AMIRA no documentário da mudança climática

5 maio

Em conexão com a Conferência em Paris no ano de 2015, o canal France 2 transmitiu um programa especial no horário nobre chamado LES SENTINELLES DU CLIMAT. Um dos dois documentários que foram ao ar durante o programa LE SIGNAL, dirigido por Pierre-François Glaymann, produzido pela Films 13 e capturado com AMIRA pelo diretor de fotografia Simon Watel, que possui os créditos em ON THE WAY TO SCHOOL e THE GREAT DAY. Os equipamentos para a filmagem foram fornecidos pela Visual Impact da França.05

LE SIGNAL nos leva por toda região da França para descobrir quem está sofrendo com os efeitos da mudança climática. Através de seus testemunhos, se chega em uma concreta conclusão: os franceses já estão expostos a uma dramática consequência. A mudança climática é uma realidade que nos lembra de nossa profunda vulnerabilidade e que não pode ser ignorada. Mas também seja, talvez, o início de uma nova sociedade.
03 Que tipo de look você queria para esse documentário?
Com a melhoria da transmissão e das novas tecnologias da tela de TV, os canais de TV agora querem uma imagem mais elegante e com melhor definição. Ao longo dos anos eu tenho usado muitas câmeras e os testes que organizei para esta filmagem rápida, me orientaram para ir de AMIRA. Imediatamente achei a câmera perfeita na ergonomia e com opções ideais para este documentário: ProRes 422 HQ em Log C, que oferece uma ótima relação do “peso” da imagem. Éramos uma pequena equipe, portanto precisávamos de uma câmera eficiente e prática, mas com a AMIRA também descobrimos uma qualidade de imagem surpreendente e com a textura que iria além das nossas expectativas. Para o uso no Steadicam e outras configurações, a AMIRA também se provou altamente adaptável.04Como foram as condições de filmagem?
Filmamos cerca de quatro semanas e apesar de estarmos somente na França, tivemos que lidar com condições relativamente extremas: altitude, frio, mar, areia, sol e umidade, mas em nenhum momento tivemos falhas técnicas, como bugs ou superaquecimento. A AMIRA é uma câmera rápida e fácil de usar; fomos capazes de filmar com uma pequena equipe de um diretor de fotografia e um assistente de câmera para duas câmeras. Isto nos permitiu fazer coisas como filmar a 4000 metros simplesmente carregando o equipamento a pé para um abrigo na montanha.01Quais outros benefícios a AMIRA trouxe para esta filmagem?
Usei a câmera em ASA 800, mas fui até 3200 em situações de pouca luz sem nenhum problema na pós-produção. As cenas em slow motion foram filmadas com eficiência e simplicidade em várias sequências no documentário. A incrível latitude da AMIRA nos permitiu filmar cenas em salas escuras com uma grande e luminosa janela; fomos capazes de iluminar com 8 stops de contraste ao invés de perdermos tempo para adicionar luzes para se reduzir isso. A interface também é muito bem pensada, no modo de câmera na mão, os botões estão onde o operador espera que estejam! O menu é como queríamos, tanto para o som quanto para a imagem.02O que você achou do balanceamento e ergonomia da câmera?
Usava frequentemente a câmera no Steadicam e achei o seu peso, com a lente Cabrio, ideal. A alça deslizante e o suporte de ombro é extremamente prático e eficiente para o balanceamento, o qual é algo que foi esquecido nas câmeras anteriores. O visor possui várias posições que oferece boa ergonomia em cada orientação e acomoda todos os tipos de anatomia do corpo. Também usamos a AMIRA em uma grua leve, em um dolly e em um slider, e achamos que ela funcionou bem em todas as configurações.

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s