RED 8K | Review

17 out

site_dual_red

Até parece que o céu não é o limite… A RED 8K finalmente chegou!!! E lá vamos nós de novo, para desbravarmos um novo padrão de captação para o Cinema Digital e dessa vez, com a  saudável mania de grandeza. Vamos em frente!!!

No dia 11 de outubro, a RED anunciou o início da comercialização das suas duas novas câmeras, RED EPIC-W e WEAPON, ambas com a capacidade de gravação em 8K, através de seu novo sensor S35mm HELIUM. Claro, que todos nós em algum momento desse ano, já havíamos lido algo sobre essa novidade, mas agora todas as expectativas e especulações estão concretizadas através desse anúncio.

00

  • RED EPIC-W 8K
  • Sensor CMOS Helium 35,4 Megapixel (8.192 × 4.320)
  • 30 quadros por segundo em 8K
  • 16,5+ de alcance dinâmico
  • 275 MB/s (RED MINI-MAG 512GB ou 1TB)
  • 225 MB/s (RED MINI-MAG 120GB ou 240GB)
  • REDCODE RAW em 8K (compressão 6:1)
  • Apple ProRes em 4K
  • Avid DNxHR em 4K
  • Custo de US$ 29.500 (Câmera BRAIN)

 

  • RED WEAPON 8K
  • Sensor CMOS Helium 35,4 Megapixel (8.192 × 4.320)
  • 60 quadros por segundo em 8K
  • 16,5+ de alcance dinâmico
  • 300 MB/s (RED MINI-MAG 512GB ou 1TB)
  • 225 MB/s (RED MINI-MAG 120GB ou 240GB)
  • REDCODE RAW em 8K (compressão 5:1)
  • Apple ProRes em 4K
  • Avid DNxHR em 4K
  • Custo de US$ 49.500 (Câmera BRAIN)

Quando se eleva a capacidade de registro dos sensores, todo o seu fluxo de trabalho irá sofrer alterações significativas e com o novo sensor Helium, isso não será diferente. Se eu tenho um registro de imagem em 8K (8.192 × 4.320) então, eu estou falando de mais de 35 milhões de pontos na minha imagem… É algo sem precedentes.

Primeiro, vamos fazer uma reflexão sobre o tamanho da imagem registrada pelo 8K e da necessidade de se trabalhar esses arquivos na edição. Ambas as câmeras anunciadas pela RED, têm a capacidade de gravar simultaneamente arquivos REDCODE RAW (R3D) 8K e ProRes 4K ou DNxHR 4K e isso quer dizer, que o conceito de Online e Offline mudou radicalmente, transformando um compressor 4K  em um simples arquivo Offline. É um impacto muito forte para o mercado.

Diante desse impacto, seria natural que em breve possamos receber da Apple e da Avid novos modelos de compressores e que atendam às demandas do 8K. É como se tivéssemos um efeito sanfona… Aumenta-se o registro das imagens de um lado e consequentemente é necessária a melhoria nos compressores, que recebem estas informações.

Um outro desdobramento disso, está na melhoria das taxas de dados, que tem a obrigação de avançar. Hoje, essa taxa está em 300MB/s, através da utilização da tecnologia RED MINI-MAG, mas que em breve também terá de sofrer melhorias, pois acaba se aplicando compressão aos arquivos RAW.

É impossível não perceber o avanço tecnológico da RED e sobretudo pelo esforço de elevar os limites atuais. Tudo está se desenvolvendo muito rápido e mais rápido ainda seria, se a capacidade das taxas de dados estivesse em outro patamar. Com certeza veremos em breve, novos modelos de discos rígidos e de discos de memória sólida, pois estamos no limite dessas tecnologias e novas maneiras de se gravar dados têm de ser criadas.

Não devemos esquecer, que toda tecnologia precisa ser dimensionada dentro da sua estrutura de trabalho, para que esta seja um benefício e nunca uma maldição. Claro que para quem produz grandes sucessos de bilheteria, uma gravação em 8K é mais do que fundamental, mas para todos os demais profissionais, uma boa dose de humildade é sempre bem-vinda.

Aguardo ansiosamente por novas tecnologias de mídia e que mudem radicalmente o efeito sanfona… até que isso aconteça, teremos sempre um delicado equilíbrio entre o registro dos sensores e a sua real aplicação no fluxo de trabalho. A RED demonstra novamente estar à frente do mercado e forçando-o para a direção certa, que é para cima!!! Vamos em frente!!!

Sobre Marcello Caldin:

  • Editor e Colorista de filmes e comerciais desde 1989.
  • Instrutor de AVID Media Composer e Symphony.
  • Instrutor de Blackmagic Design DaVinci Resolve.
  • Consultor Técnico para emissoras de televisão e produtoras (Rede Globo).
  • Repórter Fotográfico (Pastoral da Criança e Instituto GRPCOM).
  • Criador do Workshop: “O Fluxo de Trabalho.”

Saiba mais sobre o Workshop O Fluxo de Trabalho. Clique aqui

Matérias antigas: Clique aqui

Contato: marcellocaldin@marcellocaldin.com

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s