Luzes azuis no escuro da corrida | ARRI

4 abr

O gaffer de Los Angeles Mark Stuen, leva o ARRI M40 e o M90 da Série-M para locações remotas em montanhas, para um projeto de um curta-metragem sobre esquiadores na noite, Afterglow da Sweetgrass Productions. Filmado por Brown, Nick Wolcott e Zac Ramras, o filme foi dirigido por Nick Waggoner e Mike Brown.01 Nossa filmagem começou com cerca de 20 dias em Colúmbia Britânica e depois tivemos cerca de 16 dias de filmagem no Alasca. Um grande tema de discussão durante a pré-produção foi a confiabilidade das luzes que iríamos levar; quando você está no meio do nada, não há nada mais prioritário. Olhamos a fotometria de todas as luzes disponíveis, mas a Série-M da ARRI foi a mais adequada do que qualquer outra coisa do mercado para uma produção como esta.

Em Colúmbia Britânica, eu queria inicialmente seis M40 para lidar com a logística da filmagem, dois para cada uma das áreas que estávamos planejando para esquiar, de modo que não teria que movê-los muito. Infelizmente nosso orçamento não poderia lidar com isso no Canadá, onde os custos de locação são altos, então acabamos com dois M40 e alguns LEDs. No entanto, o M40 foi o nosso carro-chefe e nós geralmente os utilizamos como as peças principais. Cada cena começava com o M40 e depois passávamos a trabalhar com os LEDs, onde eles poderiam ser úteis.

Estávamos trabalhando sobre 4,5 metros de neve e na beira de um penhasco. As luzes eram carregadas no ombro, enquanto os esquis e o gerador eram colocados em trenós sendo puxados ou empurrados pela descida. Provavelmente gastamos 80% do tempo movimentando as luzes e 20% esquiando.
Para o Alaska, pedimos somente luzes ARRI, aprendemos na Colúmbia Britânica que a Série-M foi o carro-chefe e nos deu a confiança de fazer um filme como este. Tudo teve que ser transportado de helicóptero para até o desfiladeiro exato, onde seria a filmagem. Planejamos isto antecipadamente, olhando fotografias e indo como escoteiros com nossos guias, pois tínhamos pouco tempo de helicóptero. Quando a luz caia, nossas luzes estavam já penduradas em redes com seus geradores e as carregávamos para as suas posições.

As luzes tinham que lidar com a rápida mudança de umidade, altitude e geadas no Alaska. Eu tive que descongelar as lâmpadas com o escapamento dos geradores, pois o gelo estava impedindo que elas brilhassem. Originalmente tínhamos planejado de usar as luzes a 914 metros de altura, mas no último momento ficamos próximos a 1220 metros e os geradores nos odiaram por isso e tivemos que monitorá-los constantemente.02

Tínhamos levado dois M90 e seis M40, mas o frio extremo causou problemas no gerador e não pudemos usar duas luzes. Ficamos parados literalmente no meio do penhasco enquanto trabalhamos com um M40; a noite estava se aproximando rapidamente e eu precisava de mais luz antes que ficasse muito escuro, portanto tivemos que trabalhar com o que tínhamos. Nosso equipamento se tornou um M90 e um M40 como principal, dois M40 como luz de fundo e dois M40 como base de preenchimento, portanto nossos esquiadores poderiam ver o final da descida. Eles poderiam descer somente uma vez por noite, por conta que, não poderíamos voltar sem um helicóptero.

Colocamos essas luzes em encostas com 3 a 6 metros de neve, em penhascos e nas geleiras, com temperaturas abaixo de zero, e, voávamos trazendo e levando as luzes de helicópteros. Elas funcionaram muito bem, e eu não creio que teríamos outra luz para esse tipo de produção, que tivesse funcionado tão bem. Definitivamente levamos estas luzes ao limite, mas eu as escolhi porque sabia que seriam as melhores luzes para esse trabalho. Nós precisávamos da confiabilidade e do poder da Série-M da ARRI, nada mais chega perto.

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s