Arquivo | fevereiro, 2015

Saiba como a plataforma Withoutbox pode facilitar a sua vida!

27 fev

Muitos festivais realizam o processo de inscrição por meio da plataforma online Withoutabox, mas muita gente não sabe exatamente a sua utilidade. O site é especialmente importante para quem está no início de carreira e quer distribuir o curta recém-produzido para o mundo.

Screen Shot 2015-02-20 at 20.17.18

O site oferece a cineastas uma plataforma de pesquisa com mais de 3000 festivais de cinema cadastrados em todo mundo. Por meio dele é possível apresentar sua produção em mais de 850 festivais, como o de Sundance e o do Toronto, por exemplo.

A principal funcionalidade oferecida pela plataforma é ideal para quem quer começar a inscrever um filme e não sabe por onde começar, já que ele mesmo faz uma espécie de curadoria automática, considerando as características do seu curta e os pré-requisitos dos festivais de cinema. Por exemplo: se o filme cadastrado for um curta-metragem de até 15 minutos, gênero documentário, o responsável pelo filme será notificado de que a produção se enquadra no regulamento de determinados festivais. Dessa forma, além dos realizadores se informarem cada vez mais sobre novos festivais e prazos de inscrições, os eventos também ganham com a possibilidade maior de inscrições de todo mundo.

A plataforma é totalmente gratuita, os realizadores só pagam a valor referente à taxa de inscrição no Festival, o que varia de evento para evento, podendo em muitos casos ser gratuita.

Clique aqui para acessara lista de Festivais cadastrados no Withoutabox.

Anúncios

Blackmagic Design aperfeiçoa DaVinci Resolve

26 fev

A Blackmagic Design anunciou que já está disponível a versão 11.2 de DaVinci Resolve, a qual oferece entre outras características um melhor processamento de imagens em formato RAW CinemaDNG, novas funções para ajustar os valores extremos das luzes e sombras, compatibilidade com arquivos DNxHR, e uma maior facilidade ao trabalhar com o Media Composer 8.3.

Captura de Tela 2015-02-12 às 10.48.36

Esta atualização pode ser baixada de forma gratuita do site da web da Blackmagic Design. DaVinci Resolve 11.2 inclui melhorias no processamento de arquivos RAW CinemaDNG que facilita o trabalho com imagens captadas mediante as câmeras cinematográficas digitais da Blackmagic.

Os usuários poderão tirar um maior proveito das melhorias que esta versão apresenta ao realizar conversões entre diferentes espaços de cor e deste modo obter imagens mais reais em formato Rec. 709 e P3 ao processar arquivos RAW.

As novas funções de ajustes para luzes e sombras estão disponíveis durante a conversão de imagens RAW CinemaDNG com HDR a  Rec. 709 e permitem obter uma qualidade significativamente  melhor em espaços de cor reduzidos, já que se processam mediante novos algoritmos desenhados para minimizar a perda de detalhes e ganhar resultados surpreendentes.

Além disso, DaVinci Resolve 11.2 oferece maior compatibilidade com Avid, facilitando a transferência de sequências e materiais em alta resoluçõa entre ambos sistemas. Os novos procedimentos utilizados na codificação e decodificação de arquivos DNxHR permitem ao usuário compartilhar imagens de grande definição, enquanto as melhoras na importação e exportação de conteúdos em formato AAF permitem a editores e coloristas a possibilidade de trabalhar em um mesmo projeto utilizando DaVinci 11.2 e Media Composer 8.3 com mais rapidez e confiabilidade.

BMD_logo

Fonte: Panorama Audiovisual

Mais de trinta sistemas VENUE da Avid no Carnaval de Salvador | AVID

25 fev

Em Salvador mais de trinta sistemas VENUE da Avid® foram utilizados para levar aos milhares de foliões os melhores sons do Carnaval baiano. Em uma semana intensa de shows pela cidade, os técnicos de som puderam contar com o sistema reconhecido pela confiabilidade e pela qualidade de áudio excepcional.

DavidKadooka_EspecialisaQuantaLive_ManutençãoPreventiva_VENUE_MixRack Na semana anterior ao Carnaval, a Quanta Live, distribuidora da Avid® no Brasil, realizou no Parque de Exposições de Salvador, a manutenção preventiva dos sistemas durante a verificação técnica dos trios-elétricos, que é feita pela prefeitura. Os agentes de serviços da Quanta auxiliaram os técnicos na limpeza de placas, atualização de plug-ins, verificação de faders, botões, encoders e canais.

FernandoCanabarra_EspecialistaQuantaService_ManutençãoPreventiva_VENUE_MixRack

Segundo Emerson Jordão, Gerente de Vendas para produtos de Áudio da Avid no Brasil, o Carnaval de Salvador é o único evento do mundo que utiliza essa quantidade de mesas simultaneamente, “O Carnaval de Salvador é gigantesco, os sistemas VENUE são muito confiáveis e o serviço de pós-venda da Quanta Live é mais uma forma de garantirmos aos nossos clientes a maior tranquilidade possível durante os shows”.

Sistemas_VENUE_S3L-X_no_Trio

Sobre a Avid

Através da visão Avid Everywhere, a Avid oferece a plataforma de mídia mais aberta, abrangente e inovadora da indústria que une a criação de conteúdo à colaboração, proteção de recursos, distribuição e consumo das mídias mais ouvidas, mais assistidas e mais cultuadas do mundo – dos mais prestigiosos e premiados filmes e gravações musicais, à programas televisivos, shows de música ao vivo e noticiários. As soluções líderes da indústria são Pro Tools®, Media Composer®, ISIS®, Interplay® e Sibelius®.

Avid_Technology_Inc._-_Logo

Christie adquire Coolux Pandoras Box

25 fev

Christie anunciou que adquiriu a coolux GmbH baseada em Cologne, uma desenvolvedora mundial renomada e fornecedora de composição 3D e sistemas de renderização. Mais conhecida por sua família de produtos Pandoras Box, coolux será integrada ao time de soluções de mercado globais da Christie, mantendo seu escritório em Cologne, Alemanha.

Screen Shot 2015-02-20 at 20.03.49

 Jennifer Smith, vice-presidente executiva de soluções de mercado global, diz que a “Christie está comprometida em aprofundar a liderança no mercado para fornecer uma solução completa para aplicações avançadas como projeção mapping, entrega de broadcast e criação digital em larga escala, então o encontro entre nossos produtos e serviços e os de coolux é natural”.

 Jan Huewel, CEO da coolux, que se reportará a Jennifer Smith em sua nova posição de diretor sênior de processamento de soluções, comenta que em “um mundo onde experiências visuais e de áudio estão assumindo uma nova importância em inspirar e mover audiências, orquestrar e sincronizar a entrega de conteúdo é prioridade e com a novidade, Christie com sua já presença marcante nesta arena, ganhou outra linha de produtos inovadora e um time de desenvolvimento para assegurar a manutenção dessa liderança.”

Fonte: Panorama Audiovisual

Orad leva gráficos da TV para as mídias sociais

24 fev

Orad lançou uma nova versão de sua plataforma Social Media Hub (SMH), solução fácil de usar e que permite aos broadcasters o engajamento com visualizações. Baseada em arquitetura aberta, SMH funciona com um gateway para interagir com social mídia como Twitter, Facebook e Instagram.  SMH permite os usuários consultar, recuperar, rever, filtrar e agregar dados em carrosséis de mensagem que pode ser distribuídos ao longo da transmissão graças a integração com os controladores de gráfico Maestro, 3DPlay e Morpho.

Screen Shot 2015-02-20 at 20.00.32

O novo SMH traz o componente moderador que automatiza grandes quantidades de dados de mídias sociais. Empregando a engenharia de automatização de ativos, SMH organiza dados baseados em palavras chave e classifica cada palavra. Combinado com filtro automatizado, moderadores podem usar SMH para exclusão rápida de conteúdo de mídia social baseado em regras definidas pelo usuário, reduzindo a quantidade de conteúdo que eles precisam ver.

Moderadores múltiplos podem trabalhar na  mesma ou diferente busca de mensagem e acrescentar conteúdo para a mesma ou diferentes mensagens. De modo semelhante, é possível restringir buscas para mensagens geradas com localização geográfica. Com isso, as mensagens de locais próximas podem ficar mais visíveis, economizando tempo considerável.

Uma vez selecionado, SMH se conecta com os controladores gráficos Orad e leva mensagens para as redes sociais usando os mesmos gráficos que foram ao ar. A Orad exemplifica: um elemento de animação gráfica de uma previsão do tempo pode ser publicado diretamente na mídia social automaticamente quando o elemento gráfico é reproduzido no ar durante transmissão de TV.

Fonte: Panorama Audiovisual

Confira o belo projeto gráfico do Oscar 2015

23 fev

Durante o três últimos anos, a The Mill foi responsável pelo projeto gráfico do Oscar. Com destaque para última edição, em que além das animações para os anúncios dos indicados em cada categorias e da sequência In Memorian, o estúdio também desenvolveu pôsters alternativos para cada filme do prêmio de Melhor Filme.

Screen Shot 2015-02-23 at 19.53.28

Em 2015, a Academia mudou de parceiro, deixando o design e direção gráfica para o britânico Henry Hobson e a produtora Elastic, responsável pela abertura de “True Detective”.

Screen Shot 2015-02-23 at 19.51.34

No vídeo abaixo, você assiste ao pacote de motion graphics para os 8 filmes indicados na categoria Melhor Filme. Além dessa, foram mais 20 sequências do tipo durante a transmissão.

Fonte: Brainstorm9

AD-Digital e Kaltura participam do RCM

23 fev

A AD-Digital, integradora de sistemas especializada em tecnologias e projetos de audiovisual, e a Kaltura, primeira plataforma aberta de vídeos do mundo, participam do Rio Content Market, que acontece de 25 a 27 de fevereiro no Windsor Barra Hotel, Rio de Janeiro (RJ).

Screen Shot 2015-02-20 at 19.55.51

Sonia Poloni, diretora de Comunicação e Marketing, diz que a participação da AD-digital se dá pelo evento ser o ponto de encontro dos principais realizadores, produtores e executivos do mercado mundial do setor audiovisual. “As novas mídias trazem novas possibilidades para produções audiovisuais e distribuição de formatos como o Vídeo sob Demanda (VoD), Streaming e OTT. Para produções locais, para a internacionalização de conteúdos, coproduções ou para novos modelos de negócio, a tecnologia digital tornou-se indispensável”, explica

Auxiliar na publicação e transmissão online é o que motiva a Kaltura. Entre os serviços oferecidos pela plataforma está a monetização de conteúdo, a interação entre os usuários, o player de vídeo e ferramentas de distribuição. Os proprietários e as empresas podem  lançar seu próprio canal e portal de vídeo. “O player da Kaltura se integra a qualquer website, software ou plataforma de terceiros, permitindo diferentes modelos de monetização e fornecendo relatórios detalhados do consumo do conteúdo”, explica Lars Janér, diretor de operações da Kaltura Brasil.

Fonte: Panorama Audiovisual

Apple mostra que iPad pode fazer filmes

23 fev

Em comercial durante o Oscar, a Apple promoveu o iPad como um gadget de filmagem, mostrando diversos estudantes de cinema produzindo com o tablet.

Captura de Tela 2015-02-23 às 09.00.25

Ainda mais dentro do contexto, a peça traz locução do diretor Martin Scorsese, que repete seu discurso do ano passado na NYU Tisch School of the Arts.

O comercial em si, segundo a Apple, foi filmado com iPad’s. No site apple.com/ipad/changing-film, a empresa mostra o processo e os estudantes envolvidos.

Assista:

Fonte: Brainstorm9 

VAGA DE EMPREGO | Editor de Imagens

23 fev

Emissora de televisão sediada na cidade de Campinas/SP abre vaga para Editor de Imagens, interessados enviar currículo para: fernanda@oeditor.com

Captura de Tela 2015-02-13 às 09.51.03imagem ilustrativa

Vaga: Editor de Imagens
Local: Emissora de TV
Cidade: Campinas/SP
Horário: 15h30 às 21h30

REQUISITOS:
Softwares: Final Cut, After Effects, Photoshop

BENEFÍCIOS:
CLT Registrado
Vale Refeição + Transporte
Plano de Saúde
Plano Odontológico
Cesta Básica

INTERESSADOS:
Interessados enviar currículo para o e-mail: fernanda@oeditor.com

Quer Ter um Canal de Sucesso No Youtube? | Conaav 2015

22 fev

Texto: Magno Veloso Ceo I Conaav 2015.

Quer Ter um Canal de Sucesso No Youtube?

Então Você não pode perder a 1ª edição do Congresso Nacional de Audiovisual Online, que acontecerá do dia 16 a 22 de Março.

BANNER-MATEUS

Mateus Ferreira, sucesso no Youtube com o Canal Brainstorm Tutoriais, será o palestrante responsável em revelar “Os segredos da produção e edição de vídeos para internet”. Em meio ao boom de portais de vídeos como o YouTube, surgem cada vez mais e mais pessoas em busca de fazer sucesso com produções audiovisuais na internet. Por causa desse crescimento, o público também passa a se tornar cada vez mais rigoroso e mais seletivo com o que quer assistir. Então, se você pensa em adentrar nesse mundo da produção para o YouTube, aproveite essa palestra e saia na frente!  Conheça as melhores práticas da produção e edição de vídeos direcionadas ao público da internet.

Com muitas dicas práticas, você aprenderá sobre todo o processo de criação: desde elaboração de roteiros, gravação, até o processo de edição e finalização/exportação para a web.

O palestrante Mateus é produtor e editor audiovisual há 4 anos, cursando publicidade e propaganda. Criou o canal Brainstorm Tutoriais no YouTube em 2011, voltado para vídeo-aulas e tutoriais em edição de vídeo, onde atualmente é reconhecido pelos mais de 200 vídeos educacionais, acumulando mais de 100.000 inscritos e 5 milhões de visualizações. Atualmente, além de produzir para seu canal no YouTube, faz trabalhos publicitários para diversas empresas.

BANNER-ELLIEZER

O I Congresso Nacional de Audiovisual Online, contará também com o palestrante Ellyezer Westylle, Artista 3D, que já participou em projetos grandiosos para Rede Globo como: Big Brother Brasil, Copa das Confederações, Esporte Espetacular e Copa do Mundo, desenvolveu material didático em vídeo para programa Capacidade Máxima da Petrobras, onde explica o funcionamento dos combustíveis e produtos de lubrificação.

Veja alguns dos seus trabalhos:

Sua palestra será sobre, câmera projection, track e animação. Uma técnica que mistura track com câmera projection e animação, utilizada para substituir um ator em cena por um personagem virtual, veja o exemplo abaixo.

O Congresso acontecerá do dia 16 à 22 de Março, as palestras serão transmitidas online, ao vivo e de forma gratuita. Porém as vagas são limitadas.

Faça sua inscrição para garantir sua vaga.

Captura de Tela 2015-01-22 às 22.07.28

phpPNE9X3

ALEXA Studio é usada em produção do filme A Girl Walks Home Alone at Night | ARRI

21 fev

Classificado como um filme de Western Vampiro Iraniano, o filme conquistou o público com o seu imaginário surreal e atuações envolventes. O diretor de fotografia Lyle Vincent usou o formato anamórfico em preto e branco para transportar os espectadores para esse mundo sobrenatural. A produção foi capturada em ALEXA Studio, ProRes 4444 em modo 4:3 2K com uma variedade de lentes anamórficas antigas fornecida pela Panavision.

Nesta entrevista, o DP Lyle Vincent fala sobre como foi moldar o look de um dos filmes do ano que mais prende sua atenção na tela, A GIRL WALKS HOME ALONE AT NIGHT, que está passando em alguns cinemas nos EUA.

Captura de Tela 2015-02-12 às 11.28.52

Como diretor de fotografia, o que o atraiu para esse projeto?

Fui atraído pelo roteiro e pelo potencial visual. Encontrei Lily e ouvi suas ideias e referências para o filme. Ela tinha um maravilhoso livro de looks e ela já tinha a história toda em quadrinhos. Quase não precisei falar, estava muito animado em fazer parte deste filme.

Quais foram as suas primeiras conversas com a Lily sobre o filme? O que ela queria fazer em termos de estilo e look?

Ela foi muito clara nas principais influências do estilo do filme e como o visual deveria seguir. As principais referências de filmes foram ERA UMA VEZ NO OESTE (ONCE UPON A TIME IN THE WEST),  RUMBLE FISH e CORAÇÃO SELVAGEM (WILD AT HEART).  Desde o início sempre foi preto e branco e anamórfico. Também queríamos que o filme tivesse uma sentimento clássico e bonito, mas também, ao mesmo tempo, muito contemporâneo e audacioso. Tivemos o cuidado de nunca ter o estilo visual dominando sobre os personagens ou a história, pelo contrário, sempre os apoiamos e os engrandecemos.

Porque o anamórfico foi a escolha certa para contar essa história?

Como disse, Lily sempre via o filme como anamórfico e eu concordei totalmente e fiz de tudo para apoiar essa ideia desde o início. Muito disso veio do enquadramento widescreen dos clássicos de faroestes (embora a maioria fosse em 2 perfurações) e as colaborações das fotografias em anamórfico de David Lynch/Fred Elmes. Nós amamos as aberrações abstratas e distorções que veem da filmagem em anamórfico e acho que isso se encaixava perfeitamente na história deste filme.

Vocês fizeram algum teste? Imagino que filmar em preto e branco, você precisa ainda mais de cuidado com a iluminação, maquiagem, figurinos e escolhas das artes.

Fizemos alguns testes em locações reais antes de ajustarmos o LUT P&B e o workflow. Usei o ARRI Look Creator para fazer um look P&B bem contrastado e habilitei na câmera, para que todas as saídas de vídeo tivessem o look aplicado. Às vezes eu pirava a Lily e desligava o look P&B, para mostrar como estávamos capturando realmente. Era uma imagem bem lavada, com pouca cor; era um mundo distante do nosso filme. Era sempre muito bom saber que tínhamos muita informação para trabalhar. Além disso, sim é verdade, todas as escolhas das maquiagens, figurino e arte eram cuidadosamente escolhidas para o P&B. Felizmente Lily era muito experiente nisso e sabia como as cores seriam traduzidas para o P&B. Também usamos uma Canon 5D com um ajuste em P&B para testar as coisas e se acostumar como elas mudam.

O projeto foi filmado em Farsi, o que vocês estavam procurando em termos de atuação, sendo que estavam filmando numa língua diferente?

Isso é algo que estava acostumado, pois filmei um longa na China. Realmente acho que isso ajuda a não entender tudo. Você começa a aprimorar o visual e realmente vê a linguagem corporal dos atores e como eles estão se movimentando em relação ao ambiente. Também acho que uma vez que você fica imerso o suficiente, você entende tudo que está acontecendo emocionalmente e qual é a coisa mais importante.

Captura de Tela 2015-02-12 às 11.29.02

Onde você fez a correção de cor? O que você fez durante esse processo?

Nós corrigimos na Runway Post em Los Angeles com o maravilhoso colorista Zach Medow. Eu basicamente fiz um LUT no Resolve que utilizamos no set como ponto inicial, mas quando realmente comecei a trabalhar, achamos que fomos capazes de extrair mais nuances de tons e criar uma sensação de pintura ainda mantendo os preto fortes e desejados. Uma coisa que não gosto em algumas fotografias em preto e branco, é quando tudo fica cinza sem o verdadeiro tom de preto e branco no quadro. Ao mesmo tempo, não queríamos sentir muito pesado ou altamente contrastado, no qual Lily foi muito específica sobre isso. Acho que encontramos um balanceamento muito bom de ambos para contar o filme.

Há uma cena em que o nosso herói segue um homem e depois imita seus movimentos. É engraçado, mas inquietante. Você pode dizer como foi filmar esta cena?

Esta foi no Steadicam pelo incrível Scott Dropkin. Basicamente filmamos de ambos os lados dos personagens para criar um efeito de escalada e a sensação de pavor sendo perseguido, mas misturado com um pouco de humor. Acho que ficou bom e eficaz. Iluminamos, como em todos os exteriores noite, com um 5KW e as próprias luzes da locação.

Porque a ALEXA foi a câmera certa para esse projeto?

A ALEXA foi a única câmera escolhida para este filme, pois atendia as nossas necessidades e limitações. Primeiramente, deveria ser em anamórfico e realmente queríamos ter o full frame do anamórfico para explorar todas as qualidades originais e imperfeições do formato. Segundo, tínhamos um orçamento limitado para fazer isso acontecer. Isso vale para o formato e iluminação. A ALEXA nos deu a opção de ambos. Nós pudemos filmar em ProRes 4:3 (o qual tinha acabado de ser lançado naquele momento) e filmamos com um ISO muito alto sem degradação. A maioria dos exteriores noturno filmamos com ISO 3200. Isso não é algo que faço no filme em cores, mas funcionou perfeitamente para os pretos e brancos. Todos os ruídos de cor foram esmagados ou eliminados, o que ficou foi uma qualidade muito orgânica e cinematográfica.

Você conseguiu fotografar em anamórfico, apesar de um orçamento baixo. Para os cineastas independentes lá fora, você tem algum conselho sobre como realizar grandes imagens cinematográficas, com meios limitados?

Acredito que um monte de gente ficaria intimidado pelo anamórfico, pois acham muito caro. A beleza de nossas novas câmeras de alta sensibilidade, é que agora podemos nos dar ao luxo de filmarmos com um diafragma mais aberto com a luz disponível e sermos capazes de vermos o que estamos fazendo. Além disso, com todas as lentes anamórficas mais antigas disponíveis novamente, temos muitas opções econômicas. Ao mesmo tempo, se você tem um ótimo roteiro e grandes atores para fazê-la viver, então, qualquer formato, se usado de forma criativa, poderá encantar e atrair o público. Nunca haverá uma questão de qual o formato para qual orçamento. Felizmente, nós estamos num momento com muitas opções para criar e fazer cinema, para qualquer orçamento.

I CONGRESSO NACIONAL DE AUDIOVISUAL ONLINE 2015, PRÉ E PÓS-PRODUÇÃO

21 fev

Texto: Magno Veloso Ceo I Conaav

MOSAICO-PALESTRANTES

Sobre os Palestrantes

Na 1ª edição do Congresso Nacional de Audiovisual Online, que acontecerá do dia 16 a 22 de março, as Palestras serão divididas entre pré e pós-produção, o evento contará com a presença de palestrantes de renome nacional como:

Pedro Aquino FX e Marcel Lopes, ambos famosos no youtube por seus tutoriais sobre Adobe After Effects, com milhares de visualizações em seus canais

– Weverson Acácio que estudou cinematografia em Bilbao na Espanha, Douglas Helmer, Artista Digital, já teve seus trabalhos publicados internacionalmente como na revista Photoshop Creative UK.

– Eduilson Duarte, Artist CG, Com mais de 10 anos na área de Modelagem, iluminação, texturização, rigging e Animação.

– Marcelo Biscola, Especialista em Computação Gráfica, um dos Poucos Brasileiros convidados para Palestrar no BroadCastCable em 2012 e 2013, a convite da Maxon (Cinema 4d).

– Guilherme Bolicenha, Já produziu diversos trabalhos para as principais emissoras do país, Cenários Virtuais, Broadcast e identidade Visual de Programas de TV.

– Steferson Rocha, Graduado em Design de Animação pela Universidade Anhembi Morumbi é especialista em modelagem de personagens.

– Rafa Souza, há mais de 15 anos trabalha com ilustração, Escultura Tradicional e Modelagem 3D, especialista em Anatomia humana, ou seja, suas criações realmente respeitam como o corpo humano funciona.

ANUNCIO-02

– Rodrigo Sória, Artista 3D Sênior, iniciou sua Carreira Como Ilustrador e Tornou Artista 3D Naturalmente, é representante internacional do Estudio Cartel Com Sede em Atlanta, participou de grandes filmes publicitários, como da operadora Vivo Para a Copa do Mundo, onde modelou os acessórios que os jogadores usavam, é artista 3D Sênior na Produtora Crossmedia Arizona.

– Marley Maia, Digital Artist. Especialista em Pintura Digital, Caricaturas de personalidades e personagens futuristas é sua especialidade.

– Leonardo Soares, é Publicitário, há mais de 13 anos trabalha com Comunicação, recebeu treinamento de edição de vídeo não-linear na Rede Globo Rio e São Paulo, operador profissional de Filmadoras Como RedOne, Sony 4k, CamXDcam e HDSLR.

– Eris Gomes, fotografo profissional há mais de 5 anos, viaja todo o Brasil levando sua percepção contemporâneo dos acontecimentos.

– Guto Nunes, Graduado em Artes Visuais e Tecnologia da Imagem, Mestrado em Comunicação, Linguagens e Cultura, Ganhou o Prêmio da Secretaria da Diversidade e Identidade Cultural à Mestre Damasceno, da Ilha do Marajó, em 2010. Diretor do Documentário “Mestre Damasceno – O Resplendor da Resistência marajoara”, 2011 (Lei SEMEAR 2011). Organizador do Festival de Vídeo Universitário de Belém “Grão Vídeo” (Lei Tó Teixeira).

– Pedro Henrique Rego, Presente no Mundo Audiovisual desde muito cedo, fazendo comerciais para TV como ator, começou sua carreira fazendo esquetes para o Canal do Youtube ‘Com ou sem nexo?’, que ultrapassou a marca de 1 Milhão de Visualizações, se tornou o primeiro Piauiense Parceiro do Youtube.

– Wagner Regis. Bacharelado em Design – Projeto Visual e Pós-Graduado em Artes Gráficas e Game Design, ambos pela Universidade Positivo. Palestrou no NDesign e no Encuentro Latino Americano de Diseño (em Buenos Aires), sobre “Animações Brasileiras”; em semanas acadêmicas realiza oficinas de Stop-Motion; é colunista no portal da Revista Clichê e no site Master Designers. Teve experiência em agência trabalhando na Idmark – Design e Comunicação; foi coordenador de projetos de jogos digitais, na FAMA Educativa; realizou orientações de trabalhos com equipes da Júnior Design (UFPR); é sócio-proprietário do estúdio de animação Make Toons, além de ser professor na Universidade Positivo.

Outros grandes Nomes do audiovisual internacional estão em negociação.Então fiquem atentos no site do Congresso.

www.conaav.com.br

Captura de Tela 2015-01-22 às 22.07.28

phpPNE9X3

Photoshop comemora 25 anos ao som de “Dream On”

20 fev

Exatamente ontem, há 25 anos, a Adobe lançava aquela que se tornou uma ferramenta indispensável a muitos profissionais: o Photoshop. E um pouco do que foi feito com o programa neste último um quarto de século ganhou destaque em 25 Years of Photoshop, uma espécie de retrospectiva animada feita ao som de Dream On, do Aerosmith.

10985258_1547137838868897_4311739373108846562_n

Assista o vídeo:

O uso do programa no cinema acaba ficando em maior evidência, enquanto o design parece ficar em segundo plano. O uso para a edição de fotos – coisa que já rendeu muito escândalo em função dos exageros cometidos – também parece ter ficado de lado.

photoshop1

De qualquer maneira, é um belíssimo vídeo, e a trilha sonora não poderia ter sido mais apropriada. Para quem quiser saber um pouco mais sobre os 25 anos do Photoshop, a dica é dar uma olhada nessa timeline criada pela Adobe.

Fonte: Brainstorm9

CINEBRASILTV convoca produtores independentes para o RioContentMarket 2015

20 fev

O canal CINEBRASILTV está com convocatória aberta para produtores independentes e recebe projetos de documentários e seriados durante a 5ª edição do RioContentMarket, realizado no Rio de Janeiro, de 25 a 27 de fevereiro.

Screen Shot 2015-02-20 at 20.10.22

O Canal recebe também propostas para reuniões individuais, que podem ser agendadas com antecedência pelo email hermes@cinebrasilt.tv. A preferência é por projetos de seriados documentais e ficcionais que tenham a cultura e a realidade brasileiras como temas centrais.

A proposta também busca projetos com temática que se relacionem com a história do Brasil, para a futura parceria entre os produtores e o canal, considerando possíveis financiamentos da produção por meio do PRODAV do Fundo Setorial do Audiovisual.

Durante o evento, o CINEBRASiLTV também vai lançar novos editais para seriados de ficção, documentais e teledocumentários, além de anunciar  séries inéditas que estreiam este ano.

Screen Shot 2015-02-20 at 20.10.09

Atualização da ALEXA amplia qualidade da resolução

20 fev

O formato de gravação em ProRes 3.2K para produções que requerem entrega em 4K UHD e o ADA-5, um aperfeiçoamento do algoritmo de debayer para ampliar a qualidade de imagem da ALEXA estão entre os novos recursos da 11ª maior atualização da ALEXA. A ARRI lançou o pacote de atualização de software (SUP) 11.0 para as câmeras ALEXA através do download pelo site da empresa e sem cobrança adicional.

Screen Shot 2015-02-20 at 19.52.37

Usando ferramentas padrão, a conversão simples e direta do ProRes 3.2K da ALEXA resulta numa entrega de imagem de qualidade em 4K UHD. O ProRes 3.2K da ALEXA é a nova resolução de gravação que usa 3.2K photo sites do sensor para gravar o arquivo ProRes 3.2K 16:9 e está disponível nas câmeras ALEXA XT e ALEXA Classic com o módulo XR instalado.

A área 3.2K do sensor foi escolhida dada a maior área que pode ser coberta por quase todas as lentes PL Super 35. Com taxa de transferência de dados abaixo do ARRIRAW (sem compressão), oProRes 3.2K proporciona os benefícios do já estabilizado e eficiente workflow do ProRes.

ADA-5

Entrega de imagens com mais definição é o que promete o algoritmo de debayer ADA-5 da ARRI para todos os modelos de ALEXAs. Detalhes de alto contraste ficam mais visíveis e os ruídos nos canais azul e vermelho são reduzidos. O resultado são composições de recorte em fundo azul mais fáceis.

O ADA-5 está disponível pelo no software ARRIRAW Converter a partir da versão ARC 3.1 e parte do kit do desenvolvedor (SDK); ele também tem sido usado na AMIRA desde o SUP 1.1. 2 ALEXA SUP 11.0

Suporte a mídias

Outro recurso do SUP 11.0 é a expansão do suporte a mídias. Todas as ALEXAs serão capazes de gravar em todas as gerações de cartões SxS PRO+ e a ALEXA XT/XR nos novos cartões SanDisk CFast 2.0 de 128GB. Mais detalhes pelo site.

Fonte: Panorama Audiovisual

NewTek anuncia Filippo Ferlini para direção de vendas na América Latina

19 fev

O cargo de direção foi criado para ampliar o atendimento na região, antes sob uma coordenação única que cobria todo o continente Americano. Filippo Ferlini coordenará o trabalho de Ralph Messana na região Andina, Adrián Bazán no México, Flavio Batista no Brasil, e Víctor Dupré na Argentina, Chile e Uruguai. Ele também será o responsável direto pela América Central. “Estamos crescendo muito na América Latina e esta reestruturação era necessária”, explica. “Produtos como TalkShow exigem um trabalho adicional para ir além do mercado broadcast e chegar ao mercado corporativo”.

Captura de Tela 2015-02-12 às 11.10.56

Ferlini comentou que a parceria da NewTek com a Microsoft na criação do TalkShow entusiasmou toda a equipe, que comemora o embarque das primeiras 500 unidades na semana passada. “São muitos pedidos, porque esta solução traz todas as vantagens do Skype para o ambiente de televisão, com todos os controles necessários e a um preço baixo”.

O TalkShow ocupa uma unidade de rack, conectada a um monitor, a partir da qual é possível se comunicar com milhões de dispositivos que tem o Skype instalado em todo o mundo. A diferença é que o sinal é mais robusto, pois a conexão é ponto a ponto, mesmo que só um dos lados tenha o equipamento. Segundo Ferlini, graças a tecnologia Microsoft Skype TX é possível atingir resoluções HD e 2K sem problemas. Além disso, não são necessárias conversões adicionais e o equipamento entrega um sinal SDI, pronto para ser conectado em qualquer instalação de TV.

Este trabalho conjunto com a Microsoft traz inovações como a possibilidade de um jornalista ou colaborador conectado ao sistema com um iPhone, por exemplo, receber a imagem de retorno (PGM) e ainda ter a indicação de tally, para saber quando a sua câmera está no ar.

Captura de Tela 2015-02-12 às 11.11.06

Na base destas inovações está o padrão Skype TX, criado justamente para elevar as chamadas de vídeo a um nível de qualidade compatível com as emissoras de televisão. Esta tecnologia foi complementada pela NewTek, que incorporou funcionalidades como dois canais HD-SDI I/O, saídas de áudio XLR e SDI-embedded, software para gerenciamento e controle de chamadas, gravação das imagens recebidas, ferramentas para processamento de áudio e vídeo e compatibilidade com os padrões de vídeo sobre IP TriCaster e áudio sobre IP Dante.

“Uma das vantagens mais notáveis desta tecnologia é que você não precisa de técnicos especializados fora da emissora. Não necessários equipamentos especiais. Qualquer pessoa que precise transmitir uma informação pode entrar ao vivo com o TalkShow”, finalizou Filippo Ferlini.

Fonte: Panorama Audiovisual

BMW relembra como a internet era tratada em 1994

18 fev

Em campanha para o seu carro elétrico i3, a BMW relembra um tempo que ninguém entendia o que de fato era internet.

O comercial traz um trecho do programa diário Today, da NBC, extraído do longínquo ano de 1994. Na época, os apresentadores Katie Couric e Bryant Gumbel tentavam explicar o que era a web, discutindo o que imaginavam ser o confuso símbolo de “@”.

Screen Shot 2015-01-27 at 18.53.18

21 anos depois, Couric e Gumbel estão dentro de um i3, repetindo o mesmo comportamento. É uma maneira da BMW dizer que aquilo que é desacreditado hoje, pode se tornar padrão no futuro. As pessoas precisam de tempo para se acostumarem com as grandes ideias. “Quem diria que poderíamos chamar isso de carro?”, diz Bryant Gumbel.

O i3, além de totalmente elétrico, é feito de fibra de carbono. Ligado em 220v, o carro pode ser totalmente carregado em até 3 horas.

Fonte: Brainstorm9

A Blackmagic marca um Grand Slam com a Cobertura do Beisebol Venezuelano

18 fev

Graças a um recente acordo histórico dos direitos de transmissão na Venezuela, a Promar TV tornou-se a produtora oficial da LVBP (Liga Venezuelana de Beisebol Profissional), gerenciando a produção de todos os jogos para redes e canais nacionais e estrangeiros. Sendo o beisebol o esporte preferido na Venezuela, a Promar teve a oportunidade única de mostrar suas inovadoras proezas de transmissão. Jorge Santiago Kossowski, gerente de engenharia da Promar TV, explica: “Nessa temporada a maneira com que produzidos os jogos de beisebol mudou significativamente aqui na Venezuela, já que a VC Medios comprou todos os direitos de transmissão do LVBP.

Captura de Tela 2015-02-18 às 09.34.08

Ela nos contratou para gerenciar a produção para todas as emissoras interessadas em comprar dela os direitos de transmissão dos jogos. Estamos falando de todos os canais de televisão da Venezuela, além do Fox Sports, do ESPN espanhol, e estamos gerenciando a produção para todos eles”.

Antes do acordo, as emissoras e redes de TV gerenciavam suas próprias produções e transmissões, enviando caminhões, câmeras, cinegrafistas e técnicos para cada jogo e estádio. Mas tudo isso mudou e hoje a Promar TV gerencia a produção para elas sob um único teto de produção, trabalhando com cada emissora e rede para personalizar a transmissão de acordo com a sua marca no ar.

Apesar da tarefa de gerenciar uma produção com tamanha escala ser demais para alguns, a Promar não é novata no que diz respeito à produção de conteúdo. Com sede em Barquisimeto, Venezuela, a Promar TV é um empreendimento de mídia de três gerações. O avô de Jorge, que imigrou da Polônia para a Venezuela in 1949, começou produzindo filmes.

Ele passou para a televisão quando a mesma se tornou disponível na Venezuela, durantes os anos 50, e, em 1995, inaugurou a Promar TV com seu filho, o pai de Jorge. Hoje a Promar TV é a maior produtora e emissora de TV da Venezuela, com uma infraestrutura técnica que a torna uma jogadora de primeira linha. Não é de surpreender que tenham muitos equipamentos da Blackmagic Design como parte de sua formação campeã.

Captura de Tela 2015-02-18 às 09.33.43

Cobrindo sua Base Com a produção para tantas emissoras e redes sendo gerenciadas pela Promar, Jorge precisou considerar todo os ângulos e montar um workflow de produção que suportasse eficientemente as várias necessidades. Ele comenta: “Costumávamos gerenciar a produção para apenas um canal de TV: o nosso próprio. Mas com a mudança nos direitos de transmissão, precisamos gerenciar até quatro emissoras/redes de TV transmitindo o mesmo jogo e, é claro, cada uma delas com próprias inserções de comerciais e marcas. Cada uma delas queria que seus próprios comentaristas comentassem o jogo de uma das cabines de imprensa dos estádios, bem como do campo. A preparação de cada comentarista precisava de sua própria fonte de câmeras no dia do jogo”.

Além de cuidar das necessidades individuais de cada emissora/rede, a Promar tinha que atender ao próprio jogo. Isso significava fontes individuais para as cabines de imprensa e árbitros do jogo. “Esse ano tivemos uma nova regra no beisebol: um treinador pode questionar a decisão do árbitro. Para isso, o árbitro precisa revisar a jogada de múltiplos ângulos e é responsabilidade da Promar capturar e disponibilizar o replay instantâneo apenas para os árbitros”.

Jorge passou meses testando os equipamentos para garantir que cada necessidade fosse atendida. O workflow resultante que poderia gerenciar tudo isso contou com um novo caminhão tático de 7 metros para transmissões externas equipado com um ATEM 2 M/E Production Switcher 4K, um Universal Videohub 72×144, quatro Teranex 2Ds, sete HyperDeck Studios, um UltraScope, um UltraStudio 3D da Blackmagic Design e muitos Mini Converters. “O tamanho compacto dos produtos de transmissão da Blackmagic Design nos permitiu acomodar todos os equipamentos necessários e ainda ter 11 pessoas trabalhando confortavelmente dentro do caminhão”.

Captura de Tela 2015-02-18 às 09.34.21

A Promar Leva o Universal Videohub Para o Jogo de Bola O número de fontes que a Promar gerenciava em cada jogo demandava uma rede de vídeo dimensionável. Para acomodar isso, a Promar investiu no Universal Videohub da Blackmagic.

Jorge explica o motivo por trás da compra: “Era muito compacto, o que o tornava ergonomicamente ideal para o nosso novo caminhão de transmissões externas. Porém, o motivo principal para comprar o Videohub foi que poderíamos colocar todos os 216 cabos através de um único equipamento, facilitando muito fazer o cabeamento. Antes tínhamos cabos espalhados por toda a parte. Quando ocorria uma falha e você não soubesse o que a provocava, precisava verificar 144 cabos. Era como tentar achar uma agulha no palheiro.

Com o Blackmagic Universal Videohub tudo é centralizado e, se precisássemos encontrar algo, saberíamos que estaria ali”.

Consolidar o cabeamento em uma unidade compacta não foi o único benefício. Jorge adora o controle remoto do sistema. “O Videohub é muito simples de operar. O fato de podermos controlá-lo remotamente é simplesmente fantástico. Caminho pelo estádio com meu iPad e redireciono os sinais na hora. Não preciso voltar para o caminhão a cada mudança ou correção. Poupa um tempo enorme”.

range

ATEM no Bastão

O Blackmagic Design ATEM 2 M/E Production Switcher 4K também foi recrutado de primeira quando chegou para equipar o caminhão de transmissão externa da Promar. “O Blackmagic ATEM foi nossa primeira escolha. A versatilidade oferecida por esse switcher 4K era exatamente o que precisávamos. Os barramentos auxiliares nos permitem separar facilmente as transmissões para diferentes emissoras e a facilidade de mudanças entre diferentes transições, tais como stingers, DVE wipes, entre outros, deu a cada emissora controle sobre o visual que queriam para suas transmissões.”, explica Jorge. “O diretor ou operador de ATEM de cada emissora pode controlar facilmente sua própria transmissão, colocar um ‘picture in picture’ ou incluir os ‘overlays’ de sua marca. Pode cortar para os comentários ou introduzir uma dublagem. É simples de usar, sem perder o controle que precisa”.

Ele acrescenta: “Quando você trabalha com tantos produtores como nós (um diferente para cada emissora e estádio), você precisa de um switcher simples de usar e que seja familiar a todos os diretores técnicos. Nessa temporada esperávamos trabalhar com oito diretores, cada um com seu próprio estilo e que gosta de organizar câmeras, VTRs, Multiviewer e tal de acordo com esse estilo. Precisávamos de um switcher que nos desse a flexibilidade para fazer isso, sem comprometer o workflow ou a qualidade da transmissão”.

Para simplificar o workflow, a Promar contou com as saídas auxiliares do ATEM e aplica a marca no sinal usando o gerador de caracteres (GC) principal. Isso é feito no upstream key (USK) em vez de no downstream key (DSK). O GC é distribuído em uma fonte limpa distribuída para o placar. Uma emissora usa a saída principal e a do DSK do switcher. As demais emissoras usam as saídas auxiliares. Cada auxiliar vai para uma placa Blackmagic Decklink que lida com os gráficos específicos de cada emissora. Cada emissora possui um operador facilitando os elementos do GC.

exploded

Melhorando a distribuição gráfica do ATEM, encontra-se o UltraStudio 3D da Blackmagic, que se integra perfeitamente ao software de GC da própria Promar. Jorge explica o exclusivo workflow de integração: “O conteúdo é o mesmo, mas os gráficos são diferentes para a marca de cada emissora. Por exemplo, quando um jogador chega para rebater, aparece o nome do jogador, mas cada emissora usa sua própria fonte, cor, etc. O UltraStudio ajuda a gerenciar isso facilmente”.

O software proprietário da Promar se integra ao UltraStudio 3D para mostrar gráficos no sinal de vídeo e nos canais chave. O canal de preenchimento representa o próprio gráfico individual e a chave (também chamado canal alfa) direciona o ATEM conforme o gráfico é apresentado. A integração automatiza o processo de entrega dos gráficos, permitindo a cada emissora customizar sua transmissão.

Teranex, HyperDeck Studio e Video UltraScope Levam a Promar até a Home Outra funcionalidade chave que os equipamentos da Blackmagic Design trouxeram para a produção foi seu amplo suporte a formatos. “Na Venezuela, nem todas as transmissões são em alta definição (HD). Ainda temos transmissões 4:3, que é uma definição padrão, e o 16:9, que é a tela com ângulo de visão amplo. Para gerenciar todas as conversões, usamos o Teranex da Blackmagic Design. É tão simples. Um pressionar de botão e você faz a alteração. E na produção de eventos ao vivo, onde tempo é dinheiro, esse tipo de transação rápida é crítico”.

A Promar captura os jogos em HD, oferecendo a cada emissora ou rede até quatro opções de formato para suas transmissões, graças às poderosas capacidades de conversão do Teranex.

Além de oferecer múltiplos formatos para escolha, a Promar captura praticamente todos os ângulos do jogo, para preservar o material do jogo e mostrar os replays. Para gravar essa quantidade massiva de conteúdo, a Promar emprega oito HyperDeck Studios.

“Possuímos oito HyperDecks da Blackmagic Design dedicados para gravar o jogo, principalmente para arquivamento”, complementa Jorge. “Também fazemos isso caso um momento importante do jogo não seja exibido durante a produção ao vivo. Por exemplo, um jogador caiu, mas o diretor não tinha aquela câmera no ar e ela não foi exibida em um replay instantâneo. Um dia depois, a equipe relata que o jogador torceu o tornozelo. A filmagem não estará na transmissão ao vivo, mas você poderá encontrá-la em uma das oito fontes principais gravadas pelo HyperDeck para replay em transmissões após o jogo”.

A filmagem limpa vem sem inserções gráficas, permitindo à Promar editá-las em futuras promoções e trailers ou disponibilizá-las para agências de notícias. O HyperDeck também permite que a Promar grave em disco rígido em vez de fita. Fácil de compartilhar, sem perda de qualidade e no que diz respeito a espaço, o conteúdo fica em um dispositivo de armazenamento em vez de ocupar um espaço físico valioso.

“É muito mais econômico usar o HyperDeck porque você pode gravar em disco rígido e descarregar em uma plataforma de armazenamento, podendo reutilizar o disco rígido. Com decks e fitas, você precisa salvar uma fita para cada dia, transmissão, câmera… Isso não só ocupa muito espaço, como custa muito dinheiro, porque você está constantemente gastando dinheiro com fitas. O HyperDeck da Blackmagic Design significa que podemos disponibilizar a mídia do jogo para todos que precisem dela imediatamente. E quando unido ao Teranex, podemos disponibilizar o formato exato de que precisam, sem perda alguma de qualidade”.

Blackmagic Video UltraScope conclui o extenso workflow para transmissões externas da Promar e garantindo que cada parte do conteúdo atenda os seus elevados padrões. Jorge reflete sobre o valor e a tranquilidade que o UltraScope oferece. “Para começar, é barato, então podemos ter muitos deles. Além disso, é uma saída de vídeo muito simples controlada por computador, então podemos facilmente enviá-la através de uma fonte via satélite para as emissoras e redes monitorarem diretamente. Cada emissora pode ver os níveis de vídeo, áudio, etc., para se certificarem de que o que estão transmitindo é de primeira qualidade.

Preciso dizer que, desde que implementamos isso, temos uma taxa de sucesso de 100%. O UltraScope me poupou muitos aborrecimentos e muitas chamadas telefônicas com técnicos”.

Com um pouco de ajuda da Blackmagic Design, a Promar teve uma temporada vitoriosa, provando que a decisão da VC Medios em deixá-la gerenciar a produção de todos os jogos da LVBP foi um grande sucesso. Ela espera cobrir a pós-temporada com sua formação campeã de equipamentos de transmissão da Blackmagic Design.

BMD_logo

AJA lança firmware para câmera CION

17 fev

AJA acaba de lançar a versão 1.1 do firmware para suas novas câmeras Cion para produção 4K/UltraHD y 2K/HD.

Captura de Tela 2015-02-12 às 11.06.46

Esta câmera, que começou a ser comercializada há um mês, acrescenta agora os valores de Exposure Index (EI) a EI 320, EI 500, EI 800 e EI 1000, além de introduzir melhorias em suas funções operacionais.

Ergonômica, rápida e com uma conectividade sem precedentes, a Cion é capaz de gravar a resoluções 4K/UltraHD e 2K/HD. A câmera grava diretamente em Apple ProRes, incluindo 12-bit ProRes 444, e permite a captura com uma qualidade de imagem incrível a um custo efetivo graças ao AJA Pack SSD em até 4K/60p e oferece compatibilidade com uma ampla gama de aplicações de pós-produção. Cion também pode dar saída AJA Raw de até 4K 120fps através de 4 x 3G-SDI ou até 4K 30fps através de Thunderbolt.

O presidente de AJA Video Systems, Nick Rashby, destaca que “Cion é um sistema de câmera muito avançado que oferece muitas características sem igual a um preço incrível. Esta nova atualização de firmware reflete nosso compromisso em melhorar a Cion desenvolvendo novas características solicitadas pelos usuários”.

O firmware v1.1 é um sistema de operação configurável, e facilmente atualizável para a câmera CION pelo UI para web com o padrão web-browser. Este novo firmware v1.1 é recomendado para todos os usuários CION.

Fonte: Panorama Audiovisual

Balé aquático promove novo sabor do Kusmi Tea

16 fev

No ano passado, a gente viu por aqui a belíssima campanha que a agência francesa Quai Des Orfevres criou para a marca de chás Kusmi Tea. 

anastasia

Este ano, para apresentar Anastasia, novo sabor que propõe uma releitura do tradicional chá inglês Earl Grey, a marca voltou a promover um apaixonante balé aquático, conseguindo o equilíbrio perfeito entre delicadeza e sensualidade.

Fonte: Brainstorm9

Inscreva-se com 15% de desconto no curso “Cinema das Atrações”

16 fev

O curso Cinema das Atrações promovido pelo Centro Cultural b_arco aborda um tema pouco estudado no Brasil, que é denominado Cinema de Atrações, termo criado pelo historiador norte-americano Tom Gunning para se referir aos filmes do período pré-cinematográfico, que se baseavam na habilidade de maravilhar, espantar e atrair o espectador.

Captura de Tela 2015-02-12 às 11.02.40

As aulas serão ministradas pelo videoartista Raimo Benedetti e abordará aspectos gerais do período pré-cinematográfico, passando por Meliès, irmãos Lumière.

O curso será realizado de 23 a 27 de fevereiro (de segunda a sexta), de 19h30 às 22h30, e recebe inscrições até o dia 16 de fevereiro pelo site do Centro Cultural b_arco. Clique aqui para se inscrever e não se esqueça de colocar na observação que você é Leitor do Portal Tela Brasil, para ganhar seu desconto de 15% sobre o valor do curso!

Apple estuda retomar seu projeto de TV pela web

15 fev

É típico de visionários adiantar-se a seu tempo. Há seis anos, a Apple anunciou seu primeiro serviço de televisão sob demanda pela Internet. Contudo, se adiantou. Nem a banda larga, nem o modelo de negócio, nem as próprias majors estavam ainda maduros para uma iniciativa deste tipo que o tempo poria em prática Netflix.

Captura de Tela 2015-02-12 às 10.54.59

Agora, eu uma companhia que visa cada dia mais a prestação de serviços, Apple estaria planejando retomar o projeto de contar com seu próprio serviço de Web TV com pacotes de programação da companhia, sem intermediários, até os usuários através da internet e de uma interface própria.

A experiência de Beats Music havia levado a californiana a estudar de novo um modelo que poderia estar baseado em um pay per view ou com subscrição, o que será mais provável, uma combinação de ambas.

Segundo algumas fontes próximas à Apple, já haveriam se iniciado conversas com as principais redes, no lugar de com as majors, para dispor de pacotes de programação. A programação seria acessível em qualquer dispositivo e para qualquer usuário, e isso poderia ficar restrito aos Estados Unidos.

Fonte: Panorama Audiovisual

Matrox Avio F125 entra na Nova Entertainment

14 fev

Nova Entertainment, uma das empresas de meios e entretenimento com maior crescimento na Austrália, melhorou consideravelmente seu fluxo de trabalho de produção de áudio remoto graças aos extensores KVM por fibra óptica Matrox Avio F125. Ao estender mesas e periféricos sem compressão até os estúdios de produção a uma distância de 120 metros dos recursos de informática, Avio permite os engenheiros de áudio produzir anúncios publicitários sem latência nem interrupção.

Screen Shot 2015-01-27 at 18.17.05

Os Avio F125 são extensores KVM por fibra óptica sem compressão nem latência e estão desenhados para estender vídeo com resolução HD dupla ou única 4K Ultra HD e também múltiplos dispositivos USB 2.0 a uma distância de até 10 km.

A uma distância de 120 metros dos estúdios de produção, as unidades receptoras Avio F125 correspondentes funcionam em silêncio e conectam dois monitores Samsung com uma resolução de 1920×1080 e uma ampla gama de periféricos US 2.0 de alta velocidade como teclado, mouse, gravador CD/DVD e uma unidade de disco rígido externa (HDD).

Os sistemas de áudio e de controle de áudio, configurados em paralelo ao hardware de Avio, são os que estão equipados com hardware de processamento especial para garantir um som de alta qualidade.

Fonte: Panorama Audiovisual

Rio sedia workshop de documentários

13 fev

O PIC DOC, workshop com foco no desenvolvimento de projetos de  documentários com potencial de exportação e internacionalização, acontece de 21 a 24 de fevereiro no Rio de Janeiro, com realização da Brazilian TV Producers (BTVP), programa de exportação da Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão (ABPITV) em parceria com a Apex-Brasil.

rio-sedia-workshop-de-documentarios-19-1-2015-10-9-17-451

Marcado para acontecer dias antes do RioContentMarket, o workshop também pretende otimizar a participação de empresas produtoras de documentários durante o RCM. O processo de seleção será feito por especialistas e consultores internacionais, com capacidade técnica e idoneidade para tanto, e sob a coordenação de Yves Jeanneau.

Serão selecionados até 10 projetos de documentários para participar do treinamento. As inscrições estarão abertas entre os dias 8 e 25 de janeiro para empresas associadas ao Brazilian TV Producers com projetos em desenvolvimento. Os projetos selecionados serão divulgados no até dia 4 de fevereiro de 2015, através do site.

O PIC é o Programa Internacional de Capacitação do BTVP, que desde 2009 já teve três edições com diferentes abordagens – Documentários, Animação e Novos Formatos. Em 2010, o PIC recebeu o Prêmio Apex-Brasil, pelo reconhecimento do êxito da ação.

Mais detalhes no site da ABPITV.

Fonte: Panorama Audiovisual

Prêmio ABC 2015 recebe inscrições até dia 21 de fevereiro

12 fev

O Prêmio ABC é realizado pela Associação Brasileira de Cinematografia e recebe inscrições até o dia 21 de fevereiro.

Captura de Tela 2015-02-12 às 10.58.41

Podem participar curtas e longas-metragens documentais e de ficção, filmes publicitários, séries de TV e filmes de estudantes.  As inscrições podem ser feitas pela internet, com o preenchimento do formulário. O envio da produção deverá se feito pela plataforma WhiteGorilla. Apenas produções lançadas ou, no caso das séries de TV, exibidas, em 2014, serão aceitas. Confira o regulamento no site da Associação Brasileira de Cinematografia e saiba como participar.

A Semana ABC conta também com painéis, fóruns e discussões sobre o mercado audiovisual brasileiro.

Outras informações, acesse o site oficial do Prêmio ABC.

ChitramTV adota set top box da Comigo

10 fev

Comigo anuncia que a ChitramTV, um provedor de serviço alemão que oferece conteúdo nas línguas telugu, tâmil, hindi e malaio para espectadores na Alemanha e Reino Unido, escolheu a solução de set up box baseada em Android da Comigo para oferecer personalização avançada assim como funções interativas e sociais para a tela da TV. A solução comigo STB amplia o conteúdo para os usuários da ChitramTV, e isso inclui canais VOD e catch-up TV (para replays), reforçando seu engajamento com o serviço.

Screen Shot 2015-01-27 at 18.07.16

A Comigo explica que sua plataforma STB oferece aos operadores de TV flexibilidade sem precedentes por permitir a eles escolher uma variedade de módulos baseados em seus requerimentos. Isto inclui uma engenharia personalizada, engenharia social, módulo de engajamento, engenharia de recomendações sociais, insights e análise. Com a solução STB, ChitramTV pode obter dados dos hábitos dos usuários e assim entregar recomendações de conteúdo personalizadas, promover conteúdo com interações sociais, e direcionar anúncios relevantes para os espectadores.

A partir de uma interface intuitiva de usuário que foi customizada para a ChitramTV, usuários podem receber programas relevantes, criar listar para assistir, ver canais favoritos, receber recomendações de conteúdo, como interagir com o programa e seus amigos. Desenhada tendo o uso fácil em mente, a STB pode ser controlada por um controle básico ou avançado ou via smartphone tablet via iOS e aplicações Android. Mais informações no site

Fonte: Panorama Audiovisual

ESPN cobre jogos de inverno com drone customizado

8 fev

A ESPN recebeu permissão especial da Federal Aviation Administration (FAA) para usar drones durante os Winter X-Games 2015 no Colorado, competição que terminou no domingo, 25. Os drones usados foram da Vortex Aerial com câmeras Panasonic GH4 ao custo de US$ 1,7 mil, cada, sem as lentes.

Screen Shot 2015-01-27 at 18.02.39

De acordo com o blog Popular Mechanics, eles enviaram a imagem via rádio frequência de volta para o chão, onde o sinal era enviado via fibra óptica para a produção. O sistema de recepção e transmissão foi da Paralinx. Tudo acontecia rápido o suficiente para as imagens serem transmitidas ao vivo.

Após meses de planejamento, Chris Calcinari, vice-presidente de operações remotas da ESPN & ABC, e sua equipe tiveram a aprovação do local. O resultado foi utilizar drones para a cobertura dos eventos de Snowboarder e Snowmobile.

Customizado, o drone utilizado possui cerca de 40 inches (1,02 metros) de diâmetro e 25 pounds (11,36 kg).

Fonte: Panorama Audiovisual

HOLLYWOOD COSTUME brilham com a Série-L | ARRI

6 fev

A ARRI esta orgulhosa em apoiar a inovadora exposição FIGURINOS DE HOLLYWOOD da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas em Los Angeles com mais de 25 fresneis de LED da Série-L. Com a curadoria pelos projetos de figurinos Deborah Nadoolman, a mostra leva os visitantes a uma jornada que conta a história dos figurinos desde Charlie Chaplin até O HOMEM DE FERRO. O designer de iluminação Trevor Stirlin Burk foi escolhido para realçar a exposição iluminando os figurinos e o ambiente. Assista o vídeo de FIGURINOS DE HOLLYWOOD e ouça o Burke explicando como foi iluminar com a Série-L da ARRI.

Screen Shot 2015-01-27 at 17.28.27

“Uma das partes mais legais para mim sobre a exibição, é que a Deborah colocou esses personagens em movimento e em ação. Estamos ensinando e conversando sobre como esse processo funciona” diz Burk.

Mais de 170 trajes estão em exposição, incluindo a roupa de Jared Leto de DALLAS BUYERS CLUB, bem como os figurinos dos lançamentos mais recentes, tais como:  JOGOS VORAZES (THE HUNGER GAMES), DJANGO LIVRE (DJANGO UNCHAINED),  TRAPAÇA (AMERICAN HUSTLE) e O GRANDE GATSBY (THE GREAT GATSBY). Além disso, o FIGURINOS DE HOLLYWOOD exibe os pares de sapatos mais famosos do mundo da Academia: os originais sapatos de rubi do O MÁGICO DE OZ (THE WIZARD OF OZ).

Os refletores fornecidos pela ARRI incluíram diversos L7-C, L5-C, L7-TT e L7-T. Estes premiados fresneis de LED que oferecem baixo consumo e ajuste de cor.

“A reprodução das cores pela Série-L, foi o que realmente me atraiu para esse refletor,” diz Burke. “Eu sabia que faríamos uma luz isolada para todas aquelas variedades de roupas onde contaríamos a história agrupadas por local ou gênero do filme ou pelo designer. Eu queria algo de cores grandiosas, macias e bonitas, tudo isso junto. Em um pedestal, se estamos contando cinco ou seis histórias, eu poderia usar a cor da Série-L para unificar aquela ideia.”

FIGURINOS DE HOLLYWOOD inclui animação, clipes de filmes e  projeções apoiadas pelo compositor Julian Scott. Roupas são exibidas ao lado de citações e entrevistas com designers de figurinos, diretores e atores, discutindo qual o papel que aquele figurino desempenharia na criação do personagem na tela.

Burk aprecia a durabilidade, consistência e o baixo consumo de energia oferecido por essas luzes. “Acredito que usamos cerca de 60 a 90 amperes no total. Foi muito útil. O azul que determinamos foi mantido exatamente o mesmo azul por seis meses, oito  horas por dia, todos os dias, e foi mantido exatamente como ele era.”

No geral, Burk está contente com seu trabalho e como a Série-L foi implementada. “…Eu não sacrifiquei a pureza das sombras, não usei algo onde não pudesse controlar a luz. Não coloquei nada que pudesse queimar. Usei 100% LED, não importa o quê. Com todas aquelas coisas, não havia outra opção. Foi isso (Série-L) ou nada.”

ALEXA XT e Master Primes em INVENCÍVEL | ARRI

4 fev

Dirigido pela Angelina Jolie e baseado no livro de Laura Hillenbrand, INVENCÍVEL conta a marcante história verdadeira de Louis Zamperini, um corredor americano de longa distância que competiu nos Jogos Olímpicos de Berlim em 1936 antes de se alistar nas Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. Quando seu B-24 caiu no Oceano Pacífico, Zamperini sobreviveu 47 dias em um bote salva-vidas, apenas para ser capturado pelos japoneses e submetido a maus tratos em um campo de prisioneiros de guerra.

Screen Shot 2015-01-27 at 17.17.04

Para o DP Roger Deakins, CBE, ASC, BSC, que tem usado a ALEXA em todos os filmes digitais que ele filma, INVENCÍVEL proporcionou a oportunidade de experimentar a mais recente geração de câmeras ALEXA XT, combinando-as com lentes ARRI/ZEISS Master Prime.

Qual o tipo de look que você e Angelina quiseram dar a essa narrativa épica?

O filme é épico em alguns aspectos, mas também é muito pessoal. A decisão mais importante a ser feita, foi onde fazer o filme, porque precisávamos de configurações específicas e variadas. No final, fomos levados a filmar na Austrália, especificamente ao redor de Sydney e em várias partes de Queensland. O look do filme foi criado pela Angelina, nosso designer de produção Jon Hutman e eu, observando e conversando a respeito do roteiro, mas a chave para isso foi uma história pessoal e queríamos que o público se sentisse conectado com os personagens.

Foram diferentes abordagens visuais para as várias fases da história?

Eu não estou tão certo se eu gosto de variar o estilo ou abordagem para cenas em um filme, sinto que qualquer filme deveria ser um conjunto harmonioso. Dito isto, tivemos uma variedade de cenas que exigiam diferentes abordagens de um ponto de vista técnico. Por exemplo, um campo de prisioneiros, Omori, foi um set totalmente construído, ao passo que para o outro, Naoetsu, encontramos uma ilha no meio do porto de Sydney. Este, uma formação rochosa, não muito longe da famosa Sydney Opera House, tinha sido um estaleiro naval na Segunda Guerra Mundial e combinava muito com a sensação real de uma prisão, uma vez que já existia no Japão.

Screen Shot 2015-01-27 at 17.17.13

As cenas com Louis treinando e correndo em uma competição no colégio e nos Jogos Olímpicos de Berlim de 1936, apresentaram um conjunto de desafios. Queríamos estar envolvido com o Louis na pista ao invés de filma-lo pela perspectiva do público e isso exigiu equipamentos especiais.

O que motivou a decisão de filmar com lente esférica 2.40:1?

Eu acho que a escolha do formato é realmente intuitiva. Sim, tivemos várias cenas no mar, bem como no ar que parecia clamar por um formato widescreen, mas que não foi a verdadeira razão para a nossa escolha. O formato widescreen apenas parecia “correto”.

INVENCÍVEL foi sua introdução nas câmeras ALEXA XT. Você ficou satisfeito com a evolução das câmeras ALEXAs?

A ALEXA XT é realmente uma ferramenta maravilhosa e não tivemos qualquer problema com as câmeras. Gostei especialmente dos filtros NDs internos, foram um bônus real com o brilho do sol na Austrália. A ALEXA XT Studio tem seu próprio sistema de filtro ND interno, o qual foi também de grande valor.

Houveram situações envolvendo contrastes extremos; a ALEXA segurou as imagens?

Eu não tinha a expectativa de que as imagens não segurariam, pois tinha filmado em condições similares em SKYFALL. Na verdade, em SKYFALL senti que tinha usado a ALEXA numa tal variedade de condições, que eu não tinha absolutamente nenhuma preocupação de usar a câmera em INVENCÍVEL. Quando conversei pela primeira vez com Angelina, consideramos a película, mas após testes de filmagem com a ALEXA e percebendo a quantidade de efeitos que faríamos nas pós, ela ficou muito confortável com a escolha da ALEXA.

Screen Shot 2015-01-27 at 17.17.22

Você tinha quais modelos de ALEXA XT?

Usamos uma câmera XT Studio, uma XT Plus e uma XT M. Gosto do visor ótico da ALEXA XT Studio quando estou trabalhando fora do dolly ou em um tripé. Quando estou com uma cabeça remota, que é algo que faço bastante em qualquer filme, mas a qual foi vital para cenas na água e para trilha de corrida, então uso a câmera XT Plus.

Tínhamos uma réplica de um avião B-24, onde usamos em duas sequências longas, embora a réplica tivesse 23m de comprimento, o espaço real de trabalho era muito pequeno, portanto usamos a câmera ALEXA M montada numa cabeça remota Micro Scorpio. Isso nos permitiu adicionar um movimento fluido para a câmera e para acompanhar a ação de uma maneira que teria sido impossível com um equipamento convencional, seria necessário vários cortes na estrutura do avião, e como todo o conjunto tinha 23m e 3.70m acima do chão, teria sido muito demorado!

Para equipar as câmeras em tais situações, foram apresentados poucos obstáculos, mas iluminar o cenário foi um desafio ainda maior, especialmente porque INVENCÍVEL não é um filme de ação, mas baseados em eventos reais. Para o sucesso do filme, estas sequências precisariam ser absolutamente reais.

 Você frequentemente filma com multi-câmeras?

Filmamos às vezes com duas câmeras, tais como, quando estávamos filmando Louis e seus dois colegas sobreviventes em seus pequenos botes infláveis e também usamos duas câmeras quando tínhamos cenas no campo de prisioneiros com uma infinidade de figurantes. Embora, a maioria das vezes filmamos somente com uma câmera.

Você ajustou a ASA para configurações individuais ou a manteve praticamente constante?

Costumo filmar em ASA 800, pois me entrega a qualidade de imagem ideal. Filmei INVENCÍVEL totalmente em ASA 800 por essa razão. No entanto, em OS SUSPEITOS (PRISONERS) usei em ASA 1280 para algumas cenas noturnas e fiz o mesmo no meu último projeto, SICARIO. Acho que essa sensibilidade a mais é muito útil para trabalhos noturnos e não há uma perda de qualidade perceptível. Acredito que você perceba, caso você faça a mesma coisa em cenas a luz do dia, mas mesmo assim a diferença é mínima.

Você filmou com ALEXA XT no modo OPEN GATE em seu novo filme SICARIO. Tem provado ser um recurso útil?

Amei filmar em Open Gate com ALEXA XT (em SICARIO). Comparo filmar em película Super 35mm, já que tem um efeito semelhante na minha escolha de lentes. Utilizando esses pixels extras, realmente faz a diferença, não que eu tenha qualquer reclamação sobre o ARRIRAW regular, mas você nota uma sutil melhora na nitidez dos detalhes usando o OPEN GATE, especialmente nas cenas com grande angular. Temos usado isso em filmes para planos abertos, portanto ter este nível extra de detalhe, tem sido um bônus real. Eu teria usado esse modo em INVENCÍVEL, se tivesse disponível na época, mas de forma nenhuma estou infeliz com os resultados que obtivemos com as XTs neste filme.

AMIRA captura a queima de fogos em UHD | ARRI

2 fev

O departamento de pesquisa da BBC teve acesso, muito de perto, da famosa queima de fogos da virada do ano em Londres, para realizar uma sessão de teste das festividades em Ultra High Definition (UHDTV) e High Dynamic Range (HDR).

fireworks_cover

Um parceiro da ARRI para o projeto, forneceu uma AMIRA, a qual estava ajustada para gravar em ProRes UDH 4444 a 50p Log C, a fim de trazer o máximo de qualidade possível da imagem original. A AMIRA tem mais de 14 stops de verdadeira latitude e uma alta gama de contraste das cenas, o que significa, que as imagens só podem ser totalmente apreciadas em um monitor HDR de alta qualidade.

burnout-bbcone

Além disso, a ARRI forneceu a lente Ultra Wide Zoom UWZ 9.5-18/T2.9 com a AMIRA, para maximizar a quantidade de detalhes capturados e assegurar que nenhuma ação fosse perdida.

Os testes da BBC fizeram parte da investigação pela empresa dentro de uma variedade de tecnologias, que podem figurar na próxima geração de transmissão. Um relatório completo da filmagem foi recentemente publicado no blog da BBC R&D, que você encontra aqui.

Captura de Tela 2014-10-20 às 14.56.59