VP9 encoda 4K no YouTube

3 jun

O YouTube começou a “encodar” vídeos em VP9, um codec de código aberto que traz a qualidade HD e até 4K (2160p) pela metade da banda usada por outros codecs conhecidos. Isso acontece porque mais pessoas assistem mais vídeos de alta qualidade em múltiplas telas.

De acordo com Steven Robertson, engenheiro de software em blog do YouTube, o VP9 é o codec de compressão de vídeo mais eficiente que há hoje. No último ano, os usuários do YouTube assistiram mais de 25 bilhões de horas em vídeo VP9, bilhões deles não foram reproduzidos em HD bem os benefícios da banda VP9.

vp9-encoda-4k-no-youtube-23-4-2015-11-26-58-273

Como o VP9 funciona

Vídeos carregam muita informação. Se o vídeo foi armazenado no mesmo formato que o um sensor de câmera usa quando a cena foi gravada, os arquivos resultantes podem ser enormes – um arquivo 4K bruto chega a 18.000 Mbps. Apesar disso, a compressão moderna de vídeo parece uma pessoa vigorosa, por “encodar” a descrição das características em uma cena, e processar como essas características se movem e mudam. Esta compressão é centena de vezes mais eficiente que um sensor de câmera gravando e isso faz o streaming de vídeo possível.

Abrindo as portas para o 4K

VP9 abriga também os vídeos 4K. Na largura dos vídeos, o VP9 atualmente é mais eficiente que seus predecessores, então conteúdo 4K sem interrupções podem ser enviado por streaming por uma significativa e crescente parte da audiência do YouTube.

A quantidade de vídeo 4K enviado para o YouTube mais do que triplicou desde o último ano, e o VP9 ajuda a rede social a planejar o streaming que vem por aí. O vídeos 4K podem ser encontrados pela busca, ou em alguns dos favoritos nesta playlist.

Como o VP9 pode ser usado?

Graças aos parceiros de dispositivo do YouTube, o suporte ao decoding YP9 é disponível hoje no web browser Chrome, em dispositivos Android como Samsung Galaxy S6, e nos consoles de jogos e TVs da Sony, LG, Sharp. Mais de 20 parceiros de dispositivos da indústria estão lançando produtos em 2015 e indo além com o VP9.

Fonte: Revista Panorama Audiovisual

Texto original: www.panoramaaudiovisual.com.br

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s