Divã [ Abertura ]

27 abr

Depois de passar pelo teatro e pelo cinema em adaptações bem-sucedidads feitas por Lília Cabral, o livro “Divã”, de Martha Medeiros, chega à tv pelas mãos da mesma atriz, que interpreta a protagonista Mercedes em todas as adaptações.

Como o nome pode sugerir, a série conta as experiências que Mercedes passa no divã de um psicanalista, contando sua vida de divorciada, mãe de dois meninos adolescentes, dona de casa e artista plástica.

A abertura traz essa experiência para apresentar o programa. No início bem rápido vemos uma caricatura da personagem caindo numa espécie de túnel com cara de medo, como se estivesse perdida em sua vida e seus dilemas, e vários objetos passam por ela, simbolizando as dificuldades de sua vida. Até que ela cai num divã e, na segurança que ele lhe dá, ela passeia por cenários fantásticos representando cada pedaço de sua vida como trânsito, homens e artes. Nessa viagem o semblante da personagem é mais tranquilo, dando-nos a impressão de que ela passa sem problemas por tudo, só de ter o divã como apoio.

A viagem termina com a personagem num cenário neutro e, como uma prancha de mistura de tintas, os elementos se fundem no logotipo da série, uma representação estilizada de um divã.

A abertura é muito interessante por usar um recurso lúdico – animação tradicional quadro a quadro em duas dimensões – para mostrar a vida de Mercedes ao invés de se ater a cenas captadas da própria atriz. É como se a viagem fosse feita na mente e nos sonhos da personagem, ambientes que nos dão liberdade para construir mundos a nosso bel-prazer. Segundo a ciência, os sonhos são uma maneira de o cérebro nos preparar para situações vindouras. É uma representação complexa que ganhou delicadeza na maneira com que foi apresentada.

A ressalva a ser feita está na simplicidade da animação da personagem, com poucas expressões e muito dura.

Fora isso, a abertura é carregada de conceitos e se encaixa bem na proposta da série.

Fonte: Blog Televisual

Anúncios

Uma resposta to “Divã [ Abertura ]”

  1. Eliel 02/05/2011 às 11:38 #

    Pela fluidez de movimento, não parece ser a legítima animação tradicional, isto está com cara de Flash.

    Curtir

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.