Impressora 3D mais barata permite criar objetos em casa

7 set

Modelos mais baratos de impressoras que produzem objetos tridimensionais de plástico, chamadas impressoras 3D, começam a chegar ao mercado brasileiro. A empresa Robtec lançou no Brasil duas opções de impressoras 3D com preços mais acessíveis que permitem ao usuário criar objetos como capinha de celular ou peças de Lego.

Um dos modelos custa R$ 5,7 mil e permite imprimir pequenas peças em cerca de 20 minutos. Antes, impressoras 3D custavam a partir de R$ 60 mil e eram adquiridas apenas por grandes empresas. “Essas máquinas estão mais baratas porque são menores, o que limita o tamanho dos objetos, e por não proporcionarem tanto acabamento e precisão”, explica Luiz Fernando Dompieri, diretor-geral da Robtec.

Agora, consumidores domésticos podem ter a máquina para produzir peças de decoração ou como hobby. “No dia do lançamento, um cliente comprou uma das máquinas para tê-la em casa”, conta Dompieri.

Além dos consumidores finais, as máquinas também estão mais acessíveis aos pequenos empresários e escolas. “O objetivo das companhias menores é apenas visualizar como a peça ficará em 3D. Eles não estão preocupados com o acabamento”, explica Dompieri. “Nas escolas, um professor de Física poderá usar a impressora para criar uma peça geométrica, por exemplo”.

As máquinas usam fios de plástico que são carregados por um tubo quente que esquenta o material até deixá-lo bem fino. Os objetos 3D são desenhados camada por camada por esse fio quase líquido (confira no vídeo ao lado).

Para imprimir os objetos, o cliente precisa usar programas que criam desenhos em 3D, como o AutoCAD. Isso limita o uso da tecnologia hoje, segundo Michele Marchesan, vice-presidente da 3D Systems, que comprou a companhia inglesa Bits From Bytes (BFB), fabricante das máquinas.

Por isso, a BFB estuda disponibilizar desenhos já pré-montados que poderão ser apenas adaptados pelos consumidores. “As pessoas poderão baixar pela internet alguns arquivos e personalizá-los sem precisar ter nenhum conhecimento nesses programas”, afirma Marchesan.

“Quando compramos a Bits From Bytes, consideramos uma grande aquisição porque poderíamos democratizar o acesso as impressoras 3D. Nós acreditamos que esse é o futuro, que todo mundo terá uma impressora 3D em casa”, conclui.

A impressora RapMan 3. custa R$ 5,7 mil, pesa 17 kg e precisa ser montada pelo cliente em casa. A segunda máquina é a “BFB – 3000”, que custa R$ 12,4 mil e pesa 37 kg. Nesse caso, a impressora já vem montada, por isso é mais cara. Ambas são fabricadas pela companhia inglesa Bits From Bytes (BFB).

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.