ALEXA 65 em A GRANDE MURALHA | ARRI

28 set

A GRANDE MURALHA é uma produção conjunta da China Film Group, Le Vision Pictures, Legendary East e da Universal Pictures. Passado durante a dinastia Song do Norte, a história é de mercenários europeus unindo forças com um exército especialista chinês para combater monstros ferozes conhecidos como o Taotie. O diretor Zhang Yimou e o diretor de fotografia Stuart Dryburgh (co-fotografado por Zhao Xiaoding) compartilham suas experiências sobre o filme, que foi o primeiro a usar a ALEXA 65 da ARRI Rental como câmera principal.

O que o levou a considerar ALEXA 65 para este filme?
Stuart Dryburgh: A primeira chamada Skype que eu tive com Zhang, falei sobre a ALEXA 65, porque ela simplesmente parecia ser a ferramenta certa para o trabalho. Não apenas pelo roteiro e pelas cenas gerais, mas pelo pesado conteúdo de efeitos visuais e que exige uma imagem de alta resolução.

Zhang Yimou: Antes de iniciarmos o princípio da fotografia, Stuart fez testes e recomendou a ALEXA 65 para mim. Tomei a decisão logo após conhecer a câmera. Mais tarde, descobri que A GRANDE MURALHA seria o primeiro filme a ser filmado principalmente com a ALEXA 65. Planejamos lançar o filme em diferentes formatos, como IMAX, 4K e 2K, o que nos beneficiaríamos do grande sensor e de alta resolução da ALEXA 65. Acredito que os filmes high-end, devem oferecer uma qualidade de imagem superior ao conteúdo convencional e isso é algo que a ALEXA 65 pode oferecer. Foi considerado um risco, ser o primeiro a usar o sistema desta maneira?
SD: 
Passei quase um ano observando o desenvolvimento da ALEXA 65 e fiz testes com ela em Shepperton, então, não foi um “salto com fé”. Vim a perceber, passando um tempo com a equipe de desenvolvimento, que, embora seja uma câmera nova, é baseado na ALEXA… não é realmente um novo sistema de câmera por completo, é uma ALEXA melhorada, então, me senti muito confortável dessa forma, como foi para todas as pessoas da pós-produção.

Uma das coisas que me deu grande confiança de ir para a China com a ALEXA 65, foi o apoio que eu estava recebendo e sabia que poderia confiar na ARRI. Obviamente, a equipe de desenvolvimento e a ARRI Rental estavam muito interessados em que a câmera funcionasse bem em sua primeira viagem importante, então, eles enviaram dois técnicos conosco para nossa configuração de câmera de pré-produção e para as primeiras semanas de filmagem e isso foi incrível. Na verdade, tivemos muito poucas questões técnicas, mas ter esse nível de apoio da ARRI deu a mim e aos produtores, a confiança para assumir um pequeno risco em uma nova câmera.

Quais benefícios o formato ALEXA 65 trouxe para esta produção?
ZY:
 As lentes de 65mm têm um ângulo de visão diferente em comparação com as lentes de 35mm e se encaixam muito bem na narrativa visual do filme. A Grande Muralha da China é uma das arquiteturas mais magníficas do mundo e conseguimos aproveitar o grande sensor para capturar as batalhas. Portanto, acho que a ALEXA 65 foi a escolha perfeita para este filme. Um sensor menor e um ângulo de visão mais estreito, não seriam capazes de fornecer o mesmo nível de impacto visual.

SD: Havia um set da Grande Muralha construído em um espaço de fundo verde que era algo como 300m de comprimento e muitas vezes nós colocávamos 500 figurantes dentro dele. Havia cenas com CableCam de 100m acima da parede, vendo o geral de tudo e você poderia replicar cada indivíduo, o que significou que poderíamos fazer uma multidão e mais diversas coisas que estariam acontecendo na pós-produção, com isso, você está criando a maior resolução possível de imagem.


Como você descreveria o look da imagem da ALEXA 65?
SD:
 Quando vimos os filmes de teste da ARRI, o que mais me impressionou foram os rostos, os close-ups, porque não me ocorreu que não era somente uma ótima câmera para cenas abertas, mas também que reproduziria rostos tão maravilhosos como faz a película… com a ALEXA 65 você obtém belos degradês e tons de pele. Gostaria de filmar um comercial de beleza com ela, com certeza… é uma incrível imagem, como são todos as ALEXAs, mas, desta vez, com mais detalhes.

ZY: As imagens da ALEXA 65 têm mais clareza, a latitude e a reprodução de cores são excelentes. Apesar de ser uma câmera digital, a ALEXA 65 ainda consegue reter a suavidade orgânica do filme analógico. Muitas outras câmeras digitais tendem a ser muito clínicas em termos de nitidez e detalhe. A ALEXA 65 não é assim, as imagens parecem agradáveis, sem ser excessivamente afiadas. O espectro de cores, a gradação e granularidade também me impressionaram.

Você tinha a série de lentes Primes 65 e Vintages 765. Você usou cada uma para coisas específicas?
SD:
 Para ser honesto, misturamos as Primes 65 e as Vintages 765, eventualmente sem dar muita atenção. Uma pessoa mais detalhista tecnicamente do que eu, poderia provavelmente ver a diferença, mas eu estava muito satisfeito com ambas. Se a distância focal certa para uma determinada cena, na câmera A, estava com uma Vintage 765 e na câmera B com uma Prime 65, eu me sentia bastante confortável em misturá-las. Quaisquer pequenas diferenças na resolução ou na cor da lente poderiam ser corrigidas facilmente na pós, particularmente, com os dados do enquadramento dessa medida.

Que influência você acha que a ALEXA 65 pôde fazer sobre a indústria cinematográfica chinesa?
ZY:
 Como diretor, tenho altos padrões de qualidade de imagem e estética. A boa narrativa visual é o resultado da integração adequada das tecnologias. Espero que as filmagens com a ALEXA 65 em A GRANDE MURALHA chamará a atenção dos cineastas chineses a este tópico. A qualidade dos filmes dependerá, em última instância, da capacidade dos cineastas de tirar vantagem das ferramentas.

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s