Morre, aos 70 anos, o diretor Hector Babenco

14 jul

Morreu na noite desta quarta (14), aos 70 anos, o cineasta Hector Babenco. Ele sofreu uma parada cardíaca, por volta das 23h, e foi levado ao Hospital Sírio Libanês.post_02

Argentino radicado no Brasil, Babenco foi um dos mais importantes cineastas do país. Realizou “O Beijo da Mulher-Aranha” (1985), filme que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor diretor e o prêmio de melhor ator a William Hurt.

Um de seus longas mais conhecidos é “Pixote: A Lei do mais Fraco” (1981), sobre um garoto pobre paulistano que se afeiçoa a uma prostituta vivida por Marília Pêra.

Filmografia
2016 – Meu Amigo Hindu
2007 – O Passado
2003 – Carandiru
1998 – Coração iluminado
1990 – Brincando nos campos do Senhor
1987 – Ironweed
1984 – O beijo da mulher-aranha, (que rendeu o Oscar de melhor ator a William Hurt)
1980 – Pixote, a lei do mais fraco
1977 – Lúcio Flávio, o passageiro da agonia
1975 – O rei da noite

Héctor Eduardo Babenco (Mar del Plata, 7 de fevereiro de 1946 – São Paulo, 13 de julho de 2016)

 

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s