Gerenciamento de look na AMIRA | ARRI

26 set

Os oito capítulos da minissérie da AMC, THE AMERICAN WEST conta como, logo após a Guerra Civil, os Estados Unidos conquistaram e se estabeleceram na fronteira americana, transformando as vastas terras do Oeste em “a terra da oportunidade.” O programa se concentra em histórias pessoais pouco conhecidas de figuras lendárias, como, Jesse James, Crazy Horse, Touro Sentado, George Armstrong Custer, Wyatt Earp e Billy the Kid.00Esta série marca o meu quinto trabalho como diretor com o produtor executivo Stephen David em um documentário “híbrido”, uma forma do pioneirismo do David que combina o poder da não-ficção com o apelo de um roteiro de entretenimento.  As séries de documentários mais recentes do David incluem:  THE MEN WHO BUILT AMERICA, THE WORLD WARS e THE MAKING OF THE MOB: NEW YORK.

Ao contrário de outros documentários, estes programas são muito mais do que apenas recriações. Estamos fazendo uma narrativa histórica completa que precisa se conectar perfeitamente com elementos documentais tradicionais, tais como entrevistas talking-head e materiais de arquivo. O THE AMERICAN WEST, também fizemos, basicamente, um filme de ação com tiroteios, batalhas de cavalaria e roubos de trem e estávamos fazendo tudo isso em um cronograma de filmagem de 25 dias.02

Para enfrentar o desafio, eu procurei pelo experiente diretor de fotografia, Kevin M. Graves. “Trabalhando com John, posso descrever em uma palavra: intenso,” Graves reconhece. “Ele sempre quer mudar para um ritmo alucinante, mas nunca perde de vista o look que criamos. Portanto, indo para isso, eu sabia que ia ser uma diversão, mas uma filmagem desafiadora, e que a minha experiência em documentário seria uma grande ajuda.”

Para este projeto, Graves escolheu a câmera AMIRA da ARRI. “Estes episódios tem um lado de documentário e outro lado de roteiro”, explica ele. “A AMIRA parecia equilibrar estas necessidades perfeitamente.” O leve peso da câmera, e a forma, com NDs internos e a capacidade de filmar com um frame rate máximo de 200fps, todas são características importantes.03
Para Graves, uma consideração ainda mais importante era o workflow da AMIRA, com a criação e manutenção dos looks. “Na pré-produção,” ele diz, “gastei muitas horas trabalhando com o software AMIRA Color Tool (renomeado para ARRI Color Tool). O poder e a simplicidade deste programa, foi possível testar dezenas de looks em um notebook antes de apresentá-los ao John para ser discutido. Após, achamos o que seria o ideal para a nossa série, um arquivo .aml foi criado tanto para a câmera A como para a B, e uma cópia também foi dada ao Johnny Saint Ours, nosso segundo diretor e fotógrafo.”

 O DIT Bradley Crane criou dailies H.264 usando o LUT que o Graves havia feito, ajustando-o conforme a necessidade para casar o material comprimido com a monitoração do LUT no set. “No set, o look seria aplicado para os monitores e ele seria gravado aos arquivos de câmeras em ProRes 4444 como um metadado não destrutivo, enquanto que a câmera gravaria em gama Log C,” Graves explica. “Nenhum hardware adicional ou LUT boxes foram necessários no set. O editor poderia então acessar estas informações de look facilmente para uma edição off-line.”01A edição off-line foi feita no Avid Media Composer usando o codec DNxHD 36, sob a supervisão do co-produtor executivo Tim Kelly.  A supervisão de Tim foi fundamental para a conclusão da série; ele trabalhou incansavelmente com os coloristas Charlie Rokosny e Sandy Patch para garantir a continuidade dos looks que eu e o Kevin estabelecemos em campo.

Ter esta habilidade de rastrear os looks ao longo de 30 anos da história, desde a Guerra Civil de Missouri ao Tombstone, Arizona e ter esses looks seguidos por todo o caminho até a pós-produção foi fundamental, especialmente a rapidez com que tivemos que nos mover no set. Para facilitar ainda mais a pós e a finalização, usamos o aspecto 1.78:1, capturando na resolução de 1920×1080. O arquivo master foi entregue a AMC em arquivos QuickTime ProRes 422 1920×1080.

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s