Archive | Adobe After Effects RSS feed for this section

Mercado de Trabalho | 📷 VOCÊ ESTÁ PREPARADO?⬇⬇

16 nov

As mudanças no mercado não param, obrigando empresas e profissionais a se adaptarem a um novo cenário para que seja possível continuar competindo.

post02

O mercado de vídeo digital se tornou um fenômeno mundial, desde produções caseiras até em grandes produções. Com mais de 20 anos de experiência o DRC Treinamentos oferece cursos completos para você sempre ficar atualizado. Assista!

Continue lendo

Making Of Comercial de TV | Oeditor.com

17 out

“Da criação à exibição”. No meio desse caminho, a construção da mensagem pelo minucioso mundo da produção audiovisual.
Conheça as técnicas, equipamentos, softwares e tudo que envolve o planejamento e a produção de um comercial de TV. Assista!

Produção
Melina Frazão

R$ 2.520,00 reais? Quem paga?

28 jun

Com tantos problemas apresentados nas últimas atualizações da Adobe Brasil, vale a pena investir R$ 2.520,00 reais?016544Não está na hora de experimentar outras opções como DaVinci Resolve da Blackmagic Design e sua versão gratuita?
Link: https://goo.gl/xXtC9r
Ou até mesmo participar da promoção do site Oeditor.com com a Avid e concorrer a uma licença do Avid Media Composer, acesse o link e participe: https://goo.gl/6yIN6v

ANYMOTION 2ª Edição | Andre Holzmeister

22 abr

A 2ª Edição do ANYMOTION acontecerá no dia 14 de Maio de 2016 ,das 9h às 18h30, com o grande apoio da Faculdade Impacta (Unidade Barra Funda), que disponibilizou o seu auditório, cuja capacidade é de 120 convidados, e ainda uma outra sala que comporta até 30 pessoas, aonde ocorrerão dois workshops.01É num ambiente intimista e descontraído que acontecerão seis inéditas apresentações, além de dois incríveis workshops ministrados por Andre Holzmeister, Diretor e Generalista3D, e Marcelo Baldin, Produtor e Sound Designer referência no setor.01

Andre Holzmeister
Direção para produção audiovisual

Continue lendo

ANYMOTION 2ª Edição | Marcelo Baldin

15 abr

A 2ª Edição do ANYMOTION acontecerá no dia 14 de Maio de 2016 ,das 9h às 18h30, com o grande apoio da Faculdade Impacta (Unidade Barra Funda), que disponibilizou o seu auditório, cuja capacidade é de 120 convidados, e ainda uma outra sala que comporta até 30 pessoas, aonde ocorrerão dois workshops.01É num ambiente intimista e descontraído que acontecerão seis inéditas apresentações, além de dois incríveis workshops ministrados por Andre Holzmeister, Diretor e Generalista3D, e Marcelo Baldin, Produtor e Sound Designer referência no setor.

post01

Marcelo Baldin
Sound Design – Trabalhando com Deadlines

Continue lendo

ANYMOTION 2ª Edição | Inscrições abertas

5 abr

É com muito orgulho que o site Oeditor.com será parceiro do ANYMOTION em 2016, um evento totalmente focado em Motion Graphics e Animação.01
Neste ano, a estrutura e o espaço viabilizam 6 incríveis e inéditas apresentações nacionais e internacionais, com projeção de cinema, 2 workshops com instrutores de extrema qualidade e bagagem profissional, no espaço do entretenimento teremos a presença de uma incrível estátua do HULK em escala real, além dos óculos de realidade virtual, sorteios de cursos, softwares e plugins. 

O ANYMOTION é um evento do segmento audiovisual, composto por um circuito de palestras e workshops com foco em Motion Graphics e Animação. Entretanto, a proposta vai muito além, o evento busca motivar, desmistificar e inspirar todos que integram ou pretendem se integrar ao nicho. É uma oportunidade para estas pessoas se unirem sob um ambiente informal e um clima intimista: encontrar amigos, parceiros, ídolos e até mesmo viabilizar a ampliação destes círculos.

Continue lendo

VFX CENTRAL | Oeditor.com

5 abr

Com a dose certa de talento, equipamentos e disposição para aprender novos programas e ferramentas, seu computador pode fazer de você um profissional de primeira.01

Um dos principais requisitos para uma produção de qualidade é utilizar as ferramentas e recursos apropriados. A tecnologia VFC CENTRAL permite que você utilize Lens Flares, Storm Effects, Lighting Effects, Fire Explosions e outros efeitos profissionais de grandes produções com preços bastante competitivos. Mas existem alguns segredos que você precisa aprender antes para sua futura carreira de sucesso decolar.

Confira um pouco do processo criativo do fundador da empresa Aaron Sorensen.

Continue lendo

CC Ball Action | After Effects

16 jan

O Efeito CC Ball Action do After Effects tem a capacidade de usar uma pré-composição animada e dividi-la em pequenas esferas que você pode espalhar, rotacionar e distorcer com parâmetros ou com mapas externos.

01

Isso permite criar vários efeitos abstratos e simulações de partículas.

Texto: Daniel Meurer
Fonte: Tutorama

Criando reflexos procedurais | After Effects

23 out

CapaTitan3

Usando apenas efeitos nativos do After Effects podemos criar um reflexo de forma totalmente procedural. A grande vantagem desse método é a aplicação em outros layers como sólidos, composições, textos, filmes e sequências de imagem.

SaidaFinal

Você pode copiar e colar os efeitos e ajustar os parâmetros que o compõem para manipular o reflexo da maneira que quiser.

Frame02

Outra maneira fácil de substituir as fotos e manter o reflexo é arrastar outra foto pressionando o <ALT> ou criar um preset em Animation > Save Animation Preset gerando um arquivo com esses efeitos que podem ser reutilizados em outros projetos.
Frame03

Fonte: Tutorama

I Congresso Nacional de Audiovisual Online | CONAAV

29 jan

Está chegando o maior congresso de audiovisual online do Brasil. O I Conaav – 2015, que contará com vários especialistas renomados e atuantes das mais diversas áreas.

Captura de Tela 2015-01-22 às 22.07.28

No mundo tridimensional,  Quem nunca ficou extasiado com as animações da Pixar, Dreamworks, Bluesky dentre outros grandes estúdios. No Congresso você aprenderá todos os passos para criar personagens 3d carismáticos que saltam aos olhos.

Na pós-produção teremos palestras fantásticas, será mostrado o breakdown de filmes publicitários, que alguns de nossos palestrantes participaram na finalização, que certamente você já deve ter visto, como por exemplo vinhetas para o BBB, Globo Esporte, Vivo, Dentre Outros.

No cinema teremos palestras sobre as etapas de produções de vídeos no gênero documentários. Roteiro, luz, enquadramento, captação de áudio, enfim tudo que você precisa saber para criar um filme documental de qualidade.

Na área de VideoMaker, aprenderá como utilizar as câmeras que simplesmente revolucionaram as produções de baixos orçamentos, estamos falando das hdslr, essas belezinhas além de apresentarem valores acessíveis, entregam imagens sem comparação. Você Saber o que é, ISO, obturador, diafragma, não, então não se preocupe iremos te ensinar.

Isso é apenas um pequeno overview do que teremos. No nosso site você poderá conferir mais acerca do Congresso. Então se você é apaixonado por produção e pós produção, não pode perder. Serão 07 dias incríveis. Você se tornará um especialista.

O Congresso acontecerá do dia 16 à 22 de Março, as palestras serão transmitidas Online, ao vivo e de forma gratuita. Porém as vagas são limitadas.

Faça sua inscrição para garantir sua vaga.

Texto: Magno Veloso Ceo I Conaav

phpPNE9X3

Tutorial After Effects: Rigging de Personagens 2D com Jardeson Rocha

28 jan
Texto: Adriano Dorow Darosi
Captura de Tela 2015-01-19 às 1.04.11 PM
Hoje iremos apresentar uma série de videoaulas preparadas por Jardeson Rocha, um motion designer de Fortaleza. O Jardeson vai falar sobre o seu processo de animação de personagens 2D.

Nestes tutoriais você vai ter dicas de como criar personagens no Illustrator, como preparar seu personagem 2D (Rigging) e como criar os controles com o script Duik. Confiram ai o processo de animação de um personagem com este script.

Fala galera, se precisarem de um template de After Effects entre no link ai embaixo. Você será redirecionado para a página do Videohive, um dos sites da Envato. Saiba mais no artigo do AEdicas sobre o assunto: Templates do After Effects no Videohive.

O que é preciso para fazer?

 

Como animar um personagem usando o Duik

Para melhorar a experiência com o tutorial, o Jardeson dividiu a videoaula em 03 partes, assim se você já souber como funciona uma das partes do processo, pode avançar diretamente para a próxima. As 03 partes são:

  • Parte 01: Dicas de como criar personagens para animação no Illustrator.
  • Parte 02: Como preparar seu personagem 2D para criar os controles de animação – Rigging
  • Parte 03: Como criar os controles para animar esse personagem com Duik

Confiram as videoaulas:

Captura de Tela 2014-10-30 às 13.46.52

Tutorial After Effects – Aprenda a usar vetores como partículas

27 jan
Texto: Adriano Dorow Darosi
Captura de Tela 2015-01-19 às 1.14.22 PM
Mais um tutorial em português e desta vez o assunto são partículas. Vamos utilizar o plug-in Trapcode Particular 2.0 para produzir uma intro no Adobe After Effects.

Para fazer esta vinheta, veremos 2 formas de utilizar as partículas. Na primeira e mais importante delas, aprenderemos a usar vetores como partículas, que no nosso caso são as árvores desenhadas no Illustrator. Para completar o tutorial, veremos como simular neve usando o Particular 2.0. Quer aprender tudo isso e muito mais? Então entre aí e assista a nossa videoaula.

Resultado final do projeto AEdicas – Vetores e Partículas

O que é preciso para fazer?

  • Adobe After Effects (Tutorial foi feito no CS5.5)
  • Adobe Illustrator (Para desenhar as partículas)
  • Plug-in Trapcode Particular 2.0
  • Optical Flares (Opcional)

 

Download do projeto AEdicas – Vetores e Partículas (After Effects CS5.5)

Caso sinta dificuldades ou queira apenas estudar o projeto, aqui estão os arquivos para download.

Projeto AEdicas: Vetores e Partículas

Acompanhe o passo-a-passo do projeto

Muito bem, aqui está o passo-a-passo. O tutorial está dividido em 2 partes, uma no Illustrator e outra no After Effects. Na primeira parte, desenharemos os 3 tipos de árvores diferentes e, na segunda parte, aprenderemos a usar estes vetores dentro do Particular 2.0, gerando partículas. Com estas partículas, criaremos uma floresta no After Effects, onde também vamos inserir um texto no ambiente 3D e animar esta cena com uma câmera. Se preferir, pule para a parte do After Effects que começar em 5: 45 do vídeo. Assista agora ao tutorial.

Captura de Tela 2014-10-30 às 13.46.52

Tutorial After Effects – Animação com Offset Time Displacement

25 jan
Texto: Adriano Dorow Darosi
Captura de Tela 2015-01-19 às 1.23.25 PM
Em mais um tutorial de Adobe After Effects, aprenderemos como criar uma animação com o efeito Offset Time Displacement. É bem fácil de fazer e não vai demorar muito pra você aprender.

O legal é que não é preciso ter plugins adicionais. A técnica se baseia no plugin nativo do After Effects o Time Displacement, poucas coisas pra ajustar mas muita coisa legal pra fazer com ele. Não se assuste, apesar do nome em inglês, esta videoaula é em português. Não perca este tutorial.

Veja o resultado final do projeto Offset Time Displacement

O que é preciso para fazer?

  • Adobe After Effects.
  • Cerca de 25 minutos disponíveis.

 

Download do projeto Offset Time Displacement (After Effects CS5.5)

Caso sinta dificuldades ou queira apenas estudar o projeto, aqui estão os arquivos para download.

Projeto Offset Time Displacement

 

Acompanhe o passo-a-passo do projeto

Assista ao tutorial. Nele você aprenderá como utilizar o efeito Time Displacement do After Effects. Depois de fazer este tutorial, faça seus próprios experimentos e crie outros tipos de transições com o efeito. Divirta-se e aprenda com mais este tutorial aqui do AEdicas.

Captura de Tela 2014-10-30 às 13.46.52

Tutorial After Effects – Fire Intro – Mattes, Fractal Noise & Displacement

22 jan
Texto: Adriano Dorow Darosi
Captura de Tela 2015-01-19 às 1.08.18 PM
Fazer testes no After Effects é um dos meus passatempos preferidos. Foi em um destes momentos que criei o projeto deste tutorial e resolvi compartilhá-lo. O projeto usa apenas efeitos e coisas do After Effects, como por exemplo, Fractal Noise, Turbulent Displacement, Mattes e Blending Modes.

O projeto é complexo em termos organização, pode ficar um pouco confuso para muitos, mas é bem legal pra perceber como mesclar efeitos para descobrir novas possibilidades. Confira aí mais este tutorial do AEdicas.

Resultado final do projeto AEdicas – Fire Intro

O que é preciso para fazer?

  • Adobe After Effects (Tutorial foi feito no CS5.5).
  • 40 minutos do seu precioso tempo.

 

Download do projeto AEdicas – Fire Intro (After Effects CS5.5)

Caso sinta dificuldades ou queira apenas estudar o projeto, aqui estão os arquivos para download. Você será redirecionado para o site Gumroad, não se assuste.

Download do Projeto – Fire Intro

 

Acompanhe o passo-a-passo do projeto

Neste tutorial aconselho prestar bastante atenção e parar o vídeo sempre que necessário. Teremos várias layers sendo usadas e reutilizadas de formas diferentes, dificultando um pouco o entendimento da ordem das coisas. Sei que não será problemas para vocês! Vamos ao tutorial.

Captura de Tela 2014-10-30 às 13.46.52

Identidade | SKY Nova Zelândia

9 abr

O principal sistema de tevê por assinatura da Nova Zelândia,  a SKY (não confundir com as homônimas britânica e brasileira), realizou recentemente uma grande renovação em sua identidade.

sky_rebrand2014

A SKY não é um canal. Mas também não é um serviço. Deve ser entendida como um sistema de entretenimento televisivo, que também compete com marcas emergentes da internet, como o Netflix, Hulu e You Tube. E assim como essas empresas, o enfoque no conteúdo torna-se fundamental. O desenvolvimento e a gestão de novos canais e programas fazem parte de suas estratégias comerciais, além da seleção de portfólio. E a distinção dos modelos de negócio de companhias como a SKY e as tradicionais emissoras de televisão está cada vez mais tênue.

Nesse contexto é que a Interbrand Sydney participou do reposicionamento da identidade da SKY e sua subdivisão SKY Movies, relacionada à área de filmes. Suas aplicações compreendem não apenas o material off-air, como papelaria, sinalização e publicidade, mas também as interfaces dos dispositivos digitais que relacionam e disponibilizam os canais e seus conteúdos.

Os dois triângulos formados no encontro das letras da antiga marca logotípica passam a funcionar como um símbolo cambiante no novo sistema gráfico. Os triângulos funcionam como elementos de ênfase e direção nos componentes textuais irreverentes e nas personagens famosas que transitam entre os canais oferecidos. As escolhas cromáticas e tipográficas, coerentes com o novo símbolo, conferem contemporaneidade, humor e sofisticação.

Ficha Técnica

Interbrand
Direção: Mike Rigby e Ben Miles
Motion Design: Mike Tosetto
Direção Executiva: David Storey
Coordenador: Matt Hinchcliffe

Sixty40
Direção: Mark Simpson
Produção: Jayne da Costa
Design: Giedre Domzaite
Animação: Giedre Domzaite, Steven Scott, Brad Pickford e Mark Ong
Sound Design: Rumble Studios

Fonte: Blog Televisual

O processo de Animação | VideoClipe

10 fev

Texto: Rafael Araújo – chocoladesign.com

Olá galera, hoje vou compartilhar um trabalho bem bacana em que pude participar, contarei de uma forma simplificada como foi criar uma animação para a música You And Me And The Bright Blue Sky da Fernanda Takai.

O clipe digirido pelos diretores André Saito e Cesar Nery, dupla conhecida como Kid Burro, propuseram transformar a letra da música numa narrativa do ponto de vista de um cão fiél a sua companheira. Segundo eles, a Fernanda deu total liberdade criativa para a elaboração do roteiro e, a partir daí, imprimiram um olhar cinematográfico para o projeto, transformando a música na trilha sonora da história dessa dupla.

A bela fotografia do clipe se dá por conta dos dois dias de filmagem no deserto argentino “La Quebrada de las Conchas”, e o protagonista cão “Goro”, surpreendeu a todos por ter sido encontrado pela produção no meio da estrada, foi o par perfeito para contracenar com a atriz Andrea Lombardi.

“Nosso roteiro pedia uma locação no deserto, o que dificultava muito que as filmagens fossem feitas em São Paulo ou até mesmo no Brasil. Foram duas diárias intensas na Argentina, mas que trouxeram um resultado que certamente não iríamos atingir se tivéssemos simulado esse ambiente por aqui”, explica o diretor Cesar Nery.

Para transmitir o pensamento do cachorro, o coletivo de vídeo Los Cabras (onde eu participei) foi responsável por uma animação de 30 segundos em preto e branco para reforçar a reflexão do personagem – já que é assim que dizem que os cachorros enxergam.

O briefing para animação

O processo da animação começou antes das filmagens, então após algumas conversas com os diretores, tivemos grande liberdade para criar, desde que fosse bem lúdico e que mostrasse a forte relação do cão com a dona, adotamos também um estilo frame a frame para o visual da animação. O primeiro passo foi apresentar um storyboard com a ideia formada, e alguns rascunhos para definir a personalidade da atriz.

Com alguns ajustes e mudanças, assistimos diversas referências e alinhamos tudo antes de começar as animações, no total tivemos um prazo apertado: 2 semanas de trabalho árduo para a produção, com uma carga horária que variava bastante, mas que basicamente tomava todo o dia, boa parte foi feita no photoshop, pintando frame a frame as cenas em 12 quadros por segundo, e finalizada/composta no after effects, aplicando as texturas e acertando os detalhes pendentes.

Para as alterações tivemos mais tempo, cerca de 1 mês, e pudemos trabalhar com mais tranquilidade, com o estilo já determinado poucas mudanças foram pedidas além de 1 cena nova que não tinha no primeiro animatic apresentado. Foi um desafio e tanto, além de uma experiência totalmente nova, mesmo correndo contra o tempo foi um trabalho com um resultado muito legal e a mescla de cena animada com os takes filmados deu super certo.




Animar somente 30 segundos dá mais trabalho do que parece minha gente! espero que tenham gostado e até a próxima! 🙂

Texto: Rafael Araújo – chocoladesign.com

Star Trek Into Darkness [ Title Design ]

12 set

Video Copilot

Quero trabalhar com vídeo. Como, quando e onde?

12 jun

Se você é do Rio de Janeiro ou toparia passar uma manhã sábado na cidade maravilhosa fazendo um curso; está aqui uma ótima oportunidade. Sábado, 15 de junho, no Rio de Janeiro. Videografismo e Efeitos Visuais, com Uno de Oliveira, Editor de Videografismo na TV Globo.

Esse curso é destinado às pessoas que queiram conhecer a área de videografismo e efeitos visuais. Muito se fala sobre este mercado que é relativamente novo e está em alto crescimento.

Se você quer trabalhar com motion ou está procurando uma alternativa dentro do universo do design, essa é uma boa oportunidade para entender melhor quais as ramificações e possibilidades dentro da área.

No curso serão abordados os principais softwares e processos utilizados, análise de making ofs e do mercado internacional que está numa fase crucial na indústria do cinema.

Serão abordados os seguintes temas:

Entendimento das áreas e subdivisões:
Motion Design
Composição de Efeitos
3D
Animação 2D
Produção/Supervisão
Áreas paralelas

Mercado nacional e internacional de VFX e Motion Design:
Cinema
Televisão
Shows
Internet e novas mídias

O curso será ministrado por Uno de Oliveira; que é formado em Design Gráfico pela ESPM-Rio. Atualmente é um dos realizadores do Insert e trabalha como Editor de Videografismo no núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento para efeitos visuais da TV Globo. Já participou como compositor de efeitos para TV em projetos como “Cordel Encantado”, “Avenida Brasil”, “Afinal o que querem as mulheres?” entre muitos outros. Trabalhou na Conspiração Filmes para a realização do filme “O Homem do Futuro”


Mais informações:
www.easyaula.com.br

O fim da era CS – Adobe Creative Cloud é a nova aposta da empresa

7 maio

Quase todo ano, a Adobe realiza um grande evento chamado Adobe MAX, para mostrar as novidades de seus produtos, como o Photoshop, Illustrator, Premiere, After Effects e muito mais.

Além da troca de informações e palestras de profissionais, eles permitem que o público tome conhecimento das mudanças nas Creative Suites. Nesta semana está ocorrendo em Los Angeles, nos Estados Unidos, o Adobe MAX 2013. O Tecmundo foi convidado com exclusividade pela Adobe para conhecer os detalhes da maior novidade da empresa: a Creative Cloud.

Quem abriu o evento foi o CEO: Shantanu Narayen, que deu detalhes específicos do que pode ser considerado uma revolução nos produtos da empresa.

Conteúdo nas nuvens

Iniciado em 2012, o Creative Cloud consiste no conceito de compartilhamento de conteúdo na nuvem. Entretanto, isso não significa que agora todos os softwares estarão acessíveis como aplicações online. A partir de agora, os produtos da Adobe não serão mais comercializados de forma individual ou em pacotes que atendam a necessidades específicas.

Com isso, para ter acesso aos novos aplicativos, você deve realizar uma assinatura online. Mediante um pagamento mensal (com contratos de um período curto ou anual), é possível utilizar qualquer software da Adobe. Ao invés de adquirir um produto, você passa a contratar um serviço. Para muitos isso pode parecer ruim, já que não é mais possível ser “proprietário” dos programas. Porém, a vantagem é que o valor mensal é muito mais baixo, tornando mais acessível.

Adobe MAX 2013: o fim da era CS - Creative Cloud é a nova aposta da empresa (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Sendo assim, todos os programas deixam de ter uma nomenclatura por versões “anuais” (Adobe Photoshop CS6, por exemplo), e passam a contar apenas com a sigla CC, decorrente do nome do serviço. Dessa forma, todos os assinantes têm aplicativos sempre atualizados, sem precisar adquirir um novo pacote. Isso também significa que novidades devem ser mais frequentes.

Apesar de não ser a meta primária da Adobe, isso pode ajudar a combater a pirataria, já que os softwares devem realizar verificações online constantes para funcionar. Além disso, as maiores vantagens das novas versões são justamente as funções realizadas por meio do serviço na nuvem.

Tudo é colaborativo

Se os programas continuam instalados no PC, porque o conceito de nuvens? A real diferença está na maneira como se trabalha com conteúdos. Levando em consideração o fato de que os softwares da Adobe funcionam sempre aliados tanto à criatividade, como a trabalhos cooperativos, a empresa tem em mente estreitar especialmente de forma social.

No final de 2012, a Adobe adquiriu a Behance, uma espécie de rede social que foca no compartilhamento de trabalhos profissionais, como um portfólio online. A ferramenta online acabou sendo integrada ao Creative Cloud de forma bastante inteligente.

Adobe MAX 2013: o fim da era CS - Creative Cloud é a nova aposta da empresa

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O novo serviço deve integrar todos os processos de criação de conteúdo, desde o lado conceitual até o portfólio do profissional, com todos os projetos que foram realizados, da forma mais detalhada possível.

Ou seja, é possível adicionar pessoas aos seus projetos para uma participação muito mais colaborativa e automática. E, da mesma forma, existem maneiras de compartilhar seu trabalho em busca de opiniões e até ajuda profissional.

Adobe MAX 2013: o fim da era CS - Creative Cloud é a nova aposta da empresa (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Creative Cloud na prática

Além da assinatura, para ter acesso aos programas da Adobe, você deve agora baixar um aplicativo próprio do Creative Cloud. Ele integra absolutamente tudo que você cria e configura em cada um dos softwares, realizando sincronizações com os servidores da empresa – sejam workspaces ou simples teclas de atalho.

No evento de abertura, Scott Belsky, junto ao CEO, explicou passo a passo cada uma das funções da aplicação que centraliza tudo. Ao abri-lo, ele mostra um feed social, com atualizações de pessoas que você segue no Behance e convites para participar de projetos.

Adobe MAX 2013: o fim da era CS - Creative Cloud é a nova aposta da empresa (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A facilidade para realizar download e instalação dos programas é um dos pontos fortes, já que agora basta clicar em um botão e aguardar o processo concluir, acabando com a antiga burocracia. Caso queira, é possível também instalar versões da suíte CS6, por alguma questão de compatibilidade.

Outra grande novidade é a seção “Fonts”. Como gerenciar fontes é algo muito estressante, a Adobe implementou uma forma de acessar uma enorme biblioteca online. Assim, basta encontrar alguma de seu gosto e o Creative Cloud se encarrega de instalar automaticamente.

Visualizar arquivos online com compatibilidade agora também é possível. Por exemplo: se você enviar um arquivo do Adobe Illustrator para a nuvem, não é necessário ter o programa instalado para conseguir vê-lo. E você pode até ver detalhes específicos, como fontes usadas e cada camada separadamente.

Adobe MAX 2013: o fim da era CS - Creative Cloud é a nova aposta da empresa (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Em resumo, o que realmente muda?

A Adobe sempre trabalhou forte na integração de seus programas. A ideia agora é focar na colaboratividade de forma mais simples e direta. Fica muito mais fácil realizar trabalhos em conjunto com outras pessoas e em vários dispositivos diferentes. Além disso, o compartilhamento de conteúdos da comunidade serve como ótima fonte de inspiração e ponto de partida para projetos.

Segundo divulgado no evento, os novos serviços da Creative Cloud passarão a funcionar em 17 de junho deste ano. Quem já tinha as suítes antigas pagará mais barato no primeiro ano, sendo U$ 19,99 para quem tiver a CS6 e U$ 29,99 para CS3, 4 e 5. A mensalidade normal é de U$ 49,99 nos Estados Unidos, mas deve vir a U$ 100 no Brasil devido aos impostos. (Preços com comprometimento de um ano de assinatura.)

| TUTORIAIS | Adobe After Effects

23 abr

Adobe After Effects é um programa de criação de gráficos com movimento e efeitos visuais da empresa Adobe Systems. É extensamente usado em pós-produção de vídeo, filmes, DVDs e produções da plataforma Flash.

Descrição

After Effects usa um sistema de camadas dispostas em uma linha do tempo (timeline) para criar composição de vídeo e animações como arquivos de vídeo. Propriedades tais como posição e opacidade podem ser controladas independentemente para cada camada, e cada camada pode ter vários efeitos aplicados. Frequentemente chamado de “Photoshop do vídeo”, por sua flexibilidade e por permitir aos compositores alterem o vídeo vendo os ajustes, como o Photoshop faz com imagens, só pode ser usado em 64 bits.
Embora o After Effects possa criar imagens próprias, ele é geralmente utilizado com materiais compostos a partir de outras fontes para fazer animações gráficas. Por exemplo, com a foto de uma nave espacial e a imagem de estrelas no fundo, o After Effects poderia ser utilizado para colocar a nave na frente do fundo e animá-la para através das estrelas.

Cada imagem ou vídeo é uma camada na linha do tempo, de forma semelhante a um sistema de edição não-linear ou NLE. O After Effects, diferente dos NLE’s, trabalha com orientação por camadas (layer-oriented) e os sistemas de edição não-linear utilizam orientação por faixa (track-oriented). Isto significa que, no After Effects, cada objeto de mídia (vídeo, clipe de áudio, imagem, etc) ocupa a sua própria pista; em contrapartida, NLE’s usam um sistema em que cada objeto de mídia podem ocupar a mesma pista, já que elas não se sobrepõem no tempo. Esse sistema de orientação por faixas é mais adequado para edição e pode manter projetos de arquivos muito mais conciso. O sistema de orientação por camadas que o After Effects adota é adequado para o extensivo trabalho de efeitos e quadros chaves (keyframes). Embora outros programas de composição – especialmente aqueles que empregam árvores (tree) ou nós gráficos (node workflows), tais como o Apple Shake – sejam mais adequadas para gerenciar grandes volumes de objetos dentro de um composição, o After Effects é capaz de contornar um pouco essa desorganização escondendo camadas seletivamente (usando o Shy switch) ou pelo agrupamento em pré-composições.

O After Effects tem um característico painel de Fluxograma, que é semelhante a árvore ou nó gráfico, mas esta perspectiva de uma composição é principalmente para a fins de exibição e não é totalmente funcional. A interface principal consiste em vários painéis (janelas em versões anteriores ao After Effects 7.0). Três dos mais comumente usados são os painéis Projeto (Project), Composição (Composition) e Linha de tempo (Timeline). O painel Projeto funciona como uma pasta para importar itens de vídeos, clipes de áudio, imagens e outros arquivos. Os itens no painel Projeto são utilizados no painel Linha do tempo, onde o início e fim de cada camada pode ser ajustado. Os itens visível no atual momento do marcador na Linha do tempo são exibidas no painel Composição.
O After Effects integra-se a outros softwares da Adobe Systems com o Illustrator, Photoshop, Premiere Pro, Encore e Flash.

Plug-ins

After Effects tem um extensivo suporte a plug-ins; e uma ampla gama de plug-ins de terceiros estão disponíveis. Há uma vasta variedade de estilos de plug-in existentes, tais como sistemas de partículas realistas para efeitos de chuva, neve, chamas, etc.
Usando plug-ins de terceiros, o After Effects pode criar efeitos 3D. Esses tipos de plug-ins 3D usam básicamente camadas 2D do After Effects. Gráficos do Adobe Illustrator também podem ser carregados e rendenizados em 3D usando plug-ins, tais como Zaxwerks 3D Invigorator Pro. Alguns fabricantes bem conhecidos de plug-in são Automatic Duck, Boris FX, Conoa, Cycore FX, Digieffects, Digital Anarchy, Digital Film Tools, The Foundry, FXhome, GenArts, GridIron Software, Noise Industries, RE:Vision Effects, Red Giant Software, Synthetic Aperture, Trapcode, Video CoPilot, e Zaxwerks.
Além de efeitos 3D, existem plug-ins para fazer filme ou vídeo parecido com desenhos animados; simular fogo, fumaça, ou água; sistemas de partículas; movimentos lentos; calcular o movimento de 3D de uma câmera de vídeo 2D em um trecho; eliminar cintilação, ruído, ou aparelhamento de linhas; interpretando timelines do Final Cut Pro ou Avid; acrescentando correção de cor high-end e outras melhorias e efeitos visuais.

Produtos Similares

Os concorrente do After Effects mais conhecidos são: Combustion, Flame e Sony Vegas da Autodesk; Shake e Motion da Apple Inc.; Digital Fusion da eyeon Software; Nuke da The Foundry; Boris RED, Boris BLUE, Boris FX e Boris Graffiti da Boris Fx. Como alternativa em código aberto existe o CineFX, embora suas funcionalidades sejam limitadas se comparadas ao Adobe After Effects e similares.

Continue lendo sobre Adobe After Effects, divulgamos outros vídeos de tutoriais, todos os vídeos são do site TECNODIA.

Continue lendo

EFEITOS SONOROS E TRILHAS [ FREE ]

22 abr

Efeitos sonoros ou efeitos de áudio são sons criados ou editados artificialmente, utilizados para enfatizar obras artísticas como filmes, programas de televisão, animações, jogos de vídeo, músicas, ou outros meios de comunicação.

Na indústria de gravação é freqüentemente abreviado como “FX”.

Na produção cinematográfica e televisiva, um efeito sonoro é um som gravado e apresentado para fazer uma determinada narração da história sem o uso do diálogo ou de música. O termo geralmente se refere a um processo aplicado para uma gravação, sem necessariamente referir-se à gravação em si.

Na produção cinematográfica e televisiva profissional, a gravação de diálogo, música e efeitos sonoros são tratados como elementos separados. Diálogo e gravações musicais nunca são referidos como efeitos sonoros, embora os processos aplicados a eles, como a reverberação ou flanging, muitas vezes são chamados de “efeitos sonoros”.

Indico alguns sites de efeitos sonoros e trilhas para download:

http://www.robertetoll.com/
http://www.megatrax.com/
http://www.freesound.org/
http://soundfxnow.com/
http://www.audiomicro.com/

“Criamos e divulgamos conteúdos para entusiastas, estudantes e profissionais do audiovisual”. Gustavo Lopes, Fundador do Oeditor.com

post_oeditor_gustavo

São matérias, vídeos, novidades sobre equipamentos, making of’s, tutoriais de softwares e demais conteúdos compartilhados por profissionais da área.

Criado em 2009, a comunidade tem como público-alvo profissionais que até então não encontravam em um único site ou blog assuntos direcionados especificamente a eles, além de networking direto entre público e marcas. No decorrer dos anos, a comunidade conquistou um número expressivo de seguidores diante de um público bastante segmentado.

Essa conquista foi possível devido aos profissionais que atuam no site Oeditor.com.

01

É uma equipe especializada em várias áreas do audiovisual e comprometida em buscar, diariamente, conteúdos inéditos e de qualidade para todos os leitores.

post_oeditor_gustavo2

Oeditor.com
Site: www.oeditor.com
Facebook: www.facebook.com/oeditorsite
Youtube: www.youtube.com.br/oeditor
Twitter: www.twitter.com/oeditorsite
Instagram: www.instagram.com/oeditorsite
Wordpress: pt.gravatar.com/oeditorsite
Google+: plus.google.com/+oeditor
WhatsApp: +55 19 98212-9519
Skype: oeditorsite
Loja: loja.oeditor.com
E-mail: contato@oeditor.com
LinkedIn: goo.gl/NmDmMX
Mídia Kit: goo.gl/jjJKMj
‪#‎oeditor‬ ‪#‎oeditorsite‬

Assista: https://www.youtube.com/watch?v=hBY4yNLCQEY

Exec TechnologyBlackmagic DesignDuplic VídeoQ-Factory by Robert EtollEditors Keys,POND’SAvidVFX CentralAutodeskARRIMerlin Foto e Vídeo e Visioncolor em Oeditor.

Z-Flex ‘Skatelapse’ behind-the-scenes

11 abr

Para quem gosta de Making-Of e Behind The Scenes… Aqui vai video bem curto mas bacana!!
É sobre a produção de um vídeo que mistura footages em Slow Motion com footages de Timelapse.
O interessante é a técnica utilizada, pois as imagens são capturadas com a câmera em movimento! Afinal, com a câmera parada seria muito fácil né!! heheh..

Confiram também o vídeo original no final do post..

Para quem quiser assistir, este é o vídeo original.

Identidade: EMA 2012

1 mar

O European Music Award é um dos eventos anuais mais aguardados da música, não só por suas premiações, mas pelas performances dos artistas. Em 2012, Frankfurt recebeu a 19ª edição do evento e a MTV contou com o estúdio alemão Sehsucht para a criação da identidade videográfica da atração.

Brincando com a analogia entre a carreira cíclica dos artistas e um carrossel, a identidade reforça toda a trajetória de um cantor ou uma banda até chegar ao sucesso e, obviamente, se apresentar no EMA.

Cada etapa da história apresentada na vinheta em um colorido mecanismo giratório. Elementos representativos, como instrumentos musicais, mesas de som, computadores, revistas e o famoso tapete vermelho, ilustram desde a produção das músicas até as viagens em turnês, passando pela divulgação e reconhecimento do público.

Além de objetos, foi utilizado duas personagens, denominadas de Roxy e Seth. Optou-se por apresentá-las totalmente neutras, sem cores, em harmonia a profusão dos demais elementos coloridos.

A fim de tornar a vinheta mais orgânica, foi simulado um movimento semelhante ao produzido por um mecanismo chamado Zoetrope. A etimologia do termo de origem grega – onde zoe significa vida e tropos, giro ou roda – explica de certa forma como funciona a técnica e traduz com precisão o conceito da identidade proposta. O aparelho milenar chinês era originalmente composto por um tambor circular com pequenas janelas recortadas, através das quais o espectador olha para as imagens dispostas em tira, mas que ao girar, cria-se a ilusão do movimento, mesmo que entrecortada. No vídeo, foi utilizado uma renderização específica de computação gráfica (Maxwell Render) para criar o mesmo efeito.

A técnica antiga de animação inspirou inclusive a criação de um game on-line usando a tecnologia 3D para navegadores. Através do jogo, também denominado de Zoetrope, o jogador deve girar o carrossel do EMA no ritmo da música. Uma bela iniciativa transmídia bastante alinhada com o conceito da identidade do evento.

Ficha Técnica

Ano: 2012
Canal: MTV
Estúdio: Sehsucht Berlin GmbH & Co KG, Berlin/Germany
Direção: Mate Steinforth
Arte: Remo Gambacciani, Helge Kiehl, Florian Panzer, David Weidemann, Christian Zschunke
Produção: Christina Geller, Christian Jacks e Cristina Mazzocca
Música: Nikolai von Sallwitz, Sound Architecture
Estúdio de Direção de Criação: VIMN MTV World Design Studio, Milan/Italy
Direção de Criação: Roberto Bagatti e Anna Caregnato
Design: Giorgio Schwarz
Diretor de Arte: James Walpole/Carlos Carrasco
Coordenação: Beatrice Cardile
Softwares: Cinema 4D, After Effects, Maxwell Render e Sculptris

Fonte: Televisual

Trapcode Mir

8 set

Trapcode Mir cria e transforma formas em 3D. Com o OpenGL, pode-se visualizar o seu efeito de imediato, para que possa continuar trabalhando. Você cria uma malha de polígono simples, que é embalado com recursos 3D, como o fractal para a distorção, mapeamento de textura, geometria, repetição, e a luz do After Effects integrado.
Mir gera objetos suavemente com sombra ou fluidos orgânicos, paisagens abstratas e estruturas nebulosa – todos bem animados com luz e profundidade.

Esse plug-in é espetacular!! Pra quem gostava do Trapcode Form, vai amar o Trapcode Mir. Ele vai quebrar a barreira da velocidade no After Effects com motion design. É muito rápido, flexível e divertido.

Veja mais

FELIZ 2012

3 jan

Um feliz ano novo a todos os editores e leitores do Oeditor.com!!

Que este seja um ano repleto de novos jobs, com muito conhecimento e dinheiro no bolso!!

Segue uma série de Happy 2012 para inspirar este novo ano!!