apoio da Fundação Friedrich Ebert Stiftung remonta o curta ILHA DAS FLORES de Jorge Furtado com a temática do direito à comunicação. A obra faz um retrato da concentração dos meios de comunicação existente no Brasil.

Parte 1

Parte 2

Roteiro, direção e edição: Pedro Ekman
Produção executiva e produção de elenco: Daniele Ricieri
Direção de Fotografia e câmera: Thomas Miguez
Direção de Arte: Anna Luiza Marques
Produção de Locação: Diogo Moyses
Produção de Arte: Bia Barbosa
Pesquisa de imagens: Miriam Duenhas
Pesquisa de vídeos: Natália Rodrigues
Animações: Pedro Ekman
Voz: José Rubens Chachá

*CC – Alguns direitos reservados
Você pode copiar, distribuir, exibir e executar a obra livremente com finalidades não comerciais.
Você pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você deve dar crédito ao autor original.

The Cutting Edge: The Magic of Movie Editing

13 abr

Se você é editor de video ou cinema; ou pretende se tornar um… aqui vai uma dica! Ou melhor, uma obrigação!!
Você tem a obrigação, necessidade, dever e direito de assistir a este incrivel documentário sobre a incrível profissão: Editor!!!!

The Cutting Edge: The Magic of Movie Editing conta a história da edição de uma forma muito interessante. Conta com entrevistas de grandes editores e diretores de Hollywood. Fala também sobre os estilos de edição e as formas de se editar.

Achei um trecho na net… não tem legendas em português… Eu aconselho procurar na locadora!!

EXCELENTE!!!!

The Walking Dead [ Abertura ]

13 abr

Confira a versão final, criada pela Prologue.

A apresentação oficial optou por uma solução mais realista, mostrando cenas da cidade onde revelam-se vestígios de destruição provocados pelas ações dos zumbis, sem explicitar, no entanto, qualquer uma delas. Bastante diferente da versão ilustrada, mais contundente e violenta, baseada nas ilustrações dos quadrinhos.

Até mesmo a seleção cromática se mantém distinta. Enquanto que a versão alternativa privilegiou cores fortes e vibrantes, ressaltando a brutalidade da imagens, a vinheta final preferiu manter o lado obscuro e sombrio da atração, a partir de uma fotografia escura, em tons de sépia.
Embora a versão criada por Daniel M. Kanemoto tenha causado um impacto visual e emocional maior, o clima proporcionado pela abertura final tenta manter um clima de tensão, suspense e maior neutralidade em prol de uma valorização maior da trama densa e feroz, além de não tentar criar tantos vínculos com a obra que a inspirou.
Continue lendo

Apple anuncia novo Final Cut Pro X.

13 abr

Agora há pouco, em uma keynote especial e não-anunciada durante o evento SuperMeet, na NAB 2011 (em Las Vegas), a Apple anunciou o novo Final Cut Pro X.

A próxima versão do software de edição de vídeo profissional da Maçã será totalmente em 64 bits, com uma interface renovada (inspirada no iMovie), gerenciamento de cor total via ColorSync e suporte à resolução 4K (altíssima definição). Outras novidades incluem edição em tempo real durante a importação, detecção automática de mídias e pessoas, estabilização de filmagens, novo editor preciso na timeline, entre outras.

Visando a melhorias significativas de performance em Macs mais recentes, o novo FCP explorará bastante o Grand Central Dispatch, separando múltiplas tarefas através de vários processadores/núcleos (até oito, nesta nova versão). Além disso, ele explora todas as tecnologias e frameworks recentes do Mac OS X, como Cocoa, Core Animation e OpenCL.

O Final Cut Pro X custará US$300 (nada mau!) e chegará ao mercado em junho — provavelmente pela Mac App Store, como outros softwares recentemente atualizados/lançados pela Apple.

Fonte: MacMagazine

Crianças

12 abr

É impressionante como alguns trabalhos onde contamos com crianças nos cativam.

Trabalhar com crianças em muitos casos não é uma tarefa das mais simples, em contra partida, se você tiver o “feeling” para captar suas reações mais espontâneas, provavelmente vai conseguir um resultado muito bom.

Fiquem com esse vídeo do Itaú

Desouza

“DESCULPA” for Ali Hewson! [ U2 ]

10 abr

Boa Noite amigo leitor,
No exato momento que este post está entrando no ar, eu Gustavo Lopes, estou em São Paulo para assistir o show da banda U2, sim amigo leitor, este post foi programado!

No momento quero curtir o Show e trabalhar “menos”, então vou compartilhar com vocês um clipe SEM MUITA EDIÇÃO na verdade é um plano-sequência do U2.
Um belo clipe, um belo plano-sequência, um belo pedido de desculpas. ( Leiam o texto abaixo )

Tudo começou quando Bono passou o dia inteiro no estúdio. Em pleno aniversário de sua esposa.

Como a mulher deve ter ficado minimamente magoada (pra não dizer absurdamente irritada), ele decidiu se desculpar como manda a cartilha do rockstar: Fazendo um clipe incrível.

O clipe começa com a esposa de Bono, Alison Hewson, sentanda em uma espécie de charrete e olhando para ele, que é mostrado no primeiro e único corte do video. Desse ponto em diante, a tomada é a mesma até o final: Uma subjetiva de Ali, ou seja, a câmera representando a visão da mulher, de seu ponto de vista na cena.

E é aí que a magia acontece: A charrete começa a andar, Bono começa a fazer suas gracinhas e na rua, durante o percurso inteiro, inúmeras intervenções acontecem, sempre em sincronia com a música e direcionadas para Alison, reforçando o pedido de desculpas.

Por fim, num gracejo audiovisual, a música acaba e, sem som nenhum, vemos apenas a boca de Bono se mexer num claro “I’m Sorry”.

No vídeo, dirigido por Kevin Godley, há várias participações especiais, que incluem Riverdance, Boyzone, Steve Collins, Artane Boys Band, e Chippendales.
The Edge, Adam Clayton, Larry Mullen Jr., Norman Hewson (irmão de Bono), Dick Evans (irmão de The Edge), e Alison Hewson (esposa de Bono), também aparecem no vídeo.

Segue o Trailer da TURNE 360º:

Um comercial inspirador com Marc Herremans

8 abr

Este comercial do Whisky Johnnie Walker traz a história vitoriosa do triatleta belga Marc Herremans.
Um atleta determinado e com um imenso potencial que sonhava ser campeão do Ironman World Championship, até que um acidente, ocorrido em 2002, deixou Marc paralítico.
Os seus movimentos do abdômem até os pés foram comprometidos para o resto de sua vida, porém de forma incansável, ele não desistiu do seu objetivo de ser um campeão mundial de Ironman. O comercial criado pela Bartle Bogle Hegarty é inspirador, materializando o conceito “Keep Walking” (mantenha-se caminhando) .
Acho que frases como não desista de você, mesmo que as dificuldades apareçam e enfrente-as. Para que seus obstáculos sejam superados, impondo sua vontade e determinação.

É tão facil assim? ( Capítulo 2 )

7 abr

Para quem acompanhou o post É tão facil assim?, segue a continuação.

Como começar a trabalhar com edição de vídeo?

Antes de escolher um programa de edição não-linear, de comprar uma máquina ; enfim, antes de colocar a mão na massa, é preciso aprender a observar.
Um bom editor de vídeo é aquele que enxerga e percebe detalhes à sua volta. É um profissional com percepção além da maioria dos mortais. E esta característica é adquirida, conquistada através de estudo, pesquisa, interesse pelo comum e pelo raro.
É esta bagagem, misturada com criatividade, que fará você dar o primeiro passo em direção ao trabalho com edição de vídeo.

Vamos a três lições rápidas:

1 – Contexto e continuidade
Em edição de vídeo, nada é feito por acaso.
Não adianta querer colocar um trecho acelerado, uma transição com formas mirabolantes ou um zoom in/out repetidas vezes sem um propósito. Estética é fundamental, mas contexto e continuidade são os pilares de todas as regras.

2 – O cinegrafista é seu o melhor amigo
A câmera produz a matéria-prima que será moldada pelo editor de vídeo. Nada mais pertinente do que contar com um profissional que saiba manejar a máquina e extrair o melhor ângulo de cada cena. Sem sombra de dúvida, é essencial discutir em dupla para que o resultado seja positivo.

3 – Em vídeo, áudio é tão importante quanto imagem
Na maioria das vezes, imagem e áudio estão tão unidos que esquecemos que ambos têm identidade própria. Apesar de um não existir sem o outro no que se refere a vídeo, podem sim ser editados em separado. Aliás, a graça de algumas edições está justamente num sobe som aqui, num background ali, ou até mesmo numa imagem sem som ou com um áudio que não pertence originalmente àquele trecho, como acontece em notas cobertas do telejornalismo.

Dica: Crie o hábito de assistir muitos vídeos, o tempo todo. Isso fará com que aumente suas opções na hora de editar qualquer material. Vale cinema, TV, clipes. Deixe o preconceito de lado e invista tanto nos antigos quanto nos novos.

Mas afinal ” É tão facil assim?”, comentem por favor.

Fonte: http://carreirasolo.org/respostas/video/como-comecar-a-trabalhar-com-edicao-de-video

Final Cut Pro VS Avid

7 abr

Mais uma paródia da campanha Mac vs PC, mas desta vez envolvendo os dois softwares de edição profissional mais utilizados.
Uma criação do diretor Jill DiBiase.

Vale Tudo [ Abertura ]

7 abr

Diante do sucesso da novela Vale Tudo no Canal Viva, vale relembrar aqui a sua abertura, criada pela equipe de Hans Donner.
Nela são apresentadas uma sequência de fotografias e vídeos em um ritmo acelerado que tentam elaborar um retrato do Brasil, utilizando-se dos mais variados temas, como belezas naturais, pontos turísticos, fatos históricos e condições sociais.
Enfim, praticamente tudo que temos e o que não temos na mente quando pensamos sobre o Brasil. No entanto, esteticamente, a vinheta não pode ser considerada nem um primor, com sua estranhas transições quadriculadas que tentam representar um mosaico, mas que, se fossem apresentados em uma atração atual, seriam rapidamente associados com efeitos de pixelização. O que salva mesmo é a assinatura, bem mais significativa e interessante, que a partir de um jogo tipográfico reforça a ideia que dá nome ao folhetim. Além disso, outro ponto de destaque é a trilha vibrante e emocionante criada por Cazuza e cantada por Gal Costa.

Continue lendo

“Varela Upload”: a verdade é uma farsa

7 abr

Ernesto Varela, repórter de mentira que fazia perguntas a entrevistados do mundo de verdade, foi o primeiro trabalho profissional de Marcelo Tas na TV.
A primeira aparição de Varela, uma criatura parida a quatro mãos, com imagens de nada menos que Fernando Meirelles e com o apoio de uma turma de moleques da Olhar Eletrônico, produtora independente de video, se deu na TV Gazeta de São Paulo.
Depois percorreu vários canais de TV, rádio e até uma peça de teatro que ficou em cartaz por duas temporadas longas no Rio e São Paulo (2005 e 2006).

O vídeo acima é um documentário sobre a realização do primeiro Rock in Rio, quando o festival acontecia apenas na cidade que lhe dava nome e era apenas um festival de rock’n’roll (sim, a voz que conversa comigo é do próprio Fernando Meirelles, que também era um personagem, o Valdeci, câmera do Varela).

Fonte: Blog do Tas

YouTube leva você a Cannes 2011

5 abr

Criativos, uni-vos! Por uma boa idéia e por um bom trabalho, você pode ganhar sua passagem para Cannes 2011.

Acesse o canal www.youtube.com/goodwork e conheça o projeto que conecta ONGs e criativos de todo o mundo. Escolha uma ONG, crie um vídeo e concorra a uma viagem com tudo pago para o festival mais importante de publicidade.

Envie seu video até o dia 9 de maio. Um juri, formado por representantes do Terceiro Setor e por grandes nomes da publicidade internacional, vai escolher o vencedor entre os 5 videos mais votados.

Continue lendo

Homenagem aos 25 anos da Pixar

4 abr


Montagem de filmes (curtas e longas) da Pixar para homenagear os 25 anos do estúdio. O vídeo foi feito por um fã e o estúdio o presenteou com brindes por reconhecer a qualidade do trabalho. © Pixar

Mera Coincidência? Dexter e Lurpak Kitchen Odyssey

3 abr

O comercial Lurpak Kitchen Odyssey está fazendo sucesso na internet pela forma como uma situação comum pode ser transformada em um evento colossal, graças à forma como as mensagens são construídas no vídeo. Abordagem bastante interessante, mas que lembra bastante a famosa abertura de Dexter. No caso da série, o preparo de um típico café da manhã foi transformado em um verdadeiro filme de suspense e terror. Enquanto que na propaganda, no intuito de mostrar como uma manteiga pode transformar a experiência de cozinhar, fazer uma simples omelete tornou-se uma mega produção cinematográfica.

>>> Abertura de Dexter (2006)

>>> Comercial Lurpak Kitchen Odyssey (2011)

Continue lendo

GNT [ Identidade Visual ]

2 abr

Graças aos reposicionamentos videográficos realizados durante os últimos 8 anos, o GNT se tornou um dos canais mais relevantes entre o grupo Globosat e um dos mais bem quistos entre o público telespectador feminino. Esse ano, com a entrada da nova programação e a incursão definitiva ao sistema HD, o canal revela uma nova identidade com intuito de se atualizar ao seu público-alvo: a mulher multifuncional e contemporânea. Mudanças que culminaram em uma programação mais divertida, íntima, alegre e vibrante.

Continue lendo

CQC [ Abertura 2011 ]

1 abr

Como já é de costume, a nova temporada do CQC renova sua identidade visual, incluindo novas aberturas, tanto do programa como de apresentação dos quadros. As referências urbanas apresentadas ano passado misturam-se a elementos surrealistas em clima de guerra e destruição. Para acompanhar esse visual mais “anárquico”, o acabamento apurado dá lugar a um aspecto sutilmente trash.

Por essa motivo talvez que a abertura está causando uma descabida polêmica, que acusa o programa de utilizar mensagens consideradas “satânicas”, como o olho de Hórus. Bobagens à parte, esse rebuliço só evidencia a relevância do programa e contribui para enfatizar seu lado naturalmente polêmico.
Continue lendo