Como foi (re)criado o icônico rugido do Godzilla

8 jun

O rugido do Godzilla é um dos efeitos sonoros mais reconhecidos da história da cinema. Criado em 1954, foi feito esfregando as cordas de um contrabaixo com uma luva revestida de resina.

Para o remake de 2014, o sound designer Erik Aadahl também optou por métodos analógicos.

Começou dividindo o berro em partes. O som metálico foi feito com gelo seco dentro de uma caixa de metal, uma combinação assustadora para os ouvidos. O ruído final, esse que parece fazer a terra tremer, foi tentado com pedras e sons de baleia. No fim, acabou simplesmente arrastando uma caixa gigante de madeira sobre um piso polido.

Para que o rugido presente no filme reverberasse de forma realista, ele foi captado diretamente de um alto falante com 3 metros de altura, 5 de largura e 100 quilowatt de potência. Ouça abaixo:

Texto: Carlos Merigo – Brainstorm9

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s