AMIRA | Promessas cumpridas

20 set

Em várias produções por todo o mundo, a câmera AMIRA é uma ferramenta flexível e se adapta às necessidades dos clientes, maximizando o retorno do investimento. Seguindo o mesmo modelo que tem permitido a ALEXA se manter na liderança por 4 anos, atualizações de software entregarão novos recursos em resposta às mudanças do mercado e solicitações de usuários do mundo real. Para quem utiliza a AMIRA, a jornada está apenas começando, com o SUP 1.1, esperado para outubro de 2014.

PROMESSAS CUMPRIDAS

Licenças temporárias – O SUP 1.1 traz uma variedade de recursos prometidos quando a AMIRA foi lançada. O mais importante são as licenças temporárias que permitem aos usuários da AMIRA comprar e baixar recursos específicos para seu trabalho, que estarão disponíveis online na Loja de Licenças. As licenças temporárias da AMIRA Advanced e Premium, ativadas por semana, provêm uma solução adaptável para uma enorme variedade de necessidades dos proprietários.

Suporte para EF e B4 – Com a vinda do bocal EF, os usuários da AMIRA podem usar lentes fotográficas, controlando a íris eletronicamente através de uma interface de usuário na câmera. Agora também, passa a ter o suporte para lentes tipo B4, com motor de zoom integrado e com a função de auto íris controlada através de um botão de usuário.

WiFi remoto – O SUP 1.1 permitirá com uma interface gráfica de usuário (GUI), o painel de LCD da AMIRA ser mostrado ao vivo em dispositivos sem fio, permitindo controlar a câmera remotamente, sem necessidade de locar qualquer equipamento adicional. O sinal baseado em HTML pode ser visualizado em dispositivos Androids, iPhones e iPads. Alternativamente, se um controle sem fio não for necessário, qualquer dispositivo com uma porta LAN (tal como um notebook), pode ser conectado na câmera via cabo de Ethernet. A interface de usuário espelha o menu da câmera, muito parecido com o Simulador da AMIRA no site da ARRI.

Monitoração de áudio por Bluetooth – Este novo recurso, permite o operador de câmera ou qualquer outra pessoa monitorar o áudio através de fones de ouvido Bluetooth. Usando um fone de ouvido Bluetooth, equipado com microfone, comentários falados podem ser gravados durante a filmagem, provendo um áudio guia para a edição e pós-produção. Esses comentários são gravados em um quinto canal de áudio e alinhado com os 4 canais principais, mas mantido independente deles.

Ajuste dinâmico de balanceamento de branco – Para situações que envolvem uma mudança de temperatura durante uma tomada, esta opção de balanceamento de branco faz o ajuste de branco automático e constante. Utilizando um sofisticado algoritmo desenvolvido pela ARRI, este ajuste funciona sem problemas, mesmo para extremas transições de temperatura de cor.

Função de pré-gravação – Fundamental para cineastas sobre Vida Selvagem,  a função de pré-gravação usa a memória interna da câmera para gravar em loop, o tempo depende de uma seleção de opções. Quando o botão de REC é pressionado, o clipe gravado no CFast 2.0 incluirá o tempo especificado, no início do arquivo.

REQUISITOS DE USUÁRIO

Tempo de inicialização mais rápido – A AMIRA já inicia mais rápido do que a ALEXA, mas os usuários pediram se poderia ser ainda mais rápido. Esses pedidos foram prioritários no SUP 1.1, resultando numa redução do tempo de inicialização de mais de 25%.

Barra de Cores – A partir do SUP 1.1, a AMIRA será capaz de gerar barras de cores que serão visíveis no visor, no painel de LCD e em qualquer monitor conectado via HD-SDI, permitindo que esses monitores sejam calibrados com o visor da câmera.

Waveform – Alguns usuários da AMIRA com formação em broadcast, solicitaram um waveform no visor da câmera e no monitor de LCD. Isto foi devidamente implementado, com opção de tela cheia ou cobrindo apenas uma parte da imagem, provendo mais uma ferramenta de verificação dos níveis de exposição.

APERFEIÇOAMENTOS TÉCNICOS

Saídas HD-SDI melhoradas –  As saídas HD-SDI da AMIRA, foram melhoradas para permitir que informações de timecode e outros parâmetros que são visualizados no visor, também sejam visualizados nos monitores. Adicionalmente, agora será possível usar um HD-SDI como sinal de entrada para opção de genlock (sincronismo).

Funcionalidade do LDS – Quando utilizar uma lente com o Lens Data System® (LDS) na AMIRA com bocal PL LDS, dados sobre a íris, foco e posições da zoom, serão agora visíveis no visor da câmera e esses dados serão gravados como metadados nos arquivos QuickTime.

Debayer melhorado – Uma constante pesquisa pela ARRI é feita para melhorar o algoritmo  de debayer para a AMIRA, onde resultará em uma maior redução de aliasing e ruído para imagens mais nítidas.

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s