AMIRA e as lentes Master Primes vão ao extremo

9 jan

O diretor de fotografia vencedor de vários prêmios, Dale Bremner, conhece bem sobre câmeras e tem uma longa convivência com a ARRI. Desde que ganhou o prêmio “Emerging Cinematographer of the Year” em 2013, da Sociedade Australiana de Diretores de Fotografia, Dale tem estado bastante ocupado. Apenas há duas semanas atrás, a Sociedade de Cinematografia da Nova Zelândia concedeu vários prêmios a Dale, um dos quais sendo o prêmio Gold NZCS pelo seu trabalho em CAVE HILL. Com este filme, Dale foi levado a Austrália Central em uma das mais difíceis filmagens até agora. Para esta produção, ele escolheu a ARRI AMIRA e um set de lentes ARRI Master Prime.Bremner explicou, “A AMIRA foi escolhida principalmente pelos resultados, pelos requisitos e os obstáculos previstos, incluindo o lançamento de 4K integrado em uma experiência de dome 3D para a exposição de Seven Sisters Uluru, no Museu Nacional da Austrália”.

As cenas de base (“plates”), foram filmadas para um dome junto com um pequeno filme 2D, narrado por um ancião indígena, para acompanhar a história. Segundo Bremner, a AMIRA foi a escolha certa para o projeto.

Ele continuou: “Em primeiro lugar, o fator com relação a confiabilidade da câmera desempenhou um papel importante, pois estarmos filmando sete horas fora de Alice Springs em um ambiente muito remoto e severo e, não tínhamos nenhum backup se a câmera falhasse ou tivesse uma mídia corrompida. Em outras palavras, a confiabilidade da câmera era fundamental, não havia nenhum plano B caso alguma coisa desse errado. Eu tinha pego a AMIRA para trabalhos longos sem jamais ter perdido uma sequencia, mesmo em temperaturas escaldantes”.Bremner também destacou as características da câmera e a usabilidade, acrescentando: “Os NDs internos da AMIRA são uma grande vantagem, já que o sol australiano é severo e implacável, especialmente no deserto. A poeira e os filtros nem sempre são a melhor combinação e manter a filtragem dentro da câmera não era apenas o óbvio, era extremamente prático nas condições expostas. Algumas dos nossos sets de filmagem estavam ao lado de penhascos e em terrenos irregulares, lugares onde você não quer trocar filtros”.

A ergonomia da AMIRA também desempenhou um papel importante na filmagem, assim como seu consumo de energia e facilidade de uso, como Bremner comentou: “O peso e o equilíbrio da operação por uma pessoa com a AMIRA, foram excelentes. Considerando que estávamos caminhando e subindo uma montanha para obter os planos que precisávamos, a câmera costumava ser transportada e usada diretamente do ombro e, o peso e o equilíbrio da câmera eram perfeitos por longas horas em tais condições. Além disso, ao lado da confiabilidade, o consumo de energia foi fundamental. Comparando a ALEXA e ALEXA Mini, a AMIRA é melhor em termos de consumo. Com o acampamento base apenas tendo energia do gerador, contávamos com cada bateria. Finalmente, tendo Chris Braga como minha única e confiável assistente de câmera, em um trabalho desse porte, eu costumava operar completamente sozinho e a AMIRA domina como a câmera para uma configuração de um único operador”.

Para prestar homenagem à vastidão do interior e da tranquilidade de um reino tão espiritual, a maior parte do projeto foi filmada usando a lente ARRI Master Prime 12mm.

Bremner explicou: “Muitas tomadas feitas com a macro 100mm foram integradas no projeto, pulando pelas duas extremidades do espectro. As histórias espirituais indígenas são contadas através da terra e da história das artes indígenas e, eu queria que a câmera fosse muito discreta e tivesse o mínimo de influência possível no look. Eu não achava que era certo adicionar um estilo artístico ou uma assinatura visual da minha própria história e que a filmagem transmitisse os resultados que obtivemos, como se fosse realmente a prova do que vimos. “

Além dos planos de base que seriam integrados ao projeto, a narrativa foi filmada variando os quadros por segundo, predominantemente usando 60fps com o auxílio de um slider (mini travelling) de 1,22m. Bremner e sua pequena equipe filmaram em várias condições ao entardecer, amanhecer, noite e luz diurna direta, dentro e fora de uma caverna sagrada.Ele acrescentou: “A hora mágica é previsível e segura, no entanto, durante o intenso dia, o contraste da caverna e o tom de pele dos anciãos indígenas com as peles pintadas de vermelho e o sol do deserto, era diferente de tudo o que eu já havia enfrentado antes. Isso apresentou alguns desafios fascinantes e deu à AMIRA a chance de flexibilizar a sua latitude. Estou muito feliz por dizer que ela passou com louvor. “

Não foi apenas a AMIRA que impressionou Bremner nesta filmagem, ele também ficou muito satisfeito com as suas lentes, acrescentando: “Na minha opinião, a Master Prime é sem dúvida o auge da conquista técnica na ótica moderna, especialmente quando se exige os extremos em termos de condições ambientais e distâncias focais opostas, ou seja, a Master Prime 12mm e a macro 100mm. Não estou dizendo que elas sempre oferecem a estética correta, mas escolhi as Master Primes para este projeto específico, principalmente devido ao requisito de integração do projeto em uma experiência de dome 3D projetada em 4K. A ausência de distorção ou de aberrações cromáticas, tornam essas lentes uma preferência para muitas situações de integração para efeitos visuais e 3D”.

Em suma, Dale Bremner ficou encantado com a escolha das lentes ARRI Master Primes e da AMIRA para o que foi, sem dúvida, um de seus trabalhos mais desafiadores, onde concluiu: “Com esse projeto, na minha perspectiva, não havia nenhuma câmera melhor para esse trabalho. Dito isto, existem muitos elementos, fora de um nome de uma marca ou um sensor high-end, para criar o que pode ser comumente designado como uma imagem agradável. Naturalmente, isso é subjetivo e ignora as regras básicas fundamentais e as leis da fotografia, leis que, uma vez aprendidas, podem ser quebradas e curvadas, a paleta de cor, a textura, o tom, a qualidade da luz, a referência e a psicologia desempenham seus papéis da mesma forma. A AMIRA funcionou como o esperado, como uma câmera digital premium, testada e provada.”

Anúncios

Divulgue! www.oeditor.com

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s