O2 Filmes | DaVinci Resolve

18 out

O2 Filmes radicaliza seu workflow com DaVinci Resolve em todos os departamentos.

o2_logo

Rodeada de talento por todos os lados, a O2 Filmes produz sucessos de bilheteria de cinema, séries de TV e filmes publicitários. A empresa tem como sócios os diretores Fernando Meirelles (diretor de “Cidade de Deus,” “O Jardineiro Fiel,” “Ensaio Sobre a Cegueira,” e “360”) e Paulo Morelli (diretor e produtor de “Cidade dos Homens” e “Entre Nós”), e a produtora executiva Andrea Barata Ribeiro (produtora de “Cidade de Deus,” “Ensaio Sobre a Cegueira,” e “Cidade dos Homens”).

A O2 Filmes iniciou suas atividades como uma produtora de filmes publicitários e logo expandiu seus negócios para produção de conteúdo para cinema e TV além de outras áreas como distribuição de filmes (O2 Play), produção de conteúdo para novas mídias (O2 Outras elas) e serviços de Pós Produção (O2 Pós). Com mais de 100 profissionais na equipe e um enorme espaço criativo de 1.500 metros quadrados localizado dentro dos 8.500 metros quadrados da sede da O2 Filmes em São Paulo, a O2 Pós é considerada hoje a maior empresa de Pós-Produção do Brasil. Criada originalmente para atender a demanda de Pós Produção dos projetos da O2, o núcleo cresceu rapidamente em função dos talentos e tecnologias agregadas, possibilitando à empresa que abrisse suas portas para todo o mercado audiovisual brasileiro, atendendo hoje outras produtoras além da O2 Filmes. “A O2 sempre acreditou que ter sua própria empresa de Pós Produção seria a melhor maneira de manter a qualidade de seus projetos a medida em que a demanda da produtora aumentasse, além de atrair novos talentos para a empresa”, relatou Andrea Barata Ribeiro, sócia da O2.

“Para o filme “Ensaio Sobre a Cegueira” que foi feito em 2007, Meirelles decidiu fazer a finalização dos efeitos no Brasil. Ao não encontrar uma finalizadora que oferecesse a qualidade desejada e que pudesse trabalhar com seu orçamento e prazo, os sócios da O2 decidiram expandir o departamento de Pós Produção que, na época, só servia aos projetos de publicidade da casa,” relatou Barcellos.

Após o lançamento de “Ensaio Sobre a Cegueira” a O2 Pós começou a atender todos os projetos de entretenimento da O2 Filmes e sete anos depois, o núcleo hoje atente uma média de 12 longas metragens, 6 séries de TV (média de 10 episódios por título), e mais de 200 filmes publicitários por ano.

Captura de Tela 2014-10-18 às 10.52.26

Para dar conta desse rápido crescimento, Barcellos redesenhou toda a infraestrutura técnica da O2 Pós, e em uma decisão radical, rompeu completamente com os sistemas tradicionais e transformou a empresa em uma das maiores instalações de DaVinci Resolve no mundo, iniciando pelo departamento de correção de cor e estendendo aos outros departamentos da Pós, está instalando cerca de 80 licenças de DaVinci Resolve distribuídas entre esses departamentos, possibilitando que a correção de cor seja visualizada em qualquer etapa do processo de finalização.

Um Raro Gorila Branco é Encontrado

Com grande expertise em processos de Pós Produção e seus mais variados workflows, Paulo Barcellos teve como primeiro desafio na O2 Pós a direção técnica do núcleo de 2008 à 2010.

Durante esse período, Barcellos observou a necessidade de normatização de processos de laboratório para o novo cenário do cinema digital. Deixou portanto sua posição na O2, e arriscou empreender sua própria companhia, a White Gorilla.

“Iniciamos a White Gorilla em 2011 como laboratório digital que oferecia conversão de arquivos em tempo real, agregado a correção de cor off-line e backup em fita de LTO, trazendo as etapas de revelação de filme e processo de telecine para o mundo digital. Naquela época, um serviço que levava um laboratório digital para o set de filmagem era inédito. Desenvolvemos nossos próprios equipamentos e softwares proprietários voltados para o gerenciamento e backup de mídias digitais, e para a etapa de correção de cor off-line adotamos o Davinci Resolve 7. Era o primeiro software de correção de cor profissional de grande porte disponível para Mac e as funcionalidades eram incríveis.”, lembra Barcellos.

“Como diretor técnico da O2, tive a oportunidade de trabalhar com os melhores sistemas de correção de cor do mercado, e ao conhecer o DaVinci Resolve, fiquei impressionado com os recursos oferecidos. O software não perdia em nada para soluções muito mais caras.” Daquele momento em diante, o DaVinci Resolve virou um ingrediente chave no fluxo de trabalho da White Gorilla.

Com um workflow inovador e super eficiente, a White Gorilla consolidou sua marca no mercado, favorecendo seu enorme crescimento.

“O set de filmagem é sempre uma loucura, e soluções que facilitem o trabalho e reduzam ou evitem problemas são sempre muito bem vindas. Nossa solução de laboratório digital que utiliza o DaVinci Resolve foi batizada de Snowflake, em homenagem ao único gorila branco conhecido no mundo, e é bastante popular entre os diretores de fotografia pois possibilita que eles vejam a imagem mais próxima do resultado final ainda no set de filmagem.”

Desde que Barcellos lançou a White Gorilla, o sistema SnowFlake com DaVinci Resolve já foi utilizado para geração de dailies em mais de 40 longas metragens, 20 séries de TV, e 100 filmes publicitários. “Hoje, trabalhamos com a versão 11 do Davinci Resolve junto com o nosso software proprietário para gerenciamento de mídias e backup em LTO.  O operador no set usa o Resolve para sincronizar o áudio, fazer a correção de cor offline com o diretor de fotografia, e converter as mídias para a edição. Esse processo reduz o tempo de trabalho do montador e garante a segurança dos arquivos captados.”

Uma coisa em que Barcellos insiste  é que o equipamento sirva ao artista e não o oposto. Adicionalmente, a White Gorilla acredita que a solução tem que ser transparente para o diretor de fotografia e produção – por isso faz questão de treinar seus próprios operadores, que possuem os mais variados perfis.  Esses fatores colocam a White Gorilla a frente da concorrência.

A O2 Convida para Voltar

Antes de deixar a O2 em 2010, Paulo percebeu que a área de pós produção passaria por uma revolução tecnológica e alertou a empresa sobre as mudanças essenciais de infraestrutura que a O2 Pós teria que fazer para melhor sustentar a fusão de tecnologia e fluxo de trabalho.

No fim de 2012, os sócios da O2 contataram Paulo, e o convidaram para retornar para a O2 Pós como diretor geral e implementar essas mudanças. “Até meados de 2010, grande parte do processo de finalização era baseado em fitas pois quase tudo era filmado em película 16mm ou 35mm e depois passava pelo processo de telecine onde o material filmado era transferido para uma fita BETACAM ou HDCAM. Com a chegada das câmeras digitais, o processo mudou radicalmente mas não estávamos indo completamente na direção certa. Precisávamos de métodos de trabalho melhores e uma infraestrutura bem diferente da que tínhamos para sustentar o processo de filmagem digital,” comentou Barcellos. Desde a série “Som e Fúria”, a primeira série de TV com captação 100% digital em meados de 2008, a O2 foi pioneira na mudança de formatos, mas a nossas instalações eram voltadas para o fluxo de trabalho baseado em fitas e não arquivos digitais, e os fabricantes de soluções de grande porte, além de demorarem muito para se adaptar a essa nova realidade, mantiveram os preços de atualização desses equipamentos num patamar proibitivo, e isso acabou complicando muito o nosso fluxo de trabalho. Precisávamos de uma mudança drástica nos equipamentos, processos e workflow pois não tínhamos margem para expandir.”

Captura de Tela 2014-10-18 às 10.52.36

Com sua habilidade técnica e sucesso com a White Gorilla, Barcellos sugeriu uma mudança radical para a infraestrutura da O2, uma que começou com o DaVinci Resolve da Blackmagic Design. Barcellos explicou, “Não tomo decisões puramente baseadas em preço. Com a grande demanda de trabalho, precisamos de soluções robustas e confiáveis, e é natural que a maioria das empresas de Pós Produção optem por sistemas mais caros, porém após dois anos trabalhando com o Resolve Mac na White Gorilla, além de outros produtos Blackmagic, eu estava convencido de que não era preciso gastar milhões para fazer as mudanças necessárias no workflow da O2 Pós.”

A infraestrutura existente da O2 Pós era baseada na plataforma Linux, o que demandava constante suporte do departamento de T.I.. Além disso, a maioria das soluções que usávamos não suportava formatos populares como Apple ProRes, usado nas câmeras de cinema digital como Arri Alexa, o que acabava demandando etapas adicionais no processo de trabalho e consequentemente aumentando prazo e custo.

“Na época, alguns de nossos equipamentos de correção de cor também não abriam esses formatos, enquanto outros podiam abrir mas não exportar. Isso complicava muito o processo já que tínhamos que converter todo o material filmado no formato ProRes para o formato DPX antes da etapa de correção de cor e em seguida renderizar todo o material em DPX para depois copiar os arquivos para um Mac e assim converter esses arquivos para o formato Apple ProRes novamente. Era completamente ineficiente.”

Apesar de estar bem familiarizado com o DaVinci Resolve, Barcellos testou as soluções existentes na O2 Pós lado a lado e observou que o DaVinci no Mac possuía todas as funcionalidades das soluções tradicionais, além de ser cerca de três vezes mais rápido pois rodava num hardware mais atual. Essas vantagens e o suporte de diversos formatos como o ProRes convenceram a equipe de que esse era o caminho certo.

Com o OK da empresa, Barcellos iniciou o processo de reestruturação e a aquisição gradual de 80 licenças do DaVinci Resolve.

Mudanças Radicais para um Trabalho de Correção de Cor mais Eficiente

A primeira medida tomada por Paulo foi de substituir os três equipamentos de correção de cor da O2 Pós para o DaVinci Resolve Mac. “No início, as pessoas achavam que era loucura, pois havia um enorme investimento nos equipamentos existentes, mas no fim, o mundo estava mudando rapidamente e a perda seria muito maior se não mudássemos radicalmente e aproveitássemos essa oportunidade para sair na frente. Tínhamos que ser os líderes dessa transformação.”

O próximo passo foi criar um fluxo de trabalho mais colaborativo, e o DaVinci Resolve 11 era a chave. “Só era possível acompanhar a correção de cor de um projeto, se você estivesse na sala de correção de cor ou se o colorista enviasse frames do material ou exportasse um vídeo para aprovação.”

Barcellos decidiu então instalar uma cópia do Resolve 11 em todas as estações de trabalho dos supervisores de efeitos da O2 Pós, permitindo-lhes acompanhar a cor dos projetos em andamento. “Nesse processo, não é mais necessário exportar os arquivos ou  LUTs. Basta abrir o Resolve, clicar no projeto e assistir a cena. Isso é incrivelmente útil para os supervisores trabalhando em publicidades que envolvem muitas mudanças. O colorista  atualiza o projeto em sua sala e o supervisor pode revisar e aprovar em sua própria estação de trabalho.”

Equipar os computadores com o Blackmagic Design Resolve 11 criou eficiência para vários cenários. Agora, clientes da O2 Pós ou diretores de fotografia podem se reunir com o supervisor do projeto em qualquer ambiente da empresa, incluindo a sala de reunião, e todos os comentários e pedidos são anotados pelo supervisor e inseridos diretamente no banco de dados do DaVinci, e o colorista pode fazer alterações ao conteúdo imediatamente.

Barcellos planeja expandir esse recurso para os artistas de 3D e Composição, assim todos poderão usufruir do mesmo recurso e interagir com a etapa da correção de cor.

O2 estabelece parceria com a White Gorilla

Além de redesenhar toda a infraestrutura e o fluxo de trabalho da O2 Pós, Barcellos tem começado a integrar os processos e sistemas da White Gorilla nas filmagens da O2, criando um fluxo de trabalho extremamente eficiente. “Nós não queríamos começar essa integração de processos da White Gorilla na O2 Pós até que tivéssemos concluído a maior parte das mudanças”, disse Barcellos. “Com a nova infraestrutura e o DaVinci Resolve em todas as salas de correção de cor da O2 Pós, conseguimos atingir um nível de integração e colaboração inéditos. Como usamos exatamente o mesmo software no set de filmagens e na sala de correção de cor, o processo melhorou muito. A correção de cor hoje começa antes do set, com pesquisas de referências e testes de câmera feitas pelo colorista do projeto e esse material vai para a filmagem nos equipamentos da White Gorilla. No set, o operador trabalha junto com o diretor de fotografia na correção de cor off-line, usando de base as referencias enviadas pelo colorista e assim que o material chega na Pós, os arquivos são importados para as salas de correção de cor e o colorista pode começar a trabalhar imediatamente, partindo do projeto encaminhado e não do zero. É fluxo de trabalho muito mais eficiente e simplificado.”

Desde que as duas empresas começaram a trabalhar juntas, vários projetos estão sendo beneficiados. De séries para HBO e TV Globo, filmes publicitários e longas-metragens incluíndo o notável “Trash” dirigido por Stephen Daldry (“Billy Elliot”) e estrelando Mara Rooney, Martin Sheen e Wagner Moura do Brasil.

Captura de Tela 2014-10-18 às 10.52.45

O2 Olha Para o Futuro com DaVinci Resolve

“Está claro para nós que o DaVinci Resolve está caminhando para se tornar uma ferramenta de edição online, o que é muito útil para a O2 Pós. Queremos poder começar e terminar um projeto numa solução única, então esse caminho é bem atraente.”

Barcellos explicou que as novas funcionalidades do Davinci Resolve 11 facilitarão o processo de conformação e deliveries. “É tudo muito bom e estamos muito animados para saber quais ferramentas mágicas a Blackmagic Design vai desenvolver no futuro.”

BMD_logo

Tradução: Hae Ji Cho

Anúncios

Uma resposta to “O2 Filmes | DaVinci Resolve”

  1. Daniela Sadowski 18/10/2014 às 20:44 #

    A maior empresa de Pós-Produção do Brasil? E a Casablanca?

    Curtir

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s